TAMAR



Apoiado no texto de http://faladeus.wordpress.com/2009/06/13/tamar-uma-mulher-que-nao-abriu-mao-de-seus-direitos/



Tamar: uma mulher que não abriu mão de seus direitos.

13062009


No capítulo 38 de Gênesis vemos que abre-se um parênteses na história de José, iniciada no capítulo 37, que termina com a venda de José a Potifar, já no Egito. No capítulo 38 lemos:

Gênesis 38

1 ¶ E aconteceu no mesmo tempo que Judá desceu de entre seus irmãos e entrou na casa de um homem de Adulão, cujo nome era Hira,
2 E viu Judá ali a filha de um homem cananeu, cujo nome era Sua; e tomou-a por mulher, e a possuiu.
3 E ela concebeu e deu à luz um filho, e chamou-lhe Er.
4 E tornou a conceber e deu à luz um filho, e chamou-lhe Onã.
5 E continuou ainda e deu à luz um filho, e chamou-lhe Selá; e Judá estava em Quezibe, quando ela o deu à luz.
6 Judá, pois, tomou uma mulher para Er, o seu primogênito, e o seu nome era Tamar.
7 Er, porém, o primogênito de Judá, era mau aos olhos do SENHOR, por isso o SENHOR o matou.
8 Então disse Judá a Onã: Toma a mulher do teu irmão, e casa-te com ela, e suscita descendência a teu irmão.
9 Onã, porém, soube que esta descendência não havia de ser para ele; e aconteceu que, quando possuía a mulher de seu irmão, derramava o sêmen na terra, para não dar descendência a seu irmão.
10 E o que fazia era mau aos olhos do SENHOR, pelo que também o matou.
11 Então disse Judá a Tamar sua nora: Fica-te viúva na casa de teu pai, até que Selá, meu filho, seja grande. Porquanto disse: Para que porventura não morra também este, como seus irmãos. Assim se foi Tamar e ficou na casa de seu pai.
12 ¶ Passando-se pois muitos dias, morreu a filha de Sua, mulher de Judá; e depois de consolado Judá subiu aos tosquiadores das suas ovelhas em Timna, ele e Hira, seu amigo, o adulamita.
13 E deram aviso a Tamar, dizendo: Eis que o teu sogro sobe a Timna, a tosquiar as suas ovelhas.
14 Então ela tirou de sobre si os vestidos da sua viuvez e cobriu-se com o véu, e envolveu-se, e assentou-se à entrada das duas fontes que estão no caminho de Timna, porque via que Selá já era grande, e ela não lhe fora dada por mulher.
15 E vendo-a Judá, teve-a por uma prostituta, porque ela tinha coberto o seu rosto.
16 E dirigiu-se a ela no caminho, e disse: Vem, peço-te, deixa-me possuir-te. Porquanto não sabia que era sua nora. E ela disse: Que darás, para que possuas a mim?
17 E ele disse: Eu te enviarei um cabrito do rebanho. E ela disse: Dar-me-ás penhor até que o envies?
18 Então ele disse: Que penhor é que te darei? E ela disse: O teu selo, e o teu cordão, e o cajado que está em tua mão. O que ele lhe deu, e possuiu-a, e ela concebeu dele.
19 E ela se levantou, e se foi e tirou de sobre si o seu véu, e vestiu os vestidos da sua viuvez.
20 E Judá enviou o cabrito por mão do seu amigo, o adulamita, para tomar o penhor da mão da mulher; porém não a achou.
21 E perguntou aos homens daquele lugar, dizendo: Onde está a prostituta que estava no caminho junto às duas fontes? E disseram: Aqui não esteve prostituta alguma.
22 E tornou-se a Judá e disse: Não a achei; e também disseram os homens daquele lugar: Aqui não esteve prostituta.
23 Então disse Judá: Deixa-a ficar com o penhor, para que porventura não caiamos em desprezo; eis que tenho enviado este cabrito; mas tu não a achaste.
24 ¶ E aconteceu que, quase três meses depois, deram aviso a Judá, dizendo: Tamar, tua nora, adulterou, e eis que está grávida do adultério. Então disse Judá: Tirai-a fora para que seja queimada.
25 E tirando-a fora, ela mandou dizer a seu sogro: Do homem de quem são estas coisas eu concebi. E ela disse mais: Conhece, peço-te, de quem é este selo, e este cordão, e este cajado.
26 E conheceu-os Judá e disse: Mais justa é ela do que eu, porquanto não a tenho dado a Selá meu filho. E nunca mais a conheceu.
27 E aconteceu ao tempo de dar à luz que havia gêmeos em seu ventre;
28 E sucedeu que, dando ela à luz, que um pôs fora a mão, e a parteira tomou-a, e atou em sua mão um fio encarnado, dizendo: Este saiu primeiro.
29 Mas aconteceu que, tornando ele a recolher a sua mão, eis que saiu o seu irmão, e ela disse: Como tu tens rompido, sobre ti é a rotura. E chamaram-lhe Perez.
30 E depois saiu o seu irmão, em cuja mão estava o fio encarnado; e chamaram-lhe Zerá.
Interessante notar que, logo no primeiro versículo, lemos que Judá se separou de sua família. Pelo momento que a história é contada – logo após terem vendido seu irmão – podemos supor que ele tenha preferido se afastar para não ter que conviver com o sofrimento de seu pai e sobretudo por causa da mentira que ocultava.
Naquela época, uma viúva sem filhos teria sérios problemas na vida. Ela estaria condenada à mendicância após a morte de seus pais, pois o marido era responsável pelo sustento e o filho, pela garantia da herança. Após a morte de seu esposo, Tamar lutou pelo seu “direito de ter um filho” e sobretudo garantir os direitos de Er, seu esposo, em ter o seu nome preservado através de um descendente. Em tais situações, era dever do cunhado perpetuar a linhagem de seu irmão falecido (lei do levirato) e a também prover o sustento e as necessidades da viúva.
Cumprindo-se a lei do levirato, Judá entrega Tamar a Onã, seu filho do meio. Por essa lei, o cunhado só poderia ter relações para gerar um herdeiro para o irmão falecido, sendo que após  a concepção, ela seria novamente viúva e não poderia mais ter relações. Onã porém agiu com mesquinhez, primeiro porque não queria ter que dividir sua herança com o filho que nasceria da cunhada (e a herança do primogênito, ou seja, do filho mais velho que faleceu, era dobrada). Segundo, porque queria continuar mantendo relações. Então ele usou-se de um artifício para não engravidar a cunhada – derramava o sêmen na terra. Tal atitude custou-lhe a vida.
Entretanto, para Judá e sua esposa o problema não estava nos filhos – estava em Tamar. Já percebeu como nós temos a tendência de culpar outros pelos nossos problemas? Como é difícil para nós analisar uma situação de maneira imparcial e reconhecer que a culpa não está em outras pessoas, mas em nós mesmos? É muito mais fácil jogar a culpa no demônio do que assumir que o problema está em nós. Vemos isso muito claramente no versículo 11. Judá não estava disposto a fazer cumprir a lei do levirato, entregando o filho mais novo para Tamar – ele achava que, de alguma forma, ela era a responsável pela morte de seus dois filhos mais velhos.
Entretanto, a lei do levirato prevê que, para continuar uma linhagem, o próprio pai poderia gerar filho com sua nora – e Judá sequer cogitou essa solução. Foi essa lei que as filhas de Ló utilizaram para gerar filhos para seu pai, uma vez que achavam que não havia mais ninguém na terra além deles.
Judá manda, no versículo 11, Tamar de volta para a casa de seus pais, prometendo que assim que o filho mais novo estivesse na idade de casar, ele a chamaria.
O tempo foi passando e ficou claro para Tamar que, se dependesse de Judá, ela estaria condenada a ser uma viúva sem filhos. Mas ela tinha direitos, e não abriu mão deles. Depois da morte da sogra, conhecendo os hábitos do sogro, ela colocou em prática uma estratégia ousada: se fez passar por uma prostitua cultual. O que era uma prostituta cultual? As prostitutas cultuais eram usadas nos cultos de fertilidade no Oriente Médio. Nesses cultos acreditava-se que a colheita e os rebanhos eram aumentados pelo intercurso ritual com as prostitutas de certas deusas como Aserá, Asterote e Anate. Elas normalmente cobriam o rosto, pois acreditava-se que as próprias deusas “encarnavam” nessas mulheres.
Tamar havia pensado em todos os detalhes. Ela sabia que sua vida estaria em risco quando sua barriga começasse a crescer e os fofoqueiros de plantão (não se preocupe, eles são mais antigos que a profissão de prostituta) levassem a notícia a Judá. Como não havia exame de DNA na época, ela precisaria provar quem era o pai da criança, sem deixar sombra de dúvida. Ela então fica com alguns pertences de Judá, como penhor: o selo, o cordão e o cajado.
Quando a notícia chegou a  Judá (v.24), sua reação foi a esperada: “Queimem a vagabunda!”. Veja como a notícia chegou: “tua nora adulterou e eis que está grávidado adultério“. Cuidado com as notícias que você recebe! Eles nem se deram ao trabalho de saber quem era o pai ou se porventura ela havia sido violentada. O julgamento já havia sido dado – ela adulterou e ponto. Pior ainda – eles nunca se importaram em interceder por Tamar junto a Judá para que ele lhe enviasse o filho menor. Eles estavam prontos para criticar, acusar mas não para ajudar. Infelizmente, o quadro hoje não é muito diferente…
Em sua sabedoria, Tamar espera o momento certo para “esfregar o exame de DNA na cara de Judá”. E o reconhecimento de paternidade por parte dele, declarando ter sido ela mais justa que ele mesmo. Essa mulher admirável, que não aceitou abrir mão do que era seu por direito.
Agora, vejamos o que ocorria no mundo espiritual. Em Gênesis 49 lemos:
8 ¶ Judá, a ti te louvarão os teus irmãos; a tua mão será sobre o pescoço de teus inimigos; os filhos de teu pai a ti se inclinarão.
9 Judá é um leãozinho, da presa subiste, filho meu; encurva-se, e deita-se como um leão, e como um leão velho; quem o despertará?
10 O cetro não se arredará de Judá, nem o legislador dentre seus pés, até que venha Siló; e a ele se congregarão os povos.
11 Ele amarrará o seu jumentinho à vide, e o filho da sua jumenta à cepa mais excelente; ele lavará a sua roupa no vinho, e a sua capa em sangue de uvas.
12 Os olhos serão vermelhos de vinho, e os dentes brancos de leite.
O que ocorreu no capítulo 38 foi uma tentativa do inimigo em fazer cessar a descendência da qual viria o Messias (Siló). O evangelho de Mateus inicia assim:

Mateus 1

1 ¶ Livro da geração de Jesus Cristo, filho de Davi, filho de Abraão.
2 Abraão gerou a Isaque; e Isaque gerou a Jacó; e Jacó gerou a Judá e a seus irmãos;
3 E Judá gerou, de Tamar, a Perez e a Zerá; e Perez gerou a Esrom; e Esrom gerou a Arão;
4 E Arão gerou a Aminadabe; e Aminadabe gerou a Naassom; e Naassom gerou a Salmom;
5 E Salmom gerou, de Raabe, a Boaz; e Boaz gerou de Rute a Obede; e Obede gerou a Jessé;
6 E Jessé gerou ao rei Davi; e o rei Davi gerou a Salomão da que foi mulher de Urias.
7 E Salomão gerou a Roboão; e Roboão gerou a Abias; e Abias gerou a Asa;
8 E Asa gerou a Josafá; e Josafá gerou a Jorão; e Jorão gerou a Uzias;
9 E Uzias gerou a Jotão; e Jotão gerou a Acaz; e Acaz gerou a Ezequias;
10 E Ezequias gerou a Manassés; e Manassés gerou a Amom; e Amom gerou a Josias;
11 E Josias gerou a Jeconias e a seus irmãos na deportação para babilônia.
12 E, depois da deportação para a babilônia, Jeconias gerou a Salatiel; e Salatiel gerou a Zorobabel;
13 E Zorobabel gerou a Abiúde; e Abiúde gerou a Eliaquim; e Eliaquim gerou a Azor;
14 E Azor gerou a Sadoque; e Sadoque gerou a Aquim; e Aquim gerou a Eliúde;
15 E Eliúde gerou a Eleázar; e Eleázar gerou a Matã; e Matã gerou a Jacó;
16 E Jacó gerou a José, marido de Maria, da qual nasceu JESUS, que se chama o Cristo.
17 De sorte que todas as gerações, desde Abraão até Davi, são catorze gerações; e desde Davi até a deportação para a babilônia, catorze gerações; e desde a deportação para a babilônia até Cristo, catorze gerações.
Interessante notar que Tamar está entre as três únicas mulheres que aparecem na genealogia de David e, por consequência, de Jesus. As outras, Raabe uma ex-prostitua e Rute, uma moabita.
Não abra mão daquilo que é seu por direito. Se você recebeu um sonho, uma promessa de Deus, não desanime, não deixe que as situações contrárias lhe façam desistir. Mesmo que, à semelhança de Tamar, joguem a culpa do fracasso sobre você, não permita que isso lhe lance sobre o marasmo e a depressão. Conheça seus direitos. Faça-os valer. Deus lhe dará sabedoria e estratégia para conquistar aquilo que é seu por direito.

Supported in the text of http://faladeus.wordpress.com/2009/06/13/tamar-uma-mulher-que-nao-abriu-mao-de-seus-direitos/Tamar, a woman who did not give up their rights .

In chapter 38 of Genesis we see that opens a parenthesis in the history of Joseph, begun in chapter 37 , which ends with the sale of Joseph to Potiphar in Egypt already . In chapter 38 we read :Genesis 38
1 And it came at the same time that Judah went down from his brothers and went into the house of a man of Adullam , whose name was Hirah2 And Judah saw there a daughter of a certain Canaanite , whose name was His , and took her to wife , and possessed .3 And she conceived and bore a son , and called his name Er .4 And she conceived and bore a son and named him Onan .5 He went further and gave birth to a son , and called his name Shelah : and Judah was Quezibe when she gave birth .6 And Judah took a wife for Er his firstborn , and her name was Tamar .7 And Er, Judah’s firstborn , was wicked in the sight of the LORD , therefore the LORD slew him .8 Then Judah said to Onan, the wife of your brother, and you home with her, and raise up seed to thy brother .9 And Onan knew that the seed should not be his; happened and that when he had his brother ‘s wife , spilled his semen on the ground , not to give offspring to his brother .10 And the thing which he did displeased the LORD , for he slew him also .11 Then said Judah to Tamar his daughter in law , It is a widow in thy father’s house , till Shelah my son be grown . For he said, Lest peradventure he die also , as his brethren . Tamar went and remained in her father’s house .12  Turning up for many days , died of his daughter , the wife of Judah, and Judah was comforted after rose to his sheep shearers to Timnath , he and Hirah his friend , the Adullamite .13 And it was told Tamar , saying, Behold thy father in law goeth up to Timnath to shear his sheep .14 Then she took off him the garments of her widowhood , and covered herself with her veil , and wrapped up , and sat at the entrance of the two sources that are in the path of Timna , for she saw that Shelah was great , and she not given him a wife.15 And Judah saw her , took her for a prostitute , because she had covered her face.16 And he came to her in the way, and said , Come , I pray thee , let me hold you. For he knew not that she was his daughter . And she said, What wilt thou give , to possess me?17 And he said, I will send thee a kid from the flock. And she said : Give me full pledge until you send it ?18 Then he said , What pledge shall I give thee? And she said, Thy signet , and thy cord , and thy staff that is in thine hand . What he gave , and possessed it , and she conceived by him .19 And she arose , and went and took upon him her veil and put on the garments of her widowhood .20 And Judah sent the kid by the hand of his friend the Adullamite , to take the pledge from the woman’s hand : but he found her not .21 Then he asked the men of that place , saying, Where is the harlot, that was the path along the two sources ? And they said , There was no harlot in this place .22 And became Judah, and said : I have not found , and also the men of the place said , There was no harlot .23 And Judah said, Let her keep the pledge, lest we fall into contempt , behold, I sent this kid , and thou hast not found her.24 It happened, almost three months later, was told Judah, saying , Tamar thy daughter in law, committed adultery , and behold pregnant adultery. And Judah said, Bring her out to be burned .25 And he took it out, she sent word to her father : The man who these things I conceived . And she further said, you know , I pray thee , who is this seal , and this cord and this staff .26 And Judah acknowledged them and said she is more righteous than I, because I ‘m not given to Shelah my son . And never met .27 And it came to time to give birth , there were twins in her womb ;28 And it came to pass , when she gave birth , that the one put out his hand , and the midwife took and bound upon his hand a scarlet thread , saying, This came out first .29 But what happened , making him collect his hand , behold, his brother came out , and she said, How hast thou broken on you is rupture . And they called him Perez .30 And after that came his brother, in whose hand was the scarlet thread , and named him Zerah .
Interestingly , in the first verse , we read that Judah was separated from his family . By the time the story is told – after having sold his brother – we can assume that he has preferred not to move away from having to live with the pain of his father and especially because of the lie concealed .
At that time , a widow without children have serious problems in life . She was condemned to begging after the death of his parents , because her husband was the breadwinner and child , ensuring the inheritance. After the death of her husband , Tamar fought for his ” right to have a child ” and above all ensure the rights of Er , your spouse , to have his name preserved by a descendant . In such situations , the duty was coined perpetuate the lineage of his deceased brother ( levirate marriage ) and also provide a living and the needs of the widow .
Fulfilling the law of levirate , Judah delivery Tamar Onan , his middle son . Under this law , the brother could only have relationships to produce an heir for the deceased brother , and after conception , she was again a widow and could no longer have sex . But Onan acted with meanness , first because he did not want to share their heritage with the son born of minted ( and the inheritance of the firstborn , or the eldest son who died , was doubled ) . Second, because I wanted to continue maintaining relationships . Then it used a ruse to avoid becoming pregnant sister in law – spilled his semen on the ground . This attitude cost him his life.
However, Judah and his wife to the problem was not in the children – was Tamar . Ever notice how we tend to blame others for our problems ? As it is difficult for us to analyze a situation in an impartial manner and recognize that the fault lies not in others , but in ourselves ? It’s much easier to blame the devil than to assume that the problem is in us . We see this very clearly in verse 11 . Judah was unwilling to enforce the law of the levirate , handing the youngest son to Tamar – he thought that , somehow , she was responsible for the deaths of his two older children .
However , the law provides that the levirate , to continue a lineage , his father could generate son with his daughter – and even Judah wondered this solution . It was this law that Lot’s daughters used to generate children to their father , since they thought there was no one on earth besides them .
Judah orders in verse 11 , Tamar back to her parents’ home , promising that once the youngest child was of marriageable age , he’d call .
Time passed and it became clear to Tamar that if it were up to Judah , she was doomed to be a childless widow . But she was right , and did not give them . After the death of the mother , knowing the habits of the father , she put in place a bold strategy : posed by a cult prostitute . What a temple prostitute ? Cultic prostitutes were used in fertility cults in the Middle East . These cults believed that harvest and herds were increased by ritual intercourse with prostitutes certain goddesses as Asherah , Anath and Ashtaroth . They usually cover the face , because it was believed that the very goddesses ” embodied ” in these women .
Tamar had thought of every detail . She knew that her life would be at risk when your tummy started to grow and gossips on duty ( do not worry , they are older than the profession of prostitute ) would take the news to Judah Since there was no DNA testing at the time , she need to prove who was the father of the child , without leaving a doubt . She then gets some belongings of Judah , as a pledge : the seal , cord and staff .
When the news reached Judah ( v.24 ) , his reaction was as expected : ” Burn the bitch ” . See how the news came : ” Your daughter is adulterated and behold grávidado adultery.” Beware that you receive the news ! They even took the time to know who the father was or if perhaps she had been raped . The trial had already been given – and she committed adultery point . Worse – they never bothered to intercede for Tamar and Judah together , that he may send the minor child . They were ready to criticize , accuse but not to help . Unfortunately , the picture today is not much different …
In his wisdom , Tamar waiting for the right moment to ” rub the DNA test in the face of Judah.” And the recognition of paternity from him , declaring she was fairer than himself. This remarkable woman , who did not accept to give up what was rightfully his .
Now , let’s see what happened in the spiritual world . In Genesis 49 we read :
8

¶ Judah, thou thy brethren shall praise : thy hand shall be on the neck of thine enemies: the sons of thy father shall bow down to thee .
9

Judah is a lion’s whelp : from the prey , my son ; curves up and lies down as a lion, and as an old lion : who shall stir him up ?
10

The scepter shall not depart from Judah, nor a lawgiver from between his feet , until Shiloh come , and unto him shall the gathering of the people .
11

Binding his foal unto the vine , and his ass son of the choice vine , he washed his garments in wine , and his clothes in the blood of grapes .
12

His eyes shall be red with wine, and his teeth white with milk .
What happened in chapter 38 was an attempt by the enemy to stop the seed from which would come the Messiah ( Shiloh ) . The gospel of Matthew begins:Matthew 1
book of the generation of Jesus Christ , son of David , son of Abraham .2 Abraham begat Isaac and Isaac begat Jacob, and Jacob begat Judas and his brethren ;3 And Judas begat by Tamar , Perez and Zerah and Phares begat Esrom , and Esrom begat Aram ;4 And Aaron begat Amminadab , and Amminadab begat Nahshon , and Nahshon begat Salmon;5 And Salmon begat Booz of Rahab , Boaz , and Boaz begat Obed of Ruth , and Obed begat Jesse ;6 And Jesse begat David the king , and David the king begat Solomon of her that had been the wife of Uriah .7 And Solomon begat Rehoboam , and Rehoboam begat Abia , and Abia begat Asa ;8 And Asa begat Jehoshaphat , and Jehoshaphat begat Joram , and Joram begat Uzziah ;9 And Uzziah begat Jotham , and Jotham begat Ahaz , and Ahaz begat Hezekiah ;10 And Hezekiah begat Manasseh, and Manasseh begat Amon , and Amon begat Josiah ;11 And Josiah begat Jeconiah and his brothers at the deportation to Babylon .12 And after the deportation to Babylon , Jeconiah begot Shealtiel , and Shealtiel begat Zerubbabel ;13 And Zerubbabel begat Abihud ; Abihud and begat Eliakim , and Eliakim begat Azor ;14 And Azor begat Sadoc , and Sadoc begat Achim , and Achim begat Eliud ;15 And Eliud begot Eleazar , and Eleazar begat Matthan , and Matthan begat Jacob ;16 And Jacob begat Joseph the husband of Mary, of whom was born Jesus , who is called Christ .17 So all the generations from Abraham to David are fourteen generations, and from David until the carrying away into Babylon are fourteen generations , and from the carrying away into Babylon unto Christ are fourteen generations .
Interestingly Tamar is among the only three women who appear in the genealogy of David and therefore of Jesus . The other , an ex – prostitute Rahab and Ruth, a Moabite .
Do not give what is rightfully his . If you got a dream , a promise to God , do not be discouraged , do not let the situations contrary you do quit. Even if , like Tamar , throw the blame of failure on you , do not let that throw you on the apathy and depression . Know your rights . Make them count. God will give you wisdom and strategy to conquer what is rightfully his .

Acrescentando algo ao texto, já por si só espetacular.


Tamar possui uma série de costumes que nos conduzem diretamente a Índia da antiguidade. Até o século passado ainda era costume queimar as viúvas juntamente com os recém falecidos esposos em determinadas regiões da Índia. A moça ao ficar viúva ainda veste roupas de viuvez, são Sáris brancos e ela os usa até o final de sua vida. Ela não volta a casa de seus pais, é adotada e sustentada pelos familiares do marido. Geralmente o sogro.  Judá DEVOLVE a moça para a casa de seus pais viúva! Incorpora um exílio, uma tremenda humilhação, a luz de todas as culturas que analisarmos. Podemos ver isto nos fatos narrados que ocorrem a cerca de 3500 anos atrás. É nessa época que tem inicio as grandes migrações que darão inicio a formação do povo indiano. Tudo nos conduz a uma possível constatação, TAMAR era indiana!  Culturalmente, filosoficamente, espiritualmente próxima à nação da Índia como poucas mulheres da história.  Outro ponto importante da história é a superstição. Os dois primeiros filhos de Judá morrem, ele acredita, sem entender que foram fruto de um juízo que a maldição provinha de Tamar! Ela era a fonte do poder maldito que retirou seus filhos, tão certo disso imagina que seu terceiro filho irá morrer se encostar-se àquela mulher e não o permite.
Além disso, só se afasta para o serviço numa região distante a partir da morte de uma moça que não foi mencionada em nenhum momento. Judá possuía uma filha, que não foi nomeada nem no nascimento e nem em sua morte. As Escrituras retratam fielmente a condição humana, em especial a feminina nos tempos da antiguidade. Mas é a partir de uma moça não nomeada na história, que a história começará a ser mudada. O ato de loucura de Tamar é um ato de coragem extraordinário numa época em que os homens eram absolutamente donos de suas filhas, senhores de suas esposas, juízes e possíveis algozes de suas mulheres. O que Tamar faz é um plano absurdamente arriscado. Tudo, absolutamente tudo poderia ter saído errado e o resultado seria a desgraça ou a morte, mas ela arrisca tudo numa empreitada suicida em nome da honra de seu esposo e pelo direito de ser mãe. Porque além da condição feminina precária da época, havia um estigma da falta de fertilidade, a moça que não podia ser mãe seria fruto de zombaria da maioria das outras mulheres enquanto vivesse. 

Tamar é um milagre na vida de Judá. Um milagre de persistência, coragem e ousadia. Um milagre de preservação. Um milagre para nós! TAMAR é participante da salvação da humanidade! A mulher usada como uma prostituta, desprezada como viúva, rejeitada pela LEI, desprezada pelo sogro, condenada a morte, essa moça será honrada, e por sua linhagem nascerá o salvador do mundo! A filha de Judá não foi nomeada em seu próprio tempo, mas Tamar será relembrada dois mil anos depois na genealogia do Próprio Cristo!


Tamar realiza algo que não tem comparação, ou antecedentes culturais, nenhuma forma pre-estabelecida. Ela caminha sobre o abismo, apropria-se do que lhe pertence agindo como louca.  

Munida de uma certeza descomunal, empurrada pela vergonha e pelo desprezo, abraçando a grande chance de transformar a história de sua vida. De mudar seu mundo. E arrebalde mudou muito mais.
Mudou o meu.

E o seu.

Adding something to the text already in itself spectacular.
Tamar has a number of ways that lead directly to India from antiquity . Until the last century it was still customary to burn widows along with the recently deceased spouses in certain regions of India . The girl to become a widow still wears clothes of widowhood , saris are white and she uses them to the end of his life . She did not return home to his parents , is adopted and sustained by the family of her husband . Usually the father . Judah DEVOLVE the girl to the house of their fathers widow ! Incorporates an exile , a tremendous humiliation , the light of all the cultures that we analyze . We can see this in the facts narrated occurring about 3500 years ago . It was then that starts from the great migrations that will start the formation of the Indian people . Everything leads us to a possible conclusion , TAMAR was Indian ! Culturally , philosophically , spiritually close to the nation of India as few women in history. Another important point of the story is superstition . The first two sons of Judah died , he believes , without understanding that were the result of a judgment that the curse came from Tamar ! She was the source of power that damn withdrew their children , so sure imagines that her third child will die if you pull up to the woman and not allow it.
Furthermore, only departs for service in a region far from the death of a girl who was not mentioned at any time . Judah had a daughter, who was not named at birth , nor even in his death . The Scriptures accurately depict the human condition , particularly of women in times of old . But this is coming from a girl not named in the story , the story will begin to be changed . The act of madness Tamar is an act of extraordinary courage in a time when men were absolutely masters of their daughters , masters of their wives , judges and executioners potential of their women . What makes Tamar is an absurdly risky plan . Absolutely everything could have gone wrong and the result would be a misfortune or death , but she risks everything in a suicidal endeavor on behalf of the honor of her husband and the right to be a mother . Because besides the condition of women ‘s precarious time there was a stigma of lack of fertility , the girl could not be a mother would be the result of derision from most other women during his lifetime .
Tamar is a miracle in the life of Judah A miracle of persistence, courage and boldness . A miracle of preservation. A miracle for us ! TAMAR is a participant of the salvation of humanity ! The woman used as a whore , despised as a widow , rejected by LAW , despised by the father , sentenced to death , this girl will be honored , and his lineage born the Savior of the world! The daughter of Judah was not named in his own time , but Tamar will be remembered two thousand years later in the genealogy of Christ Himself !
Tamar realizes something that has no comparison, or cultural background , no pre – established order . She walks over the abyss , appropriates what belongs to him acting crazy .

Armed with a certainty outsized , driven by shame and contempt , embracing the great chance to turn the story of his life . To change their world . And transcendent changed more than that.
It changed my world .

And his .
Welington J F

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: