Dragon Warrior IV

O coelho tem imposto certo respeito às forças armadas americanas depois que afundou o terceiro porta-aviões no mesmo dia. Falei que ele não gostava de ser incomodado quando ficava fora da casamata. Tem até uma gaiola na qual ele eventualmente habita, quando está com fome. Essa semana fui assustada com um telefonema de um observatório brasileiro que insistia em dizer que foi logo após a escapada de ontem do Dragon que uma das sete estrelas de Orion agora é só lembrança. Que absurdo! Agora estão culpando o Dragon até por eventos cosmológicos. O fato de ele ter entrado incandescente na área próxima a entrada da casamata e ter ficado com uma estranha luminescência por dois dias não tem nada a ver. Toda hora acontece uma catástrofe qualquer e os fuzileiros cercam a bairro com propósito de sinalizar a direção para onde o coelho tomou. Outro dia apareceu um sujeito estranho com vestes talares (um saiote, manta, parecia um sacerdote saído de uma convenção de RPG) ordenando que devolvêssemos o “imortal” para os “domínios” de sei lá onde. Não tinha nenhuma instrução adicional no papel que a criadora do Dragon entregou junto do coelho. Até o  meu cachorro, bravo animal, mantém uma distancia segura do coelho, quando fora da gaiola.
Complicado cuidar de coelhos.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: