Sobre a eternidade no coração humano

As desventuras de um aprendiz de comentarista bíblico…


Óia nóis aqui otra veiz…


Welington Corporation

Formigas
 
(sobre a melodia de Bailes da Vida de M.Nascimento)


Eram duas formigas
Levando nas costas seu pão
Correndo loucas
Atrás a multidão







Eram duas formigas
Fugindo da multidão
Ó formigueiro que não chega nuuunca!
Dizem depois
Que é fácil viver
Digam isso
Veementemente
Pra multidão.
Pra multidão…


Welington


Certa vez li um estudo sobre opressão maligna de um renomado pastor, um estudo sobre a atuação das trevas e de realidades de operação em diferentes setores da sociedade, não lembro em que parte do secularismo, se na cultura ou outra situação qualquer… deixei para ele…minha humilde opinião sobre o que li…
…independente do que era, não lembro mais, creio que as respostas contidas na resposta são muito interessantes….
Tinha um email em que o ilustre homem que escreveu os estudos disse que gostou de mim,  mas eu sabia que seria um amor
passageiro….
cuja duração seria o periodo de tempo entre as coisas lidas (escritas por mim)  num site antigo e a leitura da resposta inacabada ao estudo apresentado…
… sabe como é que é…essa vida de solidão de webmaster de blog…



Pois quem cair
Sem pão ficará
Eta gente faminta
Pois num dá tempo
De descansá

E foi assim (eu  escrevendo em resposta):


Li também alguns de seus estudos sobre musicas e satanismo.  Esse “gostei de você” foi muito bom. Pena que o que é bom dura pouco. Do amor fraterno, pra raiva consumada. Em todo caso, enquanto somos amigos até o final desta frase, foi muito bom ter enviado minha doce apostila para alguém que tenha me respondido. Deus abençoe seu  superfilhinho, sua esposa e ministério.
Antes de perder todo o seu respeito, o que estará acontecendo nas próximas linhas,
faço votos por sua vitória e crescimento ministerial, pelo seu fortalecimento e sua grandeza, não a tipo Michael Shumacher, grandeza humana, mas ao tipo de engrandecimento que Deus dá a seus obreiros, com raras exceções (Welington Corp).

Falta a seu ministério conhecimento sobre o Fator Melquisedeque.
Que é narrado de modo abismal no livro de Don Richardson.
Sua caça (boa) às obras do inferno não te permitem ver as maravilhas de um
evangelho escrito nos corações humanos mesmo dos não-convertidos escritores,
músicos, artistas, malabaristas, lutadores, guerreiros, nos filmes e etc. Você tem ensinado a discernir,  as obras do diabo, seu reino de trevas, suas forças descomunais subdivididas em categorias, aquela corja bem representada, estratificada, organizada, o vasto e orgulhoso império do Reino Passageiro.  Bueno.
Mas…E sobre as obras de Cristo escritas nos corações, nas artes, nos filmes e na vida?
Em todas as obras humanas existe a eternidade escrita. O evangelho está escrito
nos desenhos animados, nas ficções e nos contos de fada. Significa dizer que voce pode estar ensinando a rejeição de coisas que edificam, ainda que Jesus ou Deus não sejam mencionados.  Mutilando em nome do cuidado.

Eu tenho ensinado a ver as cenas das escrituras nos filmes, a extrair parábolas e
visões do poder de Deus seja em ficção cientifica ou em gibis do homem aranha.
Tenho falado que Deus colocou de modo inconsciente dentro da maioria das obras
humanas, ensinamentos que traduzem as ESCRITURAS, de modo que eu possa
utilizar até o Alcorão, ou um filme com o Indiana Jones  para pregar o Evangelho.

Limites existem, dependendo do grau de contaminação maligna tornando inúteis
filmes de terror, eróticos, feitiçaria, filosofia maligna e etc, ou qualquer feito com intenção
de propagar doutrinas tipo cientologia ou coisa do gênero. 

Mas a simples FANTASIA, ou Imaginação humana, não tornam inúteis o imenso acervo
de produções do cinema mundial. Porque o homem não tem como não manifestar de algum modo este evangelho escrito em sua alma, gravado nas câmaras fechadas e lacradas de seu coração,  essas visões NÃO INTENCIONAIS do poder de Deus.

Qual o impacto para o seu ministério?

Aproximação com a humanidade. Tornar as obras e musicas úteis para a
Edificação, revalidação da cultura no coração do crente. Novas fronteiras
para o ensino do Evangelho podem ser realizadas.  Poder usar coisas que para você hoje são absolutamente inúteis para Edificação, transformação e vivificação de muitos.
Tornar o evangelho multímidia. Usar milhares de cenas de filmes, documentários,
desenhos para falar de coisas espirituais.
Milhares são escandalizados por um evangelho que diz que tudo que eles
fazem e lhes dá alegria de viver é absolutamente errado.
Sua alegria veio dos céus, assim como grande parte de sua inspiração.
Deus não nos legou a exclusividade de seu Espírito Santo.
Para o descrente CONSEGUIR VIVER é porque grande parte de suas obras
e vida é fruto de graça, misericórdia e amor divino.
Quando o pecado não suja um desejo, uma obra, um sonho,
esta obra, desejo ou sonho veio de Deus.
Nunca deixará de existir a contaminação maligna nas obras humanas,
pelo menos até o Milênio,
Mas, até a Grande Tribulação alcançar a terra e o espírito do
Anti-cristo dominar as artes, a musica e a todo gênero de obra humana,
incluindo a modificação do Direito Internacional e dos valores
éticos e morais da humanidade, quando o bom se tornará mal e vice-versa,
até este tempo de tempestade chegar, Deus poderá falar por meio das obras
humanas e da natureza, porque não está distante da humanidade.


Como já dizia meu companheiro Salomão:
18.5 Não é bom ter respeito à pessoa do ímpio, nem privar o justo do seu direito.

Não é bom ter respeito as obras de Satanás (pessoa do ímpio).
Mas, não PRIVE por excessos o justo de seu Direito.


Direito a viver, ir ao cinema, comer pipoca. Ou de cantar
a música do Toquinho:

Numa folha qualquer
Eu desenho um sol amarelo
E com cinco ou seis retas
É fácil fazer um castelo…
Corro o lápis em torno
Da mão e me dou uma luva
E se faço chover
Com dois riscos
Tenho um guarda-chuva…
Se um pinguinho de tinta
Cai num pedacinho
Azul do papel
Num instante imagino
Uma linda gaivota
A voar no céu…
Vai voando
Contornando a imensa
Curva Norte e Sul
Vou com ela
Viajando Havaí
Pequim ou Istambul
Pinto um barco a vela
Brando navegando
É tanto céu e mar
Num beijo azul…
Entre as nuvens
Vem surgindo um lindo
Avião rosa e grená
Tudo em volta colorindo
Com suas luzes a piscar…
Basta imaginar e ele está
Partindo, sereno e lindo
Se a gente quiser
Ele vai pousar…
Numa folha qualquer
Eu desenho um navio
De partida
Com alguns bons amigos
Bebendo de bem com a vida…
De uma América a outra
Eu consigo passar num segundo
Giro um simples compasso
E num círculo eu faço o mundo…
Um menino caminha
E caminhando chega no muro
E ali logo em frente
A esperar pela gente
O futuro está…
E o futuro é uma astronave
Que tentamos pilotar
Não tem tempo, nem piedade
Nem tem hora de chegar
Sem pedir licença
Muda a nossa vida
E depois convida
A rir ou chorar…
Nessa estrada não nos cabe
Conhecer ou ver o que virá
O fim dela ninguém sabe
Bem ao certo onde vai dar
Vamos todos
Numa linda passarela
De uma aquarela
Que um dia enfim
Descolorirá…
Numa folha qualquer
Eu desenho um sol amarelo
(Que descolorirá!)
E com cinco ou seis retas
É fácil fazer um castelo
(Que descolorirá!)
Giro um simples compasso
Num círculo eu faço
O mundo
(Que descolorirá!)



ou de ver o Homem Aranha II!

(tem uma certa idade essa postagem…)



Eram duas formigas
Seguidas pela multidão
Será possível que num tem lugar
Pra se parar, pra descansar
Pra até pensar


Pão nas costas num alimenta
Quem carregá
Vai se matá

Eram duas formigas na noite
Fugindo sem dó
Cadê as leis, quem as protegerá…
Quando acabar
O que restará
Das pequenas que correram
Pelo seu pão
Pelo seu pão




E não me faz a vergonha de ensinar, como eu já ouvi, que o sinal
que ele faz quando aperta as mãos pra apertar o lança-teias é
maligno…


………………….final de texto……………………




…snif…

…foi o fim de uma futura grande amizade…snif.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: