Amanhã, Demain

Amanhã

Amanhã haverão sonhos sonhados
Que vão brotar da terra seca esculpida
Que vão assombrar a terra dos fantasmas
Com vida.

Amanhã tudo que os vales sombrios
Exigiram como Tributários
Terão que devolver sob ordem
Inquestionável

Amanhã um grito incontido
De alegria incontida
Será visto das constelações
E ouvido até pelos mortos

Amanhã as amarras serão quebradas
E os grilhões destruidos

Amanhã, alma, você será atraída
Pelo amor inconcebível
E se renderá ao apelo pleno
De um coração muito teimoso

Amanhã as sombras terão vida

Amanhã o sonho se chamará
Passado..

E antes que chegue a noite
O coração
renascerá.

Demain

Demain il y aura des rêves se réalisent

Que va germer des terres sèches taillées

Que va hanter le pays des esprits

Alive.

Demain, tout ce que la vallée de l’ombre

Exigée comme l’impôt

Devront retourner en vue

Incontestables

Demain, un cri incontrôlable

Effrénée joie

On verra la constellation

Et d’entendre les morts

Aujourd’hui, les liens seront brisés

Et les liens détruits

Demain, l’âme, vous serez attiré

Car l’amour merveilleux

Et la remise à plein appel

D’un coeur très têtu

Demain, les ombres prennent vie

Demain, le rêve va être appelé

Passé ..

Et avant que la nuit vient

Cœur

renaître.

Welington José Ferreira

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: