Os Dalits e Mukesh Ambani,

Existem 300 milhões de Dalits ou “intocáveis” na Índia. Por 3.000 anos eles têm vivido num ciclo de discriminação e desespero sem esperança!!!
O sistema de casta, que existe por mais de 3.000 anos, foi desenvolvido pela casta dos Brahmin (sacerdotes) a fim manter sua superioridade. Eventualmente, o sistema de casta tornou-se formalizado em quatro classes distintas chamadas Varna.
Os Brahmins são o Varna mais elevado e são os sacerdotes e os árbitros do que é certo e errado nas matérias da religião e da sociedade. Abaixo deles vêm os Kshatriyas, que seriam os soldados e administradores. Deposi os Vaisyas são os  artesãos e a classe comercial, e os  Sudras seriam os fazendeiros e os camponeses. Isso é baseado na figura do deus brahma .
Os Dalits (Intocáveis) não são considerados parte da sociedade humana. Eles não fazem parte de nenhuma casta, não são considerados com seres humanos, e são o que as escrituras Hindus chamam de “unborn’’- traduzido: seria melhor que nunca tivessem nascido!
Os Dalits geralmente executam os piores e mais degradantes serviços. As leis da casta sustentam que os Dalits contaminam as pessoas das castas elevadas com sua presença. Se alguém das castas elevados tocar ou mesmo beber no mesmo copo de um dalit, devem submeter-se à  uma série rigorosa de rituais de purificação.

Embora a constituição indiana garanta direitos fundamentais e liberdades de todos os indianos, os Dalits são abusados sistematicamente.

A negação sistemática de seus direitos humanos básicos conduz a uma falta de instrução, alimentos, escolas, cuidados médicos, e da oportunidade econômica, mantendo os Dalits na sujeição perpétua às castas superiores.
Setenta por cento dos Dalits vivem abaixo da linha de pobreza. Somente 10% de mulheres Dalit podem ler e escrever, e elas são freqüentemente vendidas como escravas da prostituição.

Eles estão presos a um sistema de castas que nega a eles educação adequada, água potável, empregos com salários decentes e o direito a terra ou à casa própria. Discriminados e oprimidos, os Dalits são freqüentemente vítimas de violentos crimes.

Em 15 de Outubro no Estado de Haryana, cinco jovens Dalits foram linchados por uma multidão por tirarem a pele de uma vaca morta, da qual eles tinham direito legal para fazer. A Polícia, segundo consta, ficou parada sem fazer nada e permitiu que a violência continuasse. Em 1999, vinte e três trabalhadores agrícolas entre os Dalits (incluindo mulheres e crianças) foram assassinados por seguranças particulares de um fazendeiro de alta-casta.
Embora leis contra a descriminação de castas tenham sido aprovadas, a discriminação continua e pouco é feito para processar os acusados.
Dados:
  • A cada dia, três mulheres Dalits são estupradas
  • Crianças Dalits são freqüentemente forçadas a sentarem de costas nas suas salas de aula, ou mesmo a ficarem fora da sala
  • A cada hora, duas casas de Dalits são queimadas
  • A maioria das pessoas de castas altas evitam ter Dalits preparando a sua comida, por medo de se tornarem imundos
  • A cada hora, dois Dalits são assaltados
  • Em muitas partes da Índia, os Dalits não são permitidos entrar nos templos e outros lugares religiosos
  • 66% são analfabetos
  • A taxa de mortalidade infantil é perto de 10%
  • A 70% são negado o direito de adorarem em templos locais
  • 57% das crianças Dalit abaixo da idade de quatro anos estão muito abaixo do peso
  • 300 milhões de Dalits vivem na Índia
  • 60 milhões de Dalits são explorados através do trabalho forçado
  • A maioria dos Dalits são proibidos de beber da mesma água que os de castas mais altas.
  •  
Arquitetura – Casa high tech de milionário indiano
Casa mais cara do mundo terá 27 andares e será recheada de TVs de alta resolução.
Mukesh Ambani, o 5º homem mais rico do planeta, é dono de petroquímica na Índia.
Mansão gigantesca de bilionário indiano deve ficar pronta em 2009. (Foto: Reprodução)
Esqueça qualquer mansão que você já viu ou ouviu falar na vida. Todas elas vão se transformar em casinhas de boneca quando, em 2009, o bilionário indiano Mukesh Ambani inaugurar seu novo lar. Com custo estimado em US$ 2 bilhões (mais de R$ 3,3 bilhões), o prédio high-tech de 27 andares que abrigará Ambani e sua família será a residência mais cara disponível no planeta.
Segundo a revista Forbes, Ambani, dono da gigante da indústria petroquímica Reliance Industries, é o quinto homem mais rico do mundo. Seu patrimônio está em cerca de US$ 43 bilhões.
Até a inauguração da supercasa do indiano em Mumbai (ex-Bombaim), a residência mais valiosa disponível no mercado imobiliário mundial, de acordo com a Forbes, é a cobertura triplex do Pierre Hotel, em Nova York. O apartamento, construído para imitar um castelo francês, custa ‘míseros’ US$ 70 milhões, ou seja, apenas 3,5% do custo final estimado da mansão de Ambani.
Para preencher os 37 mil metros quadrados da residência, Nita Ambani, mulher do bilionário, escolheu a variedade. A decoração de cada um dos 27 andares precisa ser diferente em cada detalhe. Nenhum material usado em uma área se repete em outra. O custo da decoração, portanto, é bem maior que o de um hotel de luxo, onde a padronização colabora para deixar a obra mais barata.
São seis andares apenas de estacionamentos, onde Ambani poderá guardar sua coleção de carros clássicos e esportivos. Do lobby, saem 9 elevadores para os quartos e duas escadas com corrimão de prata para o salão principal, que tem o teto coberto por candelabros de cristal.
A tecnologia também terá presença marcante na construção. As salas terão paredes cobertas por gigantescos televisores em LCD, com sistemas de som embutidos em móveis, no chão e no teto.
As adegas serão ligadas a computadores que controlarão a temperatura e o estoque de cada vinho. Os computadores também vão controlar a irrigação dos jardins hidropônicos construídos em átrios nos andares superiores.
A casa também tenta ser ecologicamente correta. Cobertas por plantas, paredes capazes de absorver temperatura vão evitar o uso excessivo de aquecedores no inverno e ar-condicionado no verão.
Os Dalits e Mukesh Ambani
Um gesto, uma atitude, e toda uma geração pode ser alcançada. 
O mistério da riqueza é que ela não tem valor algum se pertencer a poucos, mas se torna de valor incalculável quando repartida. 
Nada que Mukesh Ambani ou sua esposa tenham construido, possuem maior valor que a possibilidade de resgate de um unico ser humano. Existem 600 empregados no edificio que é a casa de Mukesh. Eles são oriundos de várias castas.  Afortunados por terem emprego num pais com cerca de 1,1 bilhões de habitantes, grande parte debaixo de uma dominação religiosa de origem obscura que lhes legou milênios de privações e desigualdades sociais. Os antigos deuses da Índia e seus sumo-sacerdotes eram desprovidos de amor ao próximo. Eram desprovidos de compaixão, eram desprovidos da consciencia de justiça. As antigas divindades que inspiraram os seus sagrados costumes não amavam ao homem. Não amavam as crianças ou o seu riso. Deuses que só amavam a si mesmos e que legaram uma palavra divina de escravidão e tormento, de separação e de morte, de limitação da vida e da expressão humana. Pela palavra divina e por revelações ancestrais transformadas em riruais e crenças, por inspiração de seres de poder desconhecido, eles criaram prisões da mente, prisões dos sonhos e determinaram o destino daqueles que haveriam de nascer, para cumprimento de sua vontade cheia de ódio,  cheia de rancor. 
E um evangelho da morte foi instituido onde a discriminação foi adorada, e milhões morreram de fome, de medo e de dor. 
Meninas foram estrupadas, crianças foram cegadas e milhões foram cuspidos porque assim falou um antigo espírito que elegeu para si arautos da destruição que dominaram a mente, os sonhos e a liberdade do povo indiano. 
E eles se tornaram como a sombra das palavras de seus antigos deuses, que transformaram sua civilização numa paródia da vida humana.  
Contudo milhões de índianos nasceram e perceberam que as palavras desses profetas malignos não provinha de uma fonte confiável. A ìndia sucumbiu diante de seus falsos profetas. Sucumbiu diante de suas tradições mágicas relatadas por magos do destino que lhe interpretaram a existencia á sombra esmaecida do propósito para qual foi formada como nação.  
E muitos entendem que o abismo entre gerações foi por palavras de seres,  seres que aquele TAL que ressuscitou dos mortos,
declarou como mortos e chamou de imundos. 
Porque não eram deuses. 
Não tinham divindade e nem nada, só podridão. 
Está na hora da índia acordar para ouvir a voz de verdadeiros profetas, ouvir as verdadeiras vozes que irão transformá-la e reergue-la como nação. Que destruirão as palavras tortas de tradições malignas. 
Para serem libertos para a plenitude do amor ao próximo. Através da  palavra do homem mais sagrado que a terra pode contemplar. 
Nenhum de seus líderes e santos homens, poderia ter condição de guiá-los, porque suas palavras combatiam contra palavras de maldições ancestrais. Maldições estas que somente a força do homem não pode combater.
Santos homens indianos morreram amando um futuro que foram incapazes de realizar porque não tinham poder para tal. 
Entretanto suas orações não foram em vão. 
Aquele Ressurreto que nasceu da virgem,  tem poder para transformar o homem e lhe dar a vida plena, tem poder para destruir as palavras dos antigos deuses. 
Tem poder para transformar Mukesh Ambani num resgatador de Dalits
E que se ele rejeitar sua comissão, de doar o que possui para ajudar ao povo índiano, e por fim doar-se a si mesmo, tem também o poder para fazer um Dalit resgatador de milhares de Mukesh Ambanis
Pois sua Palavra, poderosa Palavra,  tem poder de resgatar o homem e transformá-lo em profetas do Deus Altissimo.
E Esse Deus Altissimo, que os antigos sacerdotes jamais conheceram,  possui contas a acertar com certas divindades indianas.
Por que sua Lei pré-estabelecida desde a eternidade, foi a amor incondicional e a justiça.  
E cobrará isso por cada criança que foi prostituida, em nome da religião.

Welington José Ferreira

3 Respostas to “Os Dalits e Mukesh Ambani,”

  1. Honestino Afonso Xavier Says:

    Bom diaUm Salmo, sem motivo especifico por ter deixado no seu blogger, mas especifico para que leia, simplesmente pela leitura das Escrituras de Deus, que sempre fala ao nosso SER.SALMO 131 ATÉ quando te esquecerás de mim, SENHOR? Para sempre? Até quando esconderás de mim o teu rosto?2 Até quando consultarei com a minha alma, tendo tristeza no meu coração cada dia? Até quando se exaltará sobre mim o meu inimigo?3 Atende-me, ouve-me, ó SENHOR meu Deus; ilumina os meus olhos para que eu não adormeça na morte;4 Para que o meu inimigo não diga: Prevaleci contra ele; e os meus adversários não se alegrem, vindo eu a vacilar.5 Mas eu confio na tua benignidade; na tua salvação se alegrará o meu coração.6 Cantarei ao SENHOR, porquanto me tem feito muito bem.Abraços

  2. Honestino Afonso Xavier Says:

    Feliz da nação cujo Deus é o Senhor. Verdadeiramente vivendo o Evangelho.Realmente a discriminação, a violência, intolerância, e a busca de Deus por caminhos que não é o verdadeiro, faz de uma nação um anátema para Deus, mas com certeza o Senhor julgará, e o seu julgamento é um julgamento do Deus vivo e único. Mas até nos países ditos Cristãos, encontramos brutais discriminações e violência contra o SER humano através de corrupção, distribuição de renda, descasos, só olharmos as filas nos serviços públicos, e a vida de quem depende do salário mínimo, sobrevivem para continuar o ciclo de vida dos capitalistas, estes são intocáveis também, mas intocáveis pela justiça do homem, amparados pelos bancos e dinheiro públicos.O mundo encontra-se num caus e onde precisamos orar, pregar e viver o evangelho, pois só o Senhor é que pode nos refrigerar, amparar e proteger, nos fazer justiça. Abraços.. .continue neste luta, que a graça de Deus, Jesus Cristo e o Espírito Santo de Deus esteja com você e sua família, iluminando seu ministério.

  3. Welington J Ferreira Says:

    Thanks!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: