Tsar Ivan

Tsar Ivan

 


Ivan Krylov havia recebido esse nome em homenagem ao antigo escritor de contos russos. Estava para viver um dia de grande aventura. Lança um balde de água sobre a cabine de comando de seu velho MIG 17, aguardando a chegada da comitiva formada de oficiais do alto escalão, membros da KGB e políticos de renome do governo Russo. Os portões da base em Moscou abriram-se e a gigantesca comitiva conduzindo o premier vem ao seu encontro. Nikíta Syerguêievitch Khruchtchof, distraído, relembrava que até a juventude  trabalhara em fábricas próximas aquele aeroporto militar. Toda a região era somente um campo de girassóis, na mesma época quando a intensa gritaria da revolução Bolchevique de 1917 o conduziu ao Exército Vermelho. Nervosamente repetia, cerrando os dentes: “Vão aprender a respeitar a mãe Kuska…”. Sem seguir ao extenso protocolo, apertou as mãos de Igor, Kuchenko e Ivan, pilotos dos caças que varreriam a região do vôo a frente do TU-95, o “urso”, como a OTAN apelidara ao gigantesco bombardeio, Subiu após a cerimônia no veículo oficial e seguiu para o Kremlin. Poucos minutos após a partida dos caças, Informações oficiais anunciavam que o “urso” já estava a menos de 700 quilômetros do ponto de impacto escolhido para a mãe de todas as bombas.  Os cientistas refizeram dezenas de vezes os cálculos imaginando se realmente o avião alcançaria os sessenta quilômetros de distancia segura, já na altitude de 12 mil metros, quando o apetrecho apocalíptico explodisse.  Nova Zembra, a ilha onde seria lançada a bomba de hidrogênio, ficava a mais de 2350 km de Moscou, e a 1000 km da Finlândia. Era uma remota ilha no circulo ártico há centenas de km da comunidade humana mais próxima, já sem habitantes desde 1955, quando iniciaram na ilha os testes nucleares União Soviética, duzentos e vinte e quatro testes ao todo.
Ivan Krylov had received that name in homage to the old Russian tales writer.. Was to live a great adventure. Throws a bucket of water over the cockpit of your old MIG 17, awaiting the arrival of the motorcade formed of high-ranking officials, members of the KGB and renowned politicians of the Russian Government. The gates of the base in Moscow was opened and the huge jeep leading premier comes to meet him. Syerguêievitch Khruchtchof Nikíta, distracted, recalled that even when youth worked in nearby factories that military airport. The entire region was only a field of sunflowers, the same time when the intense screaming of the Bolshevik revolution of 1917 led him to the Red Army. He nervously repeated, clenching their teeth: “they learn to respect the mother Kuska …”. Without following the extensive protocol, shook hands with Igor, and Ivan Kuchenko, pilots of fighters that swept the region forward flight of the TU-95, the “bear”, as NATO apelidara to the gigantic bombing, Climbed after the ceremony at the official vehicle and followed him to the Kremlin. A few minutes after the departure of the pilots, the official information announced that the “bear” was already less than 700 miles from the impact point chosen for the mother of all bombs. Scientists recovered dozens of times the calculations wondering if indeed the plane would reach the 60 miles of safe distance in altitude of 12 thousand meters, when the apocalyptic gear exploded. New Zembra, the island where would be launched the hydrogen bomb, was more than 2350 km from Moscow, and 1000 km from Finland. It was a remote island in the Arctic circle there is hundreds of miles from the nearest human community, already without inhabitants since 1955, when they began on the island the nuclear tests the Soviet Union, two hundred and twenty-four tests in all.
Este seria o ultimo. Cerca de 100 km de distancia do vórtice da explosão uma pessoa de pé sofreria queimaduras de terceiro grau. A pressão no solo abaixo bomba, que explodiria a 4500 metros de altura, alcançaria quarenta vezes a pressão atmosférica. A crosta terrestre nas imediações sofreria um terremoto de 5,5 graus na escala Richter. Na distante Finlândia janelas quebrariam e no centro da explosão a temperatura seria a do sol.  Os ventos criados varreriam centenas de quilômetros e o brilho da explosão seria visto mais de 1000 kmde distancia. Há 220 kmde distancia um observador sofreria o impacto da onda de calor gerada e só não ficaria cego se utilizasse óculos especiais.  A potencia de 57 megatons da bomba de hidrogênio a ser testada equivalia a explosão de um cubo de explosivos do tipo TNT da altura da Torre Eiffel. O pára-quedas de IVAN, como chamavam ao monstro, sozinho, pesava cerca de 800 quiilos. Em alguns segundos forças incompreensíveis seriam liberadas sobre ao norte da Russia. Fora os dois pilotos dos aviões, não havia outros seres humanos a menos que 220 km da região.  Assim imaginavam. Até que um dos MIG 19 que acompanham ao bombardeio realizou um vôo rasante sobre o antigo povoado de Severny. E verificou ali uma fogueira acesa. O comunicado do  piloto soou como uma velha piada. O Povo Samoyeda, como era denominado aos nemets, parte de antigas populações indígenas da região foram afastadas para outras regiões na época da integração Stalinista. Um oficial ofegante lê  a nota reenviada para o premier russo.  Nikita o lê e volta seus olhos para a nevasca que varre a lateral do Kremlin. Sem demonstrar nenhuma emoção ordena que o teste continue e que os caças dirijam-se para a base próxima na Sibéria. O aviso é concedido, assim como a liberação final para o teste atômico, mas um dos pilotos solicita temerosamente mais 10 minutos ao chefe de estado.  Os oficiais que ouvem a contra-ordem sabem qual será a resposta. Nikita Khruchtchof  não irá voltar atrás em sua ordem. Mesmo assim encaminham o que o piloto pediu. Sem tirar os olhos da janela Nikita retruca:
– A mãe Kuska já aguardou tempo demais. Prossigam com o teste.


This would be the ultimate. About 100 miles away from the vortex of the explosion a person standing would suffer third-degree burns. The pressure in the soil below pump, which would blow up to 4500 meters high, would reach 40 times atmospheric pressure. The Earth’s crust in the vicinity  would suffer an earthquake of 5.5 degrees on the Richter scale. In the far of Finland windows would  broken and in the center of the explosion would have the temperature of the Sun. The winds created swept hundreds of kilometers and the brightness of the explosion would be seen over 1000 miles away. There are 220 km of distance an observer would suffer the impact of the heat wave generated and just wouldn’t be blind if  was using special glasses. The power of 57 megatons of hydrogen bomb being tested was equivalent to an exploding explosives of TNT type cube of the height of the Eiffel Tower. The parachute of IVAN, as they called the monster alone weighed about 800 ton. In a few seconds incomprehensible forces would be released on the North of Russia. Outside the two pilots of the aircraft, there were no other humans unless 220 km of the region. They imagined. Until one of the MIG 19 accompanying the bombing conducted a fly-by over the ancient settlement of Severny. And there was a fire going. The pilot’s statement sounded like an old joke. The Samoyeda´s people, as it was named the ancient people, the nemets indigenous peoples of the region were away to other regions at the time of the Stalinist integration. A breathless official reads the note forwarded to the Russian premier. Nikita the reads and get back your eye to the Blizzard sweeping the side of the Kremlin. Without showing any emotion he orders the test continue and that the pilots go to the next base in Siberia. The warning is given, as well as the final release for the atomic test, but one of the pilots asks timidly more 10 minutes to the head of State. The officers hear the asks knowing what will be the response. Nikita Khruchtchof will not go back on your order. Without taking your eyes off the window Nikita say: Kuska mother says: I waited too long.
Proceed with the test.
 

A ordem aos pilotos é clara e o tempo de fuga que possuem é muito limitado. Igor e Kuchenko tentam convencer a Ivan que retorne a base. Não há condição de pouso, não há tempo factível de resgate e nem chance de sobrevivência de quem permanecer num raio de 100 km da explosão. Eles estavam a apenas 55 km. Sem sucesso no diálogo, dois caças retornam a base, enquanto o piloto do terceiro caça decide dar um ultimo vôo sobre o vilarejo. De relance avista o que parece ser uma família sinalizando. Sabe que, quando a bomba explodir, toda a região será devastada. O ousado piloto faz uma curva levando o velho MIG 17 ao limite de sua estabilidade. Observa atento aos seus controles e num ato impensado puxa a alavanca de ejeção. A poltrona explode para fora do avião enquanto o MIG sem piloto ruma para as montanhas desabitadas da região. O pára-quedas se abre e o piloto começa a procurar o melhor ponto onde irá cair, em meio ao vilarejo abandonado.

The order for the pilots is clear and the time of escape that they have is very limited. Igor and Ivan Kuchenko try to convince Ivan to return to base. There is no condition of landing, no time doable to rescue nor chance of survival to who remains near 100 miles of the explosion. They were to only 55 miles. Without success in dialogue, the two pilots return to base, while the pilot of the third hunt decides to give one last flew over the village. At a glance see what appears to be a family signaling. You know, when the bomb goes off, the entire region will be devastated. The pilot makes a curve with the old MIG 17 into the limit of its stability. In a thoughtless act pulls the ejection lever. The chair explodes out of the plane while the MIG heads to the mountains without a pilot for uninhabited region. The parachute opens and he begins to seek out the best point where will fall, amid the abandoned village.
 



Alguns equipamentos perderam-se durante a queda, ao menos seu relógio mecânico, ainda funciona, quando aterrissa, desajeitadamente, no solo. Restavam menos de 5 minutos para a detonação. Retirando de si o equipamento, admitia a infeliz mania de grandeza dos seus compatriotas. A bomba pesava mais de 27 toneladas. Apelidariam-na de Tsar bomba “a grande bomba”. O título inspirava-se em Tsar Kilokol, o maior sino fundido existente, criado por Ivan Motorin, quebrado num incêndio em 1737. Um pedaço de 11 toneladas se desprendera dele. Enterraram a aberração, mas em 1836 foi exumado de sua cova por um arquiteto francês. Lembrava como o admirava quando menino, ao lado da torre de Ivan, ao lado do Kremelin.
Some equipment are lost during the landing. At least your mechanical watch, still works, when he lands, awkwardly, in the soil. Remain less than 5 minutes to detonation. Admitted the unfortunate delusions of grandeur of his countrymen. The bomb weighed more than 27 tonnes. Apelidariam-in of Tsar bomba “a big bomb”. The title was inspired by in Kilokol, the largest Bell existing created by Ivan Motorin, broken in a fire in 1737. They buried  the monster, but in 1836 was exhumed from his grave by a French architect. He remembered how admired him when a boy, next to the Tower of Ivan, beside the Kremelin.
Nikita ouviu que um dos pilotos dos MIG´s não voltara a se comunicar, fixando seus olhos, inexplicavelmente no velho sino ao lado da torre norte. A torre de Ivan. Por uma terrível coincidência o piloto começava a ter raiva de seu nome de batismo. Ivan Krylov. Seus pais pertenceram a Igreja Ortodoxa Russa e ele realmente fora batizado.  Alcançou ao local onde havia avistado a fogueira, uns 600 metrosde onde caíra. Duas crianças nemetscorriam na sua direção, pronunciando o velho dialeto da região. Vestidos com peles, de lisos cabelos negros. Uma menina de cerca de seis anos e um garoto que aparentava ter quatro, pediam ajuda naquela língua que só ouvira na sua adolescência, numa viagem a Kandalaksha. Sabendo do pouco tempo que restava para a hecatombe, Ivan corre com as crianças, que o conduzem para a fogueira onde encontra uma jovem de olhos azuis, vestida em peles, que parecia não ter mais que vinte anos, com um extenso ferimento numa das pernas, como se tivesse sido atacada por um grande animal. Ela estava próxima a um cachorro peludo e branco, que começa a latir quando Ivan se aproxima. O cachorro foi acalmado pelas crianças. Ivan ajoelha-se próximo a moça, que está febril. O relógio mostra que em dois minutos tudo ao seu redor deixará de existir. A jovem delirava, entoando uma canção.  Não compreendia seu dialeto, mas a melodia antiga lhe era muito familiar. Em sua terra natal morava uma velha senhora que cantava, em russo, essa mesma melodia nas festividades.  

Nikita heard that one of the pilots of the MIG no more did communicate, fixing their eyes, inexplicably, in the old Bell beside the North Tower. The Tower of Ivan.

For a terrible coincidence the pilot began to be angry with your given name. Ivan Krylov. His parents belonged to the Russian Orthodox Church and he really was  baptized. Reached the place where there were sighted the bonfire, some 600 feet from where fell. Two children nemets ran towards you,  speaking into the old dialect of the region. Dressed in furs, of smooth black hair. A girl of about six years and a boy who appeared to have four, called for help in the language you only heard in her teens, on a trip to Kandalaksha. Aware of how little time was left for the hecatomb, Ivan runs with the children, that lead to the fire where it meets a young woman with blue eyes, dressed in skins, which seemed not to have more than 20 years, with an extensive injury in one of the legs, as if she had been attacked by a large animal. She was next to a fluffy white dog, which begins to bark when Ivan approaches. The dog was calmed by the children. Ivan kneels next to the girl, who is feverish. The clock shows that in two minutes everything around will cease to exist. The young girl raved, singing a song. He didn’t understand their dialect, but the old tune was very familiar. In his homeland lived an old lady who sang, in Russian, this same melody in the festivities



            “Toda a vastidão dos sonhos das terras desconhecidas, maravilha-me ao anoitecer, filho do sol e da lua, não são tuas nossas canções, não são nossas tuas visões?”


“All the vastness of dreams of unknown lands, I marvel at dusk, son of the Sun and the Moon, they’re not yours our songs, are not our, the your visions?”.

Ivan meditava que estava há dois minutos para o fim de tudo, no mais longínquo dos lugares, ouvindo a última canção da existência, com uma família que apesar de nunca ter conhecido antes, agora se tornara tudo que possuía.
Ao longe ouvia o ruído esparso do ronco dos motores do “urso”. Pegando os binóculos viu um minúsculo para quedas, o gigante era distorcido pela tremenda distância.  Olhou ao redor sem esperança, contudo além da longa e negra cabeleira da  nativa, após a taiga, em meio à tundra, viu algo.
Uma pequena formação rochosa. Ou talvez o que não pudesse ver, invisível e encoberto fosse a resposta a impossibilidade. Ivan Acena para as crianças e toma abruptamente a moça, lançando-a sobre as costas após deixar de lado o equipamento. Ele grita ás crianças para que corressem.  O relógio indicava que não havia como escaparem. A Tsar bomba era 750 vezes mais poderosa que as bombas que atingiram Hiroshima e Nagasaki. Corria desesperadamente com a moça nas costas, as crianças gritando, seguidas pelo cão peludo.  Atingiu a entrada da floresta e a extensão rochosa. Na parede de rochas engastada logo diante deles, a entrada de uma caverna.  Neste instante o mundo irrompe em luminosidade. Uma luz inadmissível varria o céu… Ao ruído ensurdecedor e ao tremor que se seguia, entraram na caverna e deslizaram centenas de metros para seu interior, enquanto do lado de fora ventos de 320 km por hora varriam da face da terra o que ainda restava do vilarejo.
Ivan mused that it was two minutes to the end of everything, in the remotest of places, listening to the last song of existence, with a family that despite never having met before, now became everything he owned. In the distance I heard the noise of the engines roar of sparse “bear”. Getting the binoculars saw a tiny parachute, the giant was distorted by the tremendous distance. Looked around hopelessly, however beyond the long and dark hair the native, after the taiga, in the midst of tundra, saw something. A small rock formation. Or maybe what I could see, invisible and glossed over was the answer to impossibility. Ivan Beckons for children and takes the girl abruptly, flipping it on its back after leaving aside the equipment. He yells at kids to ride. The clock indicated that there was no way to escape. The Tsar bomba was 750 times more powerful than the bombs that hit Hiroshima and Nagasaki. Ran desperately with the girl in the back, the screaming kids, followed by hairy dog. Reached the entrance of the forest and rocky extension. On the wall of rocks before them, saw the entrance of a cave. Right now the world exploded in luminosity. A light inadmissible swept the sky. Pushed by deafening noise and earthquake that followed, they entered the cave, dropping hundreds of feet inside, while outside winds of 320 km per hour swept off the face of the Earth what remained of the village.
A bola de fogo gerada pela explosão tocou o solo e quase alcançou a mesma altitude do “urso”, que tremeu vigorosamente por quase 40 segundos. Ela podia ser vista a mais de 1.000 km de distância. A nuvem em forma de cogumelo que se seguiu chegou a 60 kmde altura e a 35 kmde largura. Na Finlândia dezenas de prédios perderiam suas vidraças
Nikíta Syerguêievitch Khruchtchof sorria satisfeito com a notícia. “Temei a mãe Kuska, camaradas. Temei…”


The fireball created by the explosion touched the ground and almost reached the same altitude of “bear” which shook vigorously for nearly 40 seconds. She could be seen more than 1,000 miles away. The mushroom-shaped cloud that followed reached 60 km high and 35 miles wide. In Finland dozens of buildings would lose their Syerguêievitch Khruchtchof Nikíta glazing smiled pleased with the news. “Fear Ma Kuska, comrades. Fear … “

 
Dois dias depois duas crianças, um piloto e uma jovem nemet emergiam da gigantesca caverna. Ivan levaria cerca de dois meses, mais um urso polar e mais seis renas para conseguir chegar até a base da Sibéria. A nativa se chamava Anahnah. Quando se casassem anos após, Ivan a chamaria de Anna. Ainda hoje ela entoa o antigo cântico. Após 300 páginas de relatórios, meses de exames e extensa investigação inocentaram a Ivan. O relato oficial conta que a pulso eletromagnético gerado anulou os sistemas elétricos do velho MIG causando a sua queda.  Ivan recebeu um novo avião um MIG 23. Os antigos companheiros de missão desenharam nele um gigantesco sino rachado e ao lado uma pequena frase.
“Tsar Ivan”
Two days later, two children, a pilot and a nemet girl left of the gigantic cave. Ivan would take about two months, a polar bear and a further six reindeer to be able to get to the  basis of Siberia. The native girl name was Anahnah. When you got married years after, Ivan would call Anna. Today she still sings the old chant. After 300 pages of reports, months of examinations and extensive investigation – Ivan was cleared. The official account that the electromagnetic pulse generated annulled the electrical systems of the old MIG causing his downfall. Ivan received a new plane a MIG 23. The former mission companions draw him a gigantic Bell cracked and beside a small phrase. “Tsar Ivan”

 Welington J Ferreira

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: