Três funerais e um casamento

PROPÓSITOS ETERNOS

O livro de RUTE nos traz a narração da saga de uma família protagonizada por três  mulheres, uma em especial; Noemi, casada com Elimeleque, israelita da tribo de Judá que devido à grande depressão me na sua terra, resolve ir buscar socorro no país de Moabe, com seus dois filhos Malon e Quilon.  Estes se casam com duas moças moabitas, Órfã e Rute. (Rute 1.1-4)

Numa tragédia impressionante o marido de Noemi morre por causas desconhecidas e em seguida morrem também seus dois filhos e suas noras ficam viúvas.
Três enterros.  
Assim como Noemi, são três mulheres viúvas. Noemi sabendo não ter onde se abrigar, sem recursos para seu sustento, resolve dispensá-las dos vínculos familiares (a mulher casada se unia a sua nova família com a qual teria obrigações) para que voltassem a casa de seus pais e pudessem se casar novamente, já que Noemi não podia sustentá-las.

Noemi resolve voltar para Belém e aconselha as noras a permanecerem com os seus parentes a fim de resolverem suas vidas. As duas querem seguir sua sogra. Mas num duro discurso declarando a impossibilidade de um futuro melhor convence a Órfã a voltar para casa.  Mas Rute, resolve segui-la.
Então levantaram a sua voz, e tornaram a chorar; e Órfã beijou a sua sogra, porém Rute se apegou a ela.
Noemi tenta dissuadir a Rute da loucura de segui-la.


 Mas Rute sabe que se desistir de Noemi ela morrerá de fome.
Por isso disse Noemi: Eis que voltou tua cunhada ao seu povo e aos seus deuses; volta tu também após tua cunhada.
Disse, porém, Rute: Não me instes para que te abandone, e deixe de seguir-te; porque aonde quer que tu fores irei eu, e onde quer que pousares, ali pousarei eu; o teu povo é o meu povo, o teu Deus é o meu Deus;  Onde quer que morreres morrerei eu, e ali serei sepultada. Faça-me assim o SENHOR, e outro tanto, se outra coisa que não seja a morte me separar de ti.  Vendo Noemi, que de todo estava resolvida a ir com ela, deixou de lhe falar.”(Rute 1.14-18)

Rute então segue Noemi para Belém e vai parar na lavoura colhendo após os segadores. Havia um costume aconselhado pela Lei que sempre deixassem cair parte da colheita, para que os pobres pudessem colher o que sobejava. Rute pegava a sobra da colheita da fazenda de um parente distante de Noemi, onde se encontrava. A moça de beleza ímpar no meio dos colhedores chamou atenção do dono da fazenda. 


A cidade inteira perguntou quem era a moça que falava aramaico em meio aos outros e souberam de sua história. O fazendeiro deu ordem expressas para sua proteção em qualquer lugar que se encontrasse em sua fazenda. Ordenou que propositadamente deixassem cair a sobra da colheita, de maneira que Rute mal conseguia andar com o avental cheio de trigo quando voltava a se encontrar com Noemi. Noemi entende que o fazendeiro a amava.

 

Pede para que ela se apresente a ele, invertendo a ordem natural é Rute que se apresenta, deita-se aos pés de Boaz e pede para que ele se case com ela. Um antigo costume dizia que um parente mais próximo, como um irmão, deveria desposar a viúva para que ela tivesse sustento, direitos e bens. Boaz terá que lutar legalmente pelo direito de desposar a Rute. E o faz. No primeiro momento, possivelmente um irmão de Elimeleque  deseja casar-se com Rute. Mas a lei exige que se assim o fizer reparta seus bens com ela e que os filhos que ela tiver não possuam seu sobrenome. Então ele desiste. E Boaz casa-se com ela. Rute  tem um filho e este filho entra na geração que trouxe o Salvador do homem. Seu filho Obede é pai de Davi do qual veio Jesus, o Messias.




A destruição é a oportunidade que Deus tem para a restauração.

Rute mesmo sem perspectiva alguma resolveu ficar e foi muito abençoada. Os frutos que você estar plantando hoje talvez você  não possa medir, porém teus descendentes irão colher com abundância;  É possível ter qualidade de vida mesmo que tudo é adversidade a sua volta. Não podemos abrir mão de relacionamentos. Pessoas precisam de pessoas, o que você tem valorizado mais? Valorize as pessoas.
Este livro de Rute começa com três funerais e termina com um casamento, o choro pode durar uma noite mais a alegria vem ao amanhecer. Deus continua transformando deserto em mananciais.





Em tudo somos angustiados, mas não desesperado. (II Co 4) Nossa vida em Cristo não é uma estrada reta tem vales e montanha, ainda não acabou esta adversidade não é o teu fim. Deus pode mudar tudo dê a Ele uma OPORTUNIDADE  para mudar tudo em sua vida.
O propósito de Deus é a salvação eterna para o homem, e para isto é necessário ser perseverante não podemos desistir no meio da caminhada, Deus não se esqueceu de você.

ETERNAL PURPOSES

The book of Ruth gives us the story of a family saga starring three women, one in particular, Naomi, married to Elimelech, Israelite of the tribe of Judah, that due to the great depression  in the land, decides to seek relief in the country of Moab, with his two sons Malon and Quilon. They marry two Moabite women, Orpah and Ruth. (Ruth 1:1-4)

In a stunning tragedy the Naomi’s husband dies of unknown causes and then dies his two sons and their wives become widows.

Three burials.

Like Naomi, are three widows. Naomi ndid not know where to shelter, without resources for their livelihoods, solved dispense them of family ties (a married woman now has new obligations with his new family. This new family all that remained was Naomi)to return home to their parents and were able to form new families. since Naomi could not sustain them.

Naomi decides to return to Bethlehem and advises wives to stay with their relatives in order to resolve their lives. Both want to follow their mother. But in a tough speech declaring the impossibility of a better future convinces Orphan to return home. But Ruth, decides to follow her.

“And they lifted up their voice, and wept again: and Orpah kissed her mother, but Ruth clung to her.

Naomi tries to dissuade Ruth from madness to follow it.

Mas Ruth sabe que se desistir Naomi morrerá..

And she said, Behold, thy sister in law went back to her people and unto her gods: return thou after thy sister in law.

He said, however, Ruth: I do not plead that thou give up, and stop following you, because wherever you go I will go, and where you lodge, there I will lodge: thy people shall be my people, your God is my God, Wherever you die I die, and there will I be buried. Make me so the Lord, and also, if anything other than the death part thee and me. Naomi saw that all was resolved to go with her, she left speaking unto her. “(Ruth 1.14-18)

Ruth follows Naomi to Bethlehem then, and will stop farming, harvesting after the reapers. There was a custom according to Law advising that always leave part of the fall harvest for the poor would reap what sobejasse. Ruth is scavenging leftover harvest the farm of a relative of Naomi, on the farm where he was.
The girl of striking beauty in the midst of the pickers, drew attention of the owner of the farm.

The whole city wondered: Who was the girl who spoke Aramaic, among others?
So know your history.
The farmer ordered to protect wherever it is found on the farm. He also ordered that purposely leave plenty of fall harvest, so that Ruth could hardly walk due to have the apron full of wheat when he returned to meet with Naomi. Naomi understood then that the farmer loved.

Ask well for her to submit to it, reversing the natural order of courtship in his time. Ruth presented itself to him, lies at the feet of Boaz, the farmer and asks him to marry her.
An ancient custom required that a close relative like a brother should marry the widow of a deceased relative that she had a right to keep and to his estate.
Boaz will have to fight for the right to legally marry Ruth.
And that’s exactly what he does.
In a first moment, a brother of the deceased Elimelech want to marry Ruth.
However, the law required that if he did so repartartisse their goods with Ruth and the children he had with her did not possess his name.
So he quit.
And Boaz marries her.
Ruth has a child and this child belongs to the generation that brought the Savior into the world of man.
His son is named Obed, who begat David
which descends Jesus the Messiah.
 
The destruction is the opportunity that God has for our restoration.

Ruth decided to stay and was very blessed though not possessed future perspective. The fruits of what you are planting today maybe you can not reap, but your descendants will reap plentifully: You can have quality of life even when everything around you is adversity.
We can not give up on relationships.
People need people, you have valued more?
Appreciate people.

This book of Ruth begins with three funerals and end a wedding.
Weeping may endure for a night, but joy cometh in the morning.
God continues to transform the desert springs.

In everything we are distressed, but not desperate. (Co II 4) Our life in Christ is not a straight road and have mountain valleys too. This adversity is not your end. God can change everything give Him an Opportunity to change everything in your life.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: