Priyanka Chopra



Priyanka Chopra




 



Havia uma menina
Em cujo coração queimava o sonho
Havia um coração em forma de gente
Onde o inimaginável habitava
Havia o sonho feito realidade
Trazendo dentro de si a moça indiana
A aspiração e a alegria
Dos sonhos de Sharukh Khan
Ela fez ciume a muita gente
Ela na verdade era impertinente
As vezes louca, outras sóbria
Tão risonha quanto alguém
Poderia se tornar
Ela representa o sol que perdura
Ela simboliza em si a ternura
De um povo, de uma nação
De uma história de uma geração
Depika Padukone não se entristeça
Com sua irmã tão cheia
de Tanta beleza
Katrina não se irrite
Com sua irmã
Kareena não se inquiete
De modo tão vão
Se tantas princesas
Se importam tanto
É somente o dom que é repartido
Importa cantar enquanto é dia
Importa viver em alegria
Importa saber que ela aponta
Para um amor maior
que tudo
Que um dia será pleno
Em todo mundo
Mukerji vem correndo e em suas mãos traz
As flores perenes
Daquela que ensina o mundo a sorrir
Deixem que ela seja o vento e o riso
Deixem que ela dance
Enquanto o universo
Existir
E saiba que além
De tudo que existe
Cristo com quem você
Um dia casou
Te aguarda
Te convida
Para a dança
Que emoldura
o amor
em sua plena
extensão




Priyanka Chopra

There was a girl
In whose heart burned the dream
There was a heart-shaped people
Where the unimaginable dwelt
There was a dream come true
Bringing within itself the Indian girl
The aspiration and joy
Sharukh Khan’s dream
She made many people jealous
She was really naughty
Sometimes crazy, other sober
So as someone smiling
It could become
It represents the sun endures
She symbolizes the tenderness itself
Of a people, of a nation
A story of a generation
Depika Padukone not grieve
With his sister as full
So much of beauty
Katrina not fret
With her ​​sister
Kareena not be troubled
So so vain
If so many princesses
If you care so much
It is only the gift that is shared
It sing while it is day
It should live in joy
It is important to know that it points
For greater love
everything
That one day will be full
Around the world
Mukerji comes running in and brings his hands
The perennial flowers
One that teaches the world to smile
Let it be the wind and the laughter
Let her dance
While the universe
exist
And know that besides
In all there
Christ with whom you
One day married
awaits
invites you
For dance
that frames
love
in its full
extension

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: