Chammak Challo! Dançada em Yale

Chammak Challo!

Em 12 de Abril de 2012 Sharuh Rulh Khan dançou com uma universitária da universidade de Yale um trecho de Chammak Challo a divertidissima e dançante coreografia do filme Ra-One. A moça protagoniza um espetáculo a parte. Não somente dança muito bem, dança de um modo contagiante,  de fazer inveja a muitas atrizes de Bollywood, inclusive a Karina Kappor. Sharuh é um dos maiores atores indianos de todos os tempos, e a moça com vestes tradicionais honra a India com sua belíssima coreografia, num dos mais belos momentos de descontração vividos fora das telas, uma surpresa ao publico que assiste a festividade e um desses momentos pra recordar

Durante sua visita ao campus de Yale o ator Shah Rukh Khan disse que não tem objetivo maior na vida do que fazer as pessoas felizes. A julgar pelos aplausos, urros, risos, cânticos, sorrisos das mais de 1.600 pessoas que se reuniram para ouvir o “Rei de Bollywood” falar no Teatro Shubert em 12 de abril, Khan parece estar alcançando este fim, enquanto estave em New Haven. O premiado ator – uma das estrelas de cinema mais assistidas no mundo- ofereceu algumas palavras de inspiração para os estudantes que participaram da sessão de perguntas e respostas e divertia-se com o público, convidando Timothy Dwight, o Diretor, e ao responsável pelas admissões Jeffrey Brenzel para aprenderem algumas palavras em hindi e a imitarem alguns passos dos mais seus clássicos filmes. Alguns membros da audiência ficaram de pé quando a estrela de cinema deslizou para fora o paletó para participar de uma dança animada com uma estudante de Yale, a bela Natalia Khosla. Em sua palestra  Khan compartilhou alguns conselhos para os estudantes membros de sua audiência para  ajudá-los a “sobreviver a esta vida”.  Aconselhou-os a expressarem-se criativamente de uma forma honesta e permitir-se serem fiéis a si mesmos, a encontrarem aquilo que os torna felizes e persegui-lo, e para não desanimarem diante do fracasso, que segundo ele, em última análise, sempre levará ao sucesso, forçando-os a serem pragmáticos, trabalhando mais, tornamdo-os mais disciplinados.
 antes de Khan chegar em Haven New, aqueles com ingressos para o evento tinham começado a alinhar-se fora do Theater Shubert. A fila se estendia em torno do quarteirão e para parte do caminho para Chapel Street. Mais tarde, sentado no teatro, enquanto Khan participou de uma rápida coletiva de imprensa com os membros da mídia, o público aplaudiu exuberante quando ouviram Kahn chegando ao palco. Khan começou sua palestra dizendo membros da audiência jovens a seguirem esforços criativos de uma forma que lhes permitam equilibradamente serem verdadeiro para serem apreciados por suas artes. “A expressão criativa vem a partir da mais profunda experiência do próprio artista”, disse ele. “Um bom artista não pode ser separado de sua criação. A boa arte é arte honesta. Um homem pode ser um artista, um escritor, um escultor, um ator – o que quer que seja, se o que ele cria é fiel a si mesmo, torna-se um testemunho vivo da criatividade humana. Se isso carece de honestidade, a sua premissa inteira é um desperdício. ” Ele reconheceu que ele às vezes sentia desespero quando seu trabalho foi criticado, acrescentando: “Você deve aprender em tais momentos para poder enxergar a si mesmo. “É frustrante que me vejo vivendo de acordo com a interpretação de outras pessoas daquilo que eu deveria ser. … “Khan continuou. “Torna-se um ato de equilíbrio, para continuar fazendo o que eu faço melhor e não ser incomodado pelas reações de pessoas ao fazê-lo em primeiro lugar.” Ele continuou dizendo: “ganhar é rir de si mesmos, também. Nunca se torne cínico sobre si mesmo e sua vida. Tornando-se cético sobre a vida será a coisa mais destrutiva que você pode fazer a ela. ” O astro de cinema também disse aos estudantes que eles não devem ter medo de “desafiar as convenções” ou a “andar sozinho, se necessário.” Ele exortou-os a amar os seus pais – que, sustentou ele, são seus melhores amigos na vida. “Perdi meus pais muito cedo na minha vida, e eu sinto muito a falta deles”, comentou Khan. “Então, todos vocês que ainda tem o seu: Certifique-se de valorizar o que você tem, porque quando você não os tiver mais – como eu – você realmente sentirá falta de alguém que mesmo sendo rude, alguém que você pode tomar por certo, alguém que você pode dizer e fazer o que quiser com ele. Você sentirá falta do conforto de ser amado incondicionalmente. … Se você quiser sobreviver a vida, o melhor é começar a respeitar o dom do amor agora. ” Recordando a sua experiência de pobreza anterior, Khan disse que começou a equacionar o estar pobre com o fracasso. Ter medo do fracasso traz  “o verdadeiro caminho para o sucesso.” Disse que “aprendeu através da falha”. Que “se uma abordagem não funciona use outra”. Falhas também lhe ensinaram quais são seus amigos reais, e fê-lo descobrir a força de sua própria vontade, comentou Khan. “Minha esperança para todos vocês é que vocês mantenham uma vida inteira de aprendizagem, que vocês nunca deixem de sonhar sonhos emocionantes e inspiradores, e – quando você falhar – adquirirá o necessário para ter sucesso na próxima vez. Não tenha medo de ter medo: Tenha medo de não enfrentar os seus medos e fracassos “, o ator pediu. Seu público riu muito quando Khan recitou alguns versos de seu filme “Don 2” e ensinou Brenzel alguns de suas poses de gangster. Festejaram intensamente enquanto ele dançava sua marca registrada Chammak Challo, dança de seu filme “Ra.One” ao lado de Khosla, participante  da Yale dancers – Yale Jashan Bhangra Dance Team.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: