A resposta a Agur

No Livro de Provérbios um sábio de Edom, de nome Agur, amigo de Salomão, um dos co-autores do livro, talvez seu revisor, estabelece uma pergunta para as próximas gerações. Há algo que ele sabe, ou que seus pais ou avós transmitiram-lhe, há algo misterioso sobre eventos passados e também sobre coisas que aconteciam no presente, de caráter transcendente. Havia alguém ou haveria alguém que ligaria os céus à terra, que teria poder sobre todas as coisas, que transitaria entre dois mundos, entre duas realidades, que possuia um nome. Que possuia um filho.  Ou cujo filho seria a resposta. Um homem subiria da terra ao céu. Um único homem transcederia as limitações humanas, acessaria lugares celestiais. Há alguém seria permitido entrar onde anjos habitam, onde Querubins caminham, morada do próprio Deus vivo.
  Pv 30:4 Quem subiu ao céu e desceu? Quem encerrou os ventos nos seus punhos? Quem amarrou as águas numa roupa? Quem estabeleceu todas as extremidades da terra? Qual é o seu nome? E qual é o nome de seu filho, se é que o sabes?
“Se é que o sabes” é uma fórmula, um desafio. Desafio respondido mil anos depois, por um homem chamado João:
Jo 3:13 Ora, ninguém subiu ao céu, senão o que desceu do céu, o Filho do homem, que está no céu.
Jesus é a resposta ao enigma de Agur.
Porque Deus estava em Cristo, reconciliando consigo mesmo, o mundo.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: