formosa como a lua

CANTICO DOS CANTICOS




6:10
 Quem é esta que aparece como a alva do dia, formosa como a lua, brilhante como o sol, terrível como um exército com bandeiras?



As Escrituras mergulham nas densas nuvens da eternidade, ultrapassam as fronteiras do tempo e revelam coisas absurdamente extraordinárias.
Um cantico de amor composto pelo jovem Salomão nos remete a uma viagem até o futuro.
A verdade escondida por detrás dos canticos é seu conteudo profético.
Canticos dos canticos canta o amor humano envolvido na inspiração divina, 
canta a paixão envolta no amor excelso de Deus. Irradia as imagens do presente,
as recordações dos cheiros, das flores, da primavera e dos sentimentos misturados
aos sentimentos que Deus possui sobre coisas que ainda não existem e que Ele criará.
O amor apaixonado queima a alma do poeta enamorado  ao recordar 
os passos de dança de sua amada. E a paixão divina profetiza o amor de Deus
por sua amada, uma humanidade transformada,  onde Deus dela se recorda,
no AMANHÃ! A visão é tão vivida no Espirito de Deus que para ele é como uma
RECORDAÇÃO.

Jesus fala que há um convite para o reino do amnhã em que ele cearia
no reino de Deus com seus amados.
João contempla numa revelação uma multidão vestida com instrumentos em suas mãos.
Paulo vê um arrebatamento de milhões que se encontram com Cristo ressurreto
adornados com corpos semelhantes ao de anjos.

Em uma de suas cartas ele ao contemplar o mistério que aguarda a humanidade
que aceita o convite de Cristo e sua paixão e seu tremendo amor,

quase grita:

– Tais como Ele é!!! Nós! Seremos!!!


É o mistério por detrás do Cantico dos Canticos.  A admiração divina fruto do amor realizado,
de gente adornada de Vida, de gente transformada pelo espírito, de gente ressurreta pelo Poder, de gente revestida da beleza dos que creram, dos que amaram as palavras de Deus, dos que se permitiram serem transformados, que nasceram de novo, que foram recriados,
regenerados!

Gente convocada a ressuscitar dos mortos! 

E ao contemplar sua Obra,  Cristo  grita:

 Quem é esta que aparece como a alva do dia, formosa como a lua, brilhante como o sol, terrível como um exército com bandeiras?

É ela,  a igreja, a parcela dos homenns que deixando o arado não olhou para trás, 
que ouvindo-o, creu, que crendo, o recebeu e apaixonados por Ele,
para Ele viveu. 

E que por anjos foi vestida com vestes espirituais para um grandioso
casamento. 

Era isso que o jovem cantava no cantico de Salomão. 
É isso que o Espírito Santo cantará.  O mesmo cantico.
E o mesmo refrão.

6:10

 Who is that appears as the white of the day,beautiful as the moon, brilliant as the sun,terrible as an army with flags?






The Holy Writs dive in dense clouds of the eternity, exceed the borders of the time and disclose absurdly extraordinary things.
A chant of composed love for the Salomon young in sends them to a trip until the future.
The truth hidden behind the chants is its predictive content.
Chant of the chants sings the involved human love in the divine inspiration,
excel so of God sings the wrapped up passion in the love. It radiates the images of the present,
the memories of the scents, you flourish them,the spring and the mixed feelings
to the feelings that God possesses on things that not yet exist and that It will create.
The gotten passionate love burns the soul of the poet enamoured when remembering
the steps of dance of loved its. E the divine passion augurs the love of God
for loved its, a which changed humanity, where God of it remembers herself,
in TOMORROW! The vision so is lived in the Spirit of God who stops it is as one
MEMORY.


Jesus speech that has an invitation for the kingdom of tomorrow where it would dine
in the kingdom of God with loved its.
João contemplates in a revelation a multitude dressed with instruments in its hands.
Paulo sees a ravishment of millions that meet with Christ ressurrect
decorated with similar bodies to the one of angels.


In one of its letters it when contemplating the mystery that waits humanity
that accepted the invitation of Christ and its passion and its tremendous love,


it almost shouts:


 Such as It is! We! We will be!




It is the mystery behind the Chant of the Chants. The divine admiration fruit of the accomplished love,
of decorated people of Life, of people whom changed for the spirit, people ressurrects To be able it, coated people of the beauty of that they had believed, of that the words of God land on water, of whom they had allowed to be changed,that they was born again, that they were recreated,
regenerated!


Convoked people to revive of dead!
 

E when contemplating its Work, Christ shouts:


 Who is that appears as the white of the day,beautiful as the moon, brilliant as the sun,terrible as an army with flags?


She, the church is, the parcel of the men who leaving the plough did not look at back,
that hearing it, it believed, that believing,received it and gotten passionate for It,
for It lived.
 

E that for angels was dressed with spiritual vestments for a magnificent one
marriage.
 

It was that the young sang in the chant of Salomon.
It is that Holy Spirit will sing.  The same chant.
E the same chorus.




Welington José Ferreira

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: