E estes sinais seguirão aos que crerem:




No porto do Evangelho desembarcou certo dia uma companhia pirata ligeiramente amaldiçoada. 

Um misto de canibais com fantasmas e vampiros, consequência de maldições impostas por magias ancestrais.
 

Seja como for, eles desembarcaram há muitos anos nas praias da Doutrina, nas cercanias da Verdade, nas fronteiras da enseada da Interpretação Bíblica. Armados de espadas enferrujadas e gritando impropérios em línguas mortas, incendiaram pulpitos e seminários, queimaram igrejas, contaminaram poços de águas vivas com pedaços que pendiam das próprias vísceras. Como uma horda ensandecida eles caminharam pelos pastos verdejantes profetizados no salmo 23 e sem a menor cerimonia, o incendiaram. 
 

Todos eles possuem uma característica comum.


 

Quando estavam vivos eram falsos profetas.

Agora mortos, são só espectros e vestígios de falsos mestres. E sua sádica doutrina é muitíssimo venenosa. 

Quando deixam suas marcas bruxuleantes acabam por matar os pobres coitados que se alimentam dos pães envelhecidos ou do vinho de baixa qualidade que distribuem em enormes garrafas.

Em  enormes garrafas.

Não os ouça,  pois são como antigas sereias, ao final de seus discursos, se sua alma lhes der ouvidos, você cairá morto.

Ou será alistado em suas fileiras malévolas, até o final de seus dias.

E se tornará como um deles.

Assim, meio que… Inutil.

Ou você, sim, você homem de Deus,  toma vergonha nessa tua cara e defende a fé que um dia te foi concedida.  

A verdade os perturba porque revela  a sua origem.  Ela revela a quem eles pertencem.

 Welington Corporation

Com apoio do FT&CA (Filosofia Teologia e Coisas Afins)

Apresenta

Um pequeno estudo sobre Marcos.

  E estes sinais seguirão aos que crerem

 

Lá das cercanicas do capitulo décimo sexto de MarcosE estes sinais seguirão aos que crerem:
Em meu nome expulsarão os demônios;
falarão novas línguas;
Pegarão nas serpentes;
e,
se beberem alguma coisa mortífera,
não lhes fará dano algum;
e porão as mãos sobre os enfermos,
e os curarão.
Ora,
o Senhor,
depois de lhes ter falado,
foi recebido no céu,
e assentou-se à direita de Deus.
E eles,
tendo partido,
pregaram por todas as partes,
cooperando com eles o Senhor,
e confirmando a palavra com os sinais que se seguiram.
Amém.

Marcos 16:17-20

Dá até para imaginar.Ouve-se o grito ensurdecedor da horda dos piratas! Gritam e murmuram e lançam poeira enquanto caminham como se fossem zumbis… e então podemos perceber o ruído das correntes que eles arrastam e presas a elas uma pedra… nela escrito: INCREDULIDADE.   

Então sorrio e lembro:

Jesus Cristo é o mesmo, ontem, e hoje, e eternamente.

Hebreus 13:8

And these signs shall follow them that believe;

Landed in the harbor of the Gospel one day a company of pirates slightly cursed .
They were a mixture of cannibals with ghosts and vampires , the result of ancestral curses imposed by spells .

Anyway, many years ago they landed on the beaches of the Doctrine on the outskirts of Truth , on the borders of the cove of Biblical Interpretation .
Armed with rusty swords and shouting profanities in dead languages ​​, they burned pulpits and seminaries  , they burned churches , they  contaminate wells of living water with pieces of their own innards . Crazed horde – they walked in the green pastures prophesied in Psalm 23 and without the slightest ceremony , the torched .

They all have a common feature .

When they were alive were false prophets .
Now dead , are traces of spectra and are false teachers . And his doctrine is highly poisonous .
When they leave their marks end up killing the poor wretches – feeding of aged bread and wine of low quality that distribute in huge bottles .
In huge bottles .
Do not listen to them , they are like old mermaids at the end of his speeches , if your soul heed them , you will fall dead .
Or will be listed in their ranks malevolent , until the end of his days .
And it will become one of them.
Or you , yes, you man of God , take shame that your face and defends the faith that one day was granted to you.
The truth disturbs because it reveals their origin . She reveals to whom they belong .

Welington Corporation
With support from the FT & CA ( Philosophy and Theology Related Stuff )
present

A small study on Mark .



 And these signs shall follow them that believe
There in cercanicas of the sixteenth chapter of Mark
And these signs shall follow them that believe;
In my name shall they cast out devils;
speak with new tongues ;
They shall take up serpents ;
and
if they drink any deadly thing ,
not hurt them ;
they shall lay hands on the sick ,
and they shall recover .
Now
the Lord ,
after he had spoken ,
was received up into heaven ,
and sat down at the right hand of God .
And they ,
taking advantage ,
preached by all parties ,
the Lord working with them ,
and confirming the word with signs that followed .
Amen
Mark 16:17-20

You can even imagine.
We hearing the deafening scream horde of pirates ! They Shout and whisper and throw dust as they walk as if they were zombies … and then we can hear the noise from the chains they dragged and arrested them a stone … on the stone written: UNBELIEF 
So smile and remember :

Jesus Christ is the same yesterday , today, and forever



Rio de janeiro  –  Alto da Boa Vista. 20 anos atrás. O velho Chevete, antigo carro da Chevrolet, berra para tentar subir a estrada que leva ao Alto da Boa Vista no Rio de Janeiro… 

O casal carrega uma menina de três anos no banco da frente e ela começa a ficar febril.  Seu corpo fica avermelhado, com manchas e errupções que indicam uma doença infecciosa. O pai aproveita a descida e impõe a mão direita na menina, orando para que ela seja curada. 

O passeio do sábado é interrompido em busca de uma clínica no bairro de Freguesia. 
Na antiga clinica Renault Lambert a menina é atendida. Mas quando chegou não estava mais avermelhada. 
O diagnóstico é de uma possível Rubéola, mas como se estivesse quase que curada. 
O casal sai da clinica sem um diagnóstico definido e a prescrição de um antifebril. 

A mãe reclama para o marido:

– Da próxima vez você ORA depois que a gente fizer a consulta.

A menina não teve chance de manifestar a doença, ela foi curada ainda nos momentos iniciais da mesma. 


Bahia – Mataripe – Interior da Refinaria Landulpho Alves.

São por volta das 9:00 horas da manhã. 24 anos atrás. O Supervisor de solda que trabalhava numa obra industrial da velha refinaria Landulpho Alves chega para conversar com o fiscal de obras. Está com uma aparencia bem abatida por causa de uma gripe que se arrasta há semanas. São amigos há alguns anos anos. O fiscal de obras olha para o Supervisor de solda e pergunta a quanto tempo ele está assim. Ele afirma que já está a semanas daquele jeito. O amigo, cheio de fé, diz para ele que retorne as 15:00. E que se prepare para receber uma cura às 15:00.

O encarregado pertencia a uma igreja pentecostal, mas considerava a enfermidade como uma provação, uma situação do dia a dia, não enxergava as enfermidades como algo de caráter maligno, mas como uma situação natural.

O seu amigo disse que sua postura com relação a doença deveria ser semelhante a que ele teria diante de uma situação que tivesse que lidar com um demônio.

Sem parcimônia. Sem muita conversa. Sem piedade. Com raiva. Com urgência. Com nojo. Desejando ardentemente que a situação fosse destruída. Como se ela fosse uma entidade autônoma, consciente e que estivesse ali somente e tão somente para conceder desconforto, angustia, fraqueza e dor.

Deveria agir em relação a ela como trataria a alguém que quisesse bater em sua filha. Deveria detestá-la. Deveria odiá-la.  Deveria orar com certeza absoluta de que aquilo, que aquela coisa, aque quela porcaria, merecia somente um único destino. Uma cova. Merecia somentes destruição e anulação.

Dito isso pediu que ele voltasse as 15:00.

O Supervisor de solda saiu dali com aquilo em mente.

E retornou às 15:00, conforme solicitado. O seu amigo orou por ele para que fosse curado. Ele agradeceu e saiu.

Duas semanas depois o encarregado, já absolutamente curado da gripe, disse que a partir das 15:00 daquele dia ele começou a melhorar. E a melhorar ainda mais. Anoiteceu e poucos sintomas ainda resistiam. Acordou no dia seguinte se sentindo muito bem. Foi a frente de sua igreja e anunciou o que tinha acontecido. Uma das senhoras da congregação que ouvira atentamente chegou perto dele e disse: – Essa noite, ainda essa noite eu sei que algo vai acontecer, que Deus irá visitar-me de algum modo. E vai me curar do jeito que fez com você.

Eu não conheço o desfecho da história.  Nem a enfermidade que a mulher possuía. Não sei o que aconteceu com a mulher que ouviu o testemunho.

Feira de Santana – São nove horas da noite e eu tropeço com a Jessica de dois anos no colo, com um dos pés enroscados no fio de energia do teclado musical, um velho Cassio CT- 470.  Caio com a Jessica nos braços e ela bate sua cabeça na quina de uma parede.  Após a queda orei por ela e corremos ao pronto socorro. A inchação da contusão arroxeada foi diminuindo até chegarmos a clinica. Prontamente atendidos a chapa tirada não mostrava nenhum tipo de fratura ou dano.  Deus preservara a nossa filha de qualquer filha de qualquer ferimento grave. Uma semana depois mal se via marcas do que poderia ter sido um grave acidente.  Lembro que morávamos no segundo andar de uma mulher que era extremamente idólatra.  Misturava religiões e realizava atos de magia, diversas “simpatias” e rituais diversos. Em sua sala possui uma imagem de um ídolo ao qual prestava homenagem e a quem fazia oferendas.  Ela era a locadora de nosso imóvel e fazia seus rituais enquanto ali morávamos. A casa de dois andares era bem grande e possuía também uma varanda, uma escada de dois lances que levava ao segundo andar e um sótão.

Os morcegos da cidade se refugiavam à noite no sótão. Pelas manhãs nós varríamos o chão do andar onde morávamos limpando a sujeita que os morcegos faziam no sótão, que caia pelas frestas do teto de madeira.

Resolvemos iniciar um seminário sobre dons espirituais lá na casa alugada com um pequeno grupo de certa igreja local.

Enquanto durou o grupo, a dona da casa cessou os rituais, parou as oferendas e foi morar na casa de alguma filha em outro bairro da cidade.  Não conseguia, por algum motivo… permanecer próxima a um ambiente onde pessoas oravam.

A Jessica se aperfeiçoava na arte de pilotar um triciclo que tinha ganhado no natal.   Fazia curvas sobre duas rodas, e um dia desce ouvimos o ruído de um triciclo descendo as escadas.  Sim ela sobreviveu.

Rio de Janeiro. Vila Valqueire – Anos depois, num pequeno culto numa casa de uma vila da rua Jeronimo Pinto, uma moça grávida convidada ao culto, pede que orem por ela para que tudo corra bem no parto, pois está tendo dores intensas e corria o iminente risco de perder a criança.

Alguém ora pela jovem para que não nada incomode ou perturbe sua gravidez.  Alguns meses depois ela reaparece com uma bela criança em seu colo. Daquele dia em diante, não sofrera dores, desconforto, tudo ocorrera na mais perfeita ordem.  E seu filho possuía a saúde perfeita.

Há 30 anos atrás.  Rio de janeiro – Madureira. Uma jovem está desaparecida a quase dois dias de casa. Aparentemente fugiu de casa. Era uma adolescente.  Seus amigos aflitos se reúnem na igreja à qual pertencem e oram a Deus para que a moça que não aparece em casa faz dias, vá até um culto dos jovens que ocorreria naquela noite.

Ela não comparecia aos cultos há semanas. Mas naquela noite, subitamente, ela compareceu.  E ela retornou para sua casa, disposta a rever sua relação familiar.

10 anos atrás. Rio de Janeiro. Praça seca – O bêbado entrou no meio do culto causando certo rebuliço. Eu tocava uma guitarra.  Houve um momento entre as musicas que deixei de lado o instrumento, segui incólume até o bêbado e toquei a cabeça dele com uma das mãos repreendendo o poder que controlava. Qualquer que fosse. O homem embriagado caiu nas mãos de um diácono e desmaiou. Quando acordou estava sóbrio.  Recebi uma reprimenda. Disseram-me que não deveria ter deixado meu instrumento para ir até o sujeito e deixado esse trabalho para os que tinham essa incumbência naquela igreja. 

Rio de janeiro. Madureira. Em determinada denominação uma senhora chegou passando muito mal. Levantei-me e fui até ela e impus as mãos para que ficasse restaurada. Um oficial religioso me empurrou e tirou minhas mãos de sobre a mulher. Só que tarde demais. A mulher estava recobrando a consciência e ficou sadia. Explicaram-me que ali somente um determinado cargo podia fazer tal coisa. Eu não tinha o tal cargo.

10 anos atrás. Rio de janeiro. Meu pai, após uma tremenda crise convulsiva de origem neurológica, em coma na antiga clinica Rio de Janeiro, localizada próximo a Praça Saiqui em Vila Valqueire.

Os médicos saem para conversar com minha mãe no instante em que cheguei ao hospital.  O quadro não era bom.  Na verdade os médicos da emergência não traziam boas noticias, todos os procedimentos haviam falhado e a situação somente piorava. Iam avisar minha mãe para esperar pelo pior. Eu sentei para aguardar noticias e orei pelo meu pai. Levantei os olhos e vi um enfermeiro sair correndo de dentro da UTI. Foi ao encontro de minha mãe e logo após o médico que falava com ele corria para dentro da UTI. Meu pai acordara e estava arrancando toda a parafernália ligada nele. 

Esse texto está sendo escrito em 19 de setembro de 2013.

E daquele dia em diante as crises foram diminuindo. Até cessar cerca de 1 ano depois. E ele nunca mais as sofreu.   

Há tempo indeterminado ( !!!) .. .Aos três anos de idade uma enfermidade desconhecida retirou de minha esposa a capacidade de locomoção. Ainda aos três anos de idade ela foi levada a um antigo culto que ocorria no centro da cidade do rio de janeiro no antigo prédio da associação Brasileira de Imprensa,  aonde alguém orou pela menina que chegou sem andar e que quando saiu do salão… já corria as escadas.

Eu ouvi dizer que ocorrem milagres em toda a terra.

Hoje.

2013.

Ouvi centenas de fantásticos testemunhos sobre curas maravilhosas. 

Mas, escolhi algumas curas e as declarei nesse estudo por uma razão bem simples. 

Eu não ouvi tais fatos de terceiros.

Eu os vivi, os testemunhei, eu participei, eu vivo com as pessoas impactadas por tais curas.

Então…quando ouço a voz dos simpáticos piratas que dizem que tais coisas são nada mais que uma ilusão,

Quando ouço por ai que Deus é uma fantasia e que a religião é uma espécie de ópio… Quando ouço que Cristo é uma criação literária ou leio que Deus está morto…

Quando leio a opinião na qula é dito que pessoas esclarecidas não deveriam ler um livro religioso antigo, deturpado, sem base cientifica, ultrapassado, baseado em lendas e histórias…

Quando ouço das elaboradas teorias sobre a origem das Escrituras nos contos da antiguidade…

Quando ouço sobre a criação da pessoa de Cristo a partir da releitura de arquétipos de antigas religiões…

O que ouço na verdade…é o barulho das naus dos malditos.

 

O que chega até mim é em tais situações  um rumor…o grito de horror abafado das vozes em agonia dos piratas que contaminam os poços.

literariamente falando.

 

E estes sinais seguirão aos que crerem:

Em meu nome expulsarão os demônios;

falarão novas línguas;

Pegarão nas serpentes;

e,

se beberem alguma coisa mortífera,

não lhes fará dano algum;

e porão as mãos sobre os enfermos,

e os curarão.

Ora,

o Senhor,

depois de lhes ter falado,

foi recebido no céu,

e assentou-se à direita de Deus.

E eles,

tendo partido,

pregaram por todas as partes,

cooperando com eles o Senhor,

e confirmando a palavra com os sinais que se seguiram.

Amém.

Os piratas não dizem. Amém.  Não conseguem.  Sua estranha língua não possui as palavras verdade, fidelidade, poder, autoridade, milagre, maravilha, operação milagrosa, cura divina, sinais e prodígios.

Eles não sabem pronunciar tais palavras.

E  nem qual o significado delas.

Por isso, se um homem vestido de vestes eclesiásticas, com doçura em seus olhos, perfumado de flores campestres…se ele não conseguir pronunciar tais palavras (sem negá-las e sem tentar nulifica-las) esse homem é um pirata disfarçado.

Porque a essência do milagroso repugna aos piratas.

O maravilhoso é sua desgraça, porque o maravilhoso os revela, manifesta de quem são filhos e a quem pertencem.

Os piratas criam alguns monstros nos porões de seus navios que podem tomar outras formas.  Em nome de impedir o maravilhoso eles os soltaram sobre as comunidades em ruínas para comerem os que ainda tivessem sobrevivido.


Os monstros fazem milagres falsos, relatam curas que não ocorreram, testemunham milagres que jamais aconteceram. Porque é necessário. Os falsos profetas que se tornaram fantasmas necessitam de falsos profetas vivos! A quem os monstros (que saíram dos porões lúgubres das naus-sem-rumo) morderem se tornam falsos profetas vivos! 

Eles mentem, eles gritam, eles mercadejam a verdade, eles anunciam a si mesmos!

Os mordidos tornam-se vorazes devoradores de dinheiro!

Eles gritam:  – Dinheiro! Dinheiro!

E correm nus pelos cemitérios para buscarem inspiração para os falsos milagres que farão.

Mas, não se deixe enganar. São piratas também.

Os piratas negam que os monstros saíram de seus porões! E fingem que os odeiam, usando os seus erros para justificar sua missão. Por causa das correntes que os prendem a sua sina. A INCREDULIDADE.

Como se trilhões de células nascendo a partir de uma única célula não fosse maravilhoso o suficiente.

A incredulidade destrói a capacidade espiritual humana. Distorce seu intelecto. A possibilidade de aminoácidos precisamente sequenciados surgirem por acaso no nosso universo  é de 1×10 elevado a 127.

O cético depreza qualquer resposta que não atenda a incredulidade. Ele não busca a verdade. A verdade não é a razão que move seus argumentos. É a voz de sua loucura. 

Certa feita Jesus fala de uma parábola a respeito de um um homem rico e cético que morreu e foi parar num lugar de sofrimento. Ao se deparar com a realidade espiritual, tendo selado seu próprio destino ele pede uma chance para retornar do reino dos mortos e avisar aos seus parentes que viviam na mesma escuridão espiritual que ele viveu. ele argumenta que se uma maravilha como um morto retornar dos mortos e contar o que viu poderia fazer com que acordassem. Abraão adverte que nada pode fazer um homem despertar se não amar ou buscar uma resposta verdadeira.  Que eles já possuiam as evidencias sobrenaturais necessárias. A revelação divina dada por meio de Moisés e dos Profetas. E que se aquilo não fosse o suficiente, nada, absolutamente nada no universo faria qualquer diferença.

Não existem organismos simples no nosso universo. É uma mentira.

O pirata necessita aplicar reducionismo a todas as realidades bioquímicas que foi capaz de observar, para não maravilhar-se.

O mais simples ser vivo é uma maravilha impossível de ser recriada, nem com toda a tecnologia humana.

Tesla, engenheiro elétrico e cientista, visualizou mecanismos que jamais existiram antes até o momento em que ele os visualizou. A partir das visões em sua mente criou a geração de corrente elétrica alternada.

Algo extraordinário. Ver  com a mente o que ainda não existe e a partir do conhecimento parcial de sistemas físicos complexos (o fenômeno elétrico ainda é parcialmente compreendido) gerar algo que hoje impacta toda a industria e tecnologia humana. 

Enquanto a mente concebe uma máquina que ainda não existe… ocorrem em nós processos que envolvem centenas de quilômetros de canais sanguíneos, bombeados por uma máquina que se contrai mais de 37 milhões de vezes durante a vida, operado a partir de uma central de força independente. A mente não é o cérebro…a consciencia é uma realidade superior à máquina na qual ela opera.  O organismo gera seu próprio campo magnético e sua própria eletricidade. A luz é transformada em impulsos elétricos que transmutam-se em sinais químicos e trafegam por bilhões de sinapses que guardam memórias recuperáveis, memórias espaciais, gustativas, sonoras, visuais, táteis, olfativas, cinéticas.

O universo captado que modifica-se a cada instante é decodificado e guardado dentro de  uma rede de complexidade incomparável de neurônios. 

Nosso corpo em constante mutação troca sua pele mil vezes durante a vida, e nossos átomos são substituídos cerca de 97% deles em um ano.

A cada ano só 3% de nossos a´tomos originais permanecem em nós.

Todas as formas de armazenamento de informações criadas com ajuda de nanotecnologia necessitam de que os dispositivos mantenham suas moléculas originais, com suas propriedades magnéticas, óticas, eletricas.

Nós não.

Quanto mais a ciência avança mais maravilhoso se torna a estrutura e complexidade de tudo que nos envolve. 

E  por meio de um processo incompreensível, o espírito dos piratas mais endurece, mais amargurado fica e mais rejeição neles é gerada. 




 

Porque quanto mais do universo percebemos, mais nesse universo nos assombramos.

A palavra de Cristo fala de sinais e prodígios que são muito mais factíveis que o que acontece na própria criação!

O universo é em si mesmo muito maior que os sinais decretados para que a igreja os exerça.

A natureza é uma declaração mais poderosa e gloriosa da onipotência divina que todas as curas que a operação de milagres poderia realizar.  

A inteligência divina manifesta em todas as coisas é insondável e mesmo que por milênios Deus revelasse seus mistérios a milhões de seres humanos que os computassem, que os guardassem e pudessem resgatar, ainda assim seria uma parcela muito pequena de tudo quanto ele Sabe.

Todas as revelações entregues através de interpretações de línguas estranhas na terra não são mais impressionantes que a própria vida manifesta a todo ser humano.

Nele vivemos, nele nos movemos, nele existimos.

O universo é uma carta escrita por Deus para que nós aprendamos a crer. 

A promessa de poder que Cristo concede a sua igreja é um sopro de sua gloria.

Nada mais que um sopro.

Dias antes da declaração escrita no evangelho de Marcos,  Jesus aparece aos discípulos reunidos e é justamente isso que ele faz.

Assopra sobre eles.

Eu já ouvi muitas pessoas falando em outras línguas, línguas estranhas.

E ouvi algumas interpretações sobre os mistérios das palavras que pronunciavam.  E acompanhei jovens que tinham visões e sonhos com anjos. Os piratas odeiam ouvir falar de anjos. 

Já os monstros gostam. Os monstros, mentirosos que são, dizem que os vêem o tempo inteiro.

O homem que crê nas Escrituras caminha entre dois pólos.

Na extremidade esquerda a incredulidade plena, cheio do ódio de Nietzche, do materialismo dialético, do evolucionismo cético. 

Seguindo em direção ao canto direito passamos pelos que crendo em Deus e …bem… não crêem em seus milagres. Ensinam que ele jamais os realizará de novo, ( apesar de crerem que já os realizou algum dia). Negam a profecia,  negam a cura e aos dons espirituais.

No centro da estrada estão, enfim, aqueles que creem.

E que lutam para permanecer crendo.

A direita destes estão os que misturam suas visões distorcidas sobre santidade, os seus conceitos sobre espiritualidade e que em nome de sua vaidade transformaram a manifestação dos dons num teatro. Exibidos num circulo fechado para poucos.

Mais a direita ainda, encontram-se os que negam a fé, mas, ainda mantém a aparência de que creem, com falsos sinais, com falsos milagres e o amor ao lucro com base em falsos testemunhos.

Logo além destes encontramos a seara final dos que se desviam da doutrina divina de tal modo que se divinizam a si mesmos. São Eles que curam. São Eles que possuem o poder. Eles então se anunciam como anjos, como únicos profetas e ao final como o próprio Cristo.

Nos momentos finais que Cristo passou na terra ele anuncia algo novo. Algo absurdamente novo.  


 

E como sempre é uma realidade assustadora.   Algo iria acontecer enquanto ele fosse Cristo e enquanto pudessem crer. 

As palavras que ele usa no discurso final são: Serpentes e Veneno.  São figuras de oposição, de traição, refletem malignidade.

Normalmente envenenamos quem nós queremos matar.

Haveria um risco incalculável em  seguir ao Salvador. 

E haveria livramento sobrenatural.

Jesus ordenou algo naquele instante.

Além de apontar o que ocorreria num futuro próximo, era uma ordenação. O universo recebia de Cristo uma ordem e os anjos todos estariam comprometidos em cumpri-la.

Estes Sinais seguirão aqueles que crerem – não é uma opção semantica.

Significa autoritativa, exclusiva, irrevogável, inalienável, imprescritivelmente, que seria assim.

Todo homem que escreveu que tais sinais terminaram na época dos apóstolos são falsos profetas. Ou piratas que não compreendem porque determinadas cigarras eclodem em ciclos baseados em números primos diferentes, em certa região.

Você abriga no coração a voz da escuridão se pensa que Cristo não é poderoso para realizar hoje o que prometeu de uma vez para todo o sempre.

Não há mestre das Escrituras autorizado a desmentir a Cristo ou reduzir o que ele falou. 
E dentre os de fora, quem possa convencer ao ser humano que Cristo não é quem afirma ser ou que ele não fará o que prometei fazer.

Todo homem que dizendo pertencer a Cristo e em nome de Cristo negar veementemente ao poder de Deus não pertence a ele.  E se você o ouvir, morrerá espiritualmente.

Porque não foi um pirata que disse isso. Nem um falso profeta. E nem um monstro saído dos porões de uma nau sem rumo.

E estes sinais seguirão aos que crerem:

Em meu nome expulsarão os demônios;

falarão novas línguas;

Pegarão nas serpentes;

e,

se beberem alguma coisa mortífera,

não lhes fará dano algum;

e porão as mãos sobre os enfermos,

e os curarão.

Foi ele.

Jesus Cristo.

Escolha então o destino de teus sonhos e qual, afinal de contas, a tua verdadeira vocação. Gigantesca é a porta dos navios que conduzem a lugar nenhum.

A dona dos navios, tem vestes de uma prostituta; Seu animal de estimação é um dragão de dez cabeças. E já foi menina um dia nas terras de Sineaar, que amava desde a época que a antiga torre que alcançava os céus se erguia na terra de seu nascimento. Terra para qual ela voltou já adolescente carregada numa grande jarra conduzida por duas mulheres que tinham asas como de cegonhas.  Tiraram a tampa de chumbo da botija e a menina correu livre pelos campos de Babilônia.

Mas nunca deixou de lado nem a magia e nem o gosto pelo sangue humano.

Então creia. E deixe os piratas, enterrarem aos piratas;

E siga o ressurreto.
Welington Corporation



















Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: