Estudo sobre Sansão

Minha filha Jessica mergulhando nas Escrituras:

Então por um longo tempo me perguntei por quê. “Por que Senhor?”, me dizia. “Por que ele contou? Por que amava tanto a Dalila???? Ou, se não amava, por que foi bobo? Por que caiu nessa????”

4 ¶ E depois disto aconteceu que se afeiçoou a uma mulher do vale de Soreque, cujo nome era Dalila.
5 Então os príncipes dos filisteus subiram a ela, e lhe disseram: Persuade-o, e vê em que consiste a sua grande força, e como poderíamos assenhorear-nos dele e amarrá-lo, para assim o afligirmos; e te daremos, cada um de nós, mil e cem moedas de prata.
6 Disse, pois, Dalila a Sansão: Declara-me, peço-te, em que consiste a tua grande força, e com que poderias ser amarrado para te poderem afligir.
7 Disse-lhe Sansão: Se me amarrassem com sete vergas de vimes frescos, que ainda não estivessem secos, então me enfraqueceria, e seria como qualquer outro homem.
8 Então os príncipes dos filisteus lhe trouxeram sete vergas de vimes frescos, que ainda não estavam secos; e amarraram-no com elas.
9 E o espia estava com ela na câmara interior. Então ela lhe disse: Os filisteus vêm sobre ti, Sansão. Então quebrou as vergas de vimes, como se quebra o fio da estopa ao cheiro do fogo; assim não se soube em que consistia a sua força.
10 Então disse Dalila a Sansão: Eis que zombaste de mim, e me disseste mentiras; ora declara-me agora com que poderias ser amarrado.
11 E ele disse: Se me amarrassem fortemente com cordas novas, que ainda não houvessem sido usadas, então me enfraqueceria, e seria como qualquer outro homem.
12 Então Dalila tomou cordas novas, e o amarrou com elas, e disse-lhe: Os filisteus vêm sobre ti, Sansão. E o espia estava na recâmara interior. Então as quebrou de seus braços como a um fio.

Esse estudo começou como um raciocínio fraco como o pulsar quase inaudível de alguém que aos poucos retorna à vida.

1 ¶ E desceu Sansão a Timnate; e, vendo em Timnate uma mulher das filhas dos filisteus,
2 Subiu, e declarou-o a seu pai e a sua mãe, e disse: Vi uma mulher em Timnate, das filhas dos filisteus; agora, pois, tomai-ma por mulher.
3 Porém seu pai e sua mãe lhe disseram: Não há, porventura, mulher entre as filhas de teus irmãos, nem entre todo o meu povo, para que tu vás tomar mulher dos filisteus, daqueles incircuncisos? E disse Sansão a seu pai: Toma-me esta, porque ela agrada aos meus olhos.
4 Mas seu pai e sua mãe não sabiam que isto vinha do SENHOR; pois buscava ocasião contra os filisteus; porquanto naquele tempo os filisteus dominavam sobre Israel.
5 Desceu, pois, Sansão com seu pai e com sua mãe a Timnate; e, chegando às vinhas de Timnate eis que um filho de leão, rugindo, lhe saiu ao encontro.
6 Então o Espírito do SENHOR se apossou dele tão poderosamente que despedaçou o leão, como quem despedaça um cabrito, sem ter nada na sua mão; porém nem a seu pai nem a sua mãe deu a saber o que tinha feito.
7 E desceu, e falou àquela mulher, e ela agradou aos olhos de Sansão.
8 E depois de alguns dias voltou ele para tomá-la; e, apartando-se do caminho para ver o corpo do leão morto, eis que nele havia um enxame de abelhas com mel.
9 E tomou-o nas suas mãos, e foi andando e comendo dele; e foi a seu pai e a sua mãe, e deu-lhes do mel, e comeram; porém não lhes deu a saber que tomara o mel do corpo do leão.

No início, não sabia onde ia parar. Por isso parece que não tem foco. Mas depois começa a fazer sentido.

Nesse texto eu enfatizo os SENTIMENTOS dele. Pra saber como ele chegou no primeiro versículo que eu apresento. Deus resolveu me contar. Era como se eu pisasse na areia, caminhando atrás se Sansão, pisando nas marcas deixadas pelos seus pés no deserto, sentindo a dor que ele sentiu… Obviamente com apenas um milésimo da intensidade…

10 ¶ Descendo, pois, seu pai àquela mulher, fez Sansão ali um banquete; porque assim os moços costumavam fazer.
11 E sucedeu que, como o vissem, trouxeram trinta companheiros para estarem com ele.
12 Disse-lhes, pois, Sansão: Eu vos darei um enigma para decifrar; e, se nos sete dias das bodas o decifrardes e descobrirdes, eu vos darei trinta lençóis e trinta mudas de roupas.
13 E, se não puderdes decifrar, vós me dareis a mim trinta lençóis e as trinta mudas de roupas. E eles lhe disseram: Dá-nos o teu enigma a decifrar, para que o ouçamos.
14 Então lhes disse: Do comedor saiu comida, e do forte saiu doçura. E em três dias não puderam decifrar o enigma.
15 E sucedeu que, ao sétimo dia, disseram à mulher de Sansão: Persuade a teu marido que nos declare o enigma, para que porventura não queimemos a fogo a ti e à casa de teu pai; chamastes-nos aqui para vos apossardes do que é nosso, não é assim?
16 E a mulher de Sansão chorou diante dele, e disse: Tão-somente me desprezas, e não me amas; pois deste aos filhos do meu povo um enigma para decifrar, e ainda não o declaraste a mim. E ele lhe disse: Eis que nem a meu pai nem a minha mãe o declarei, e to declararia a ti?
17 E chorou diante dele os sete dias em que celebravam as bodas; sucedeu, pois, que ao sétimo dia lho declarou, porquanto o importunava; então ela declarou o enigma aos filhos do seu povo.
18 Disseram, pois, a Sansão os homens daquela cidade, ao sétimo dia, antes de se pôr o sol: Que coisa há mais doce do que o mel? E que coisa há mais forte do que o leão? E ele lhes disse: Se vós não lavrásseis com a minha novilha, nunca teríeis descoberto o meu enigma.

Só pra te situar, Sansão foi anunciado por Deus e escolhido pra libertar Israel da opressão dos filisteus, que moravam fazendo fronteira com Judá, onde ele morava. Timná, a cidade da futura esposa dele ficava no vale de Soreque. E lá era o lugar em que existiam as maiores e melhores uvas do mundo. Tenha em mente também que uma túnica era igual a um Vectra.

Juízes 13

1 ¶ E os filhos de Israel tornaram a fazer o que era mau aos olhos do SENHOR, e o SENHOR os entregou na mão dos filisteus por quarenta anos.
2 E havia um homem de Zorá, da tribo de Dã, cujo nome era Manoá; e sua mulher, sendo estéril, não tinha filhos.
3 E o anjo do SENHOR apareceu a esta mulher, e disse-lhe: Eis que agora és estéril, e nunca tens concebido; porém conceberás, e terás um filho.
4 Agora, pois, guarda-te de beber vinho, ou bebida forte, ou comer coisa imunda.
5 Porque eis que tu conceberás e terás um filho sobre cuja cabeça não passará navalha; porquanto o menino será nazireu de Deus desde o ventre; e ele começará a livrar a Israel da mão dos filisteus.
6 Então a mulher entrou, e falou a seu marido, dizendo: Um homem de Deus veio a mim, cuja aparência era semelhante de um anjo de Deus, terribilíssima; e não lhe perguntei donde era, nem ele me disse o seu nome.
7 Porém disse-me: Eis que tu conceberás e terás um filho; agora pois, não bebas vinho, nem bebida forte, e não comas coisa imunda; porque o menino será nazireu de Deus, desde o ventre até ao dia da sua morte.
8 ¶ Então Manoá orou ao SENHOR, e disse: Ah! Senhor meu, rogo-te que o homem de Deus, que enviaste, ainda venha para nós outra vez e nos ensine o que devemos fazer ao menino que há de nascer.

O Outro Lado Da História

Juízes 16:15-17

“Então ela lhe disse: “Como você pode dizer que me ama, se não confia em mim? Essa é a terceira vez que você me faz de BOBA e não contou o segredo da sua grande força”.

Importunando-o o tempo todo, ela o cansava dia após dia, ficando ele A PONTO DE MORRER.

Por isso ele lhe contou o segredo: “jamais se passou navalha em minha cabeça”, disse ele, “pois sou nazireu, desde o ventre materno. Se fosse rapado o cabelo da minha cabeça, a minha força se afastaria de mim, e eu ficaria tão fraco como qualquer outro homem”.”

– Sansão a AMAVA.

– Sansão DEVIA sentir que ela o estava amarrando enquanto dormia…

– Era Dalila uma feiticeira? – Já ouvi que sim. E já vi menção de seu nome em livros de Wicca…

O cansava DIA após DIA, ficando ele a PONTO DE MORRER…”.

Por que a Bíblia diria isso?

– Será que mais nada valia à pena?

SANSÃO.

4 E foi Sansão, e pegou trezentas raposas; e, tomando tochas, as virou cauda a cauda, e lhes pôs uma tocha no meio de cada duas caudas.
5 E chegou fogo às tochas, e largou-as na seara dos filisteus; e assim abrasou os molhos com a sega do trigo, e as vinhas e os olivais.
6 Então perguntaram os filisteus: Quem fez isto? E responderam: Sansão, o genro do timnita, porque lhe tomou a sua mulher, e a deu a seu companheiro. Então subiram os filisteus, e queimaram a fogo a ela e a seu pai.
7 Então lhes disse Sansão: É assim que fazeis? Pois, havendo-me vingado eu de vós, então cessarei.
8 E feriu-os com grande ferimento, pernas juntamente com coxa; e desceu, e habitou na fenda da rocha de Etã.

Anunciado pra nascer. Jz 13:6

Escolhido desde o ventre. Jz 13:4

Consagrado pra trazer libertação. Jz 13:5

– Ninguém consegue suportar o jugo que Cristo teve que carregar…

Apossado pelo Espírito. Jz 13:25

***** Obs:

Ser nazireu, de acordo com o texto, incluía:

Não beber vinho.

Não comer nada impuro.

Não raspar a cabeça.

Info adicional:

  • Não podia nem comer do fruto da vide.
  • Não podia tocar em nada morto, porque era impuro. ******
10 E perguntaram-lhes os homens de Judá: Por que subistes contra nós? E eles responderam: Subimos para amarrar a Sansão, para lhe fazer a ele como ele nos fez a nós.
11 Então três mil homens de Judá desceram até a fenda da rocha de Etã, e disseram a Sansão: Não sabias tu que os filisteus dominam sobre nós? Por que, pois, nos fizeste isto? E ele lhes disse: Assim como eles me fizeram a mim, eu lhes fiz a eles.
12 E disseram-lhe: Descemos para te amarrar e te entregar nas mãos dos filisteus. Então Sansão lhes disse: Jurai-me que vós mesmos não me acometereis.
13 E eles lhe falaram, dizendo: Não, mas fortemente te amarraremos, e te entregaremos nas mãos deles; porém de maneira nenhuma te mataremos. E amarraram-no com duas cordas novas e fizeram-no subir da rocha.
14 E, vindo ele a Leí, os filisteus lhe saíram ao encontro, jubilando; porém o Espírito do SENHOR poderosamente se apossou dele, e as cordas que ele tinha nos braços se tornaram como fios de linho que se queimaram no fogo, e as suas amarraduras se desfizeram das suas mãos.
15 E achou uma queixada fresca de um jumento, e estendeu a sua mão, e tomou-a, e feriu com ela mil homens.
16 Então disse Sansão: Com uma queixada de jumento, montões sobre montões; com uma queixada de jumento feri a mil homens.
17 E aconteceu que, acabando ele de falar, lançou a queixada da sua mão; e chamou aquele lugar Ramate-Leí.

Se apaixona por uma filistéia. Se apaixona? A acha bonita? – isso vinha do Senhor (Jz 14:4). Ele a ama de verdade…

Assim que chega à Timna (a cidade dela), pra completar o que Deus quer que ele faça, o inferno tenta impedi-lo. Jz 14:5 (com o leão que se levanta contra ele).

O Espírito derrota Satanás. (aleluiaaa!) Jz 14:6

Nada disse a respeito disso. – Força recém-descoberta!!!

– Ficou assustado?

– Maravilhado?

– Viu o que era e que o que faria era grande? A resistência era grande. E a resposta à ela também.
– Quanto tempo se passa entre a conversa com a futura esposa e a volta dele ao local onde havia matado o leão?

Comeu o mel que havia tirado do ventre do leão. Jz 14:9

O doce gosto da vitória… ¬ ¬’

Também deu do mel aos pais.
– Eles participam da vitória do filho.

Até a festa de casamento a vida é boa…
– Ele é escolhido, é ungido, perceber que o Espírito está com ele.
Descobre o que o Espírito pretende com ele quando RASGA o leão.

A discórdia gerada pelo Espírito começa.
– Quando ele chegou, trouxeram-lhe trinta rapazes para o acompanharem na festa”. Jz 14:11

Sansão se empolga:
– “Vou propor-lhes um enigma”, disse-lhes Sansão. “Se vocês puderem dar-me a resposta certa durante os sete dias da festa, então eu lhes darei trinta vestes de linho e trinta mudas de roupas. Se não conseguirem dar-me resposta, vocês me darão trinta vestes de linho e trinta mudas de roupas”.
“Proponha-nos o seu enigma”, disseram. “Vamos ouvi-lo”.
Disse ele então:
“Do que come saiu comida; (Ele era sábio… pelo menos pra inventar enigmas…
Do que é forte saiu doçura”.

Jz 14:12-14a

E sábio, mesmo que a sabedoria venha do
Espírito Santo pra fazer aquilo).

Os filisteus se irritam.
– “Durante três dias eles não conseguiam dar resposta”. Jz 14:12-14b

Os filisteus partem para a covardia:
– “ No quarto dia, disseram à mulher de Sansão: “convença o seu marido a explicar o enigma. Caso contrário, poremos fogo em você, e na família de seu pai, e vocês morrerão. Você nos convidou para nos roubar?”
– Quem convidou foi ela mesmo? Ou a família dela? Ninguém se auto-convidou? Jz 14:11

A esposa de Sansão implora pela resposta.
– “Você me odeia! Você não me ama!” Jz 14:15
– Por que Sansão se importa com acusações falsas???

Ele cede.
– Por fim, no sétimo dia contou, pois ela continuava a perturbá-lo.

E ela, por sua vez, revela o segredo a seu povo. Jz 14:19a
– “Antes do pôr-do-sol do sétimo dia, os homens da cidade vieram lhe dizer: “o que é mais doce que o mel? E o que é mais forte do que o leão?

Zombaria, raiva, ódio. Jz 14:18ª
– Não satisfeitos em fazer com que sua esposa traísse sua confiança, deixaram-no pensar que havia vencido. Que um sorriso se formasse em seu rosto.
E quando vêm, todos juntos, respondem no mesmo formato do enigma:
“O que é mais doce que o mel? O que é mais forte que o leão?”

“E agora? O eu é que você vai fazer?”

Raiva, ódio. Jz 14:18b
– “Sansão lhes disse:
“se vocês não tivessem arado com a minha novilha, não teriam solucionado o meu enigma!”

Na cabeça dele…

– Por que ela não contou pra ele?
Por que não acreditava que ele fosse capaz de defendê-la?
E ele tinha tanta força… Recém-descoberta força.

Será que ele não era tão importante quanto achou que pensava?
– Será que quebrar o coração dele VALIA à PENA?

– Por que eu fiz isso? Por que me casei? Por que não ouvi meus pais?
De que vale tudo o que eu sou, e toda a minha força, se quando eu precisava defendê-la, não foi usada?
– E POR QUE ela não acreditou que eu fosse capaz de defendê-la?

E a raiva se apossou de Sansão. E o Espírito se apossou dele. Jz 14:19
– Será que algum dia Sansão se perguntou se os filisteus eram realmente um problema? Quer tenha se perguntado ou não, a afirmativa em resposta à essa pergunta agora estava carregada de CERTEZA.

AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAGH!
“Então o Espírito do Senhor apossou-se de Sansão. Ele desceu a Ascalom, matou trinta homens, pegou suas roupas e deu aos que tinham explicado o enigma”.
HUMILHAÇÃO
“Depois, enfurecido, foi para a casa de seu pai”.

Acalmou-se. Foi visitá-la.
“MALDITOS FILISTEUS!”.
Jz 14:20 – “E a mulher de Sansão foi dada ao AMIGO que tinha sido o ACOMPANHANTE DELE no casamento”.
Jz 15:3: “Sansão lhes disse: “desta vez… ninguém poderá me culpar… QUANDO EU ACERTAR AS CONTAS COM OS FILISTEUS!”

E as batalhas começam. De coração partido, humilhado e cheio de raiva, ele contra-ataca:
Jz 15:4 “Então saiu, capturou trezentas raposas e amarrou aos pares PELA CAUDA. Depois prendeu uma toalha em casa par de caudas, acendeu as tochas e soltou as raposas no meio das plantações dos filisteus”.

Os filisteus atacam aquilo que ele mais ama.
-“Então os filisteus foram e queimaram a mulher e seu pai”. Jz 15:6
– E não havia MAIS NADA que o impedisse de atacar. Agora era vingança.

Mata muitos e é perseguido. Vai pra uma caverna, porque não pode mais voltar pra casa. Jz 15:7

Os filisteus sobem contra ele e seu próprio povo, aqueles a quem foi consagrado, aqueles que deveria proteger, que cresceram com ele, o entregaram. Jz 15:9-11

Os judeus o amarraram e o jogaram em frente a um exército enfurecido que corria gritando em sua direção. Mas o Espírito Santo mais uma vez se apossa dele e o equipa com uma força extraordinária.

Agora refletindo:

Ele é nazireu. Não pode beber vinho, o que provavelmente fez na festa de casamento. Não podia comer nada impuro, mas comeu o mel que estava dentro de um cadáver… Não podia tocar em coisas mortas, porque essas são impiras.
Imagine então Sansão, olhando em volta pra todos aqueles homens mortos e empilhados à sua volta. E olhando pra queixada de jumento em suas mãos.

“AH, DROGA”.

  • Ainda sim clama a Deus, quando tem sede. Jz 15:18-19

Sansão está triste. Triste porque não é feliz. Triste porque fez o que não era pra fazer. Porque sente que desapontou a Deus. Porque perdeu a pessoa que mais amava. Porque foi humilhado e ludibriado. Porque até os seus irmãos o entregaram pra morrer. E ainda por cima, dorme com uma prostituta.

As pessoas dizem que Sansão era burro. Ou irreverente ao estremo. Mulherengo. Que não resistia aos encantos de uma milher. E é verdade. Mas não foi por isso que ele ficou com ela depois de duas tentativas de entregá-lo. Ele se apaixonou por Dalila…
Porque Dalila lembrava ELA…

  • Lembrava porque vinha do mesmo lugar.
    – Jz 16:4 Timna ficava em Soreque. Dalila vinha do vale de Soreque.
  • Lembrava porque reclamava do mesmo jeito:
    – “Você me odeia! Você não me ama! Você deu ao povo um enigma, mas não me contou a resposta!” – Jz 14:16b (Sua esposa)
    – “Como você diz que me ama, se não confia em mim? Essa é a terceira vez que você me faz de boba e não contou o segredo da sua grande força”; Jz 16:15 – Dalila
  • E porque tinha as mesmas fraquezas… ainda eu por motivos menos nobres…
    “Ela, por sua vez, revelou o enigma a seu povo” Jz 14:17b
    “Quando Dalila viu que Sansão lhe tinha contado todo o segredo, enviou essa mensagem aos filisteus: “subam mais esta vez, pois ele me contou o segredo”. Jz 16:18
  • Ela era a sua SEGUNDA chance. Mas não o amava.

    “(E) por isso, lhe contou o segredo: “jamais se passou navalha em minha cabeça”, disse ele, “pois eu sou nazireu, desde o ventre materno. Se fosse rapado o cabelo da minha cabeça, a minha força se AFASTARIA de mim, e eu ficaria tão fraco como qualquer outro homem”.

Percebe-se nesse verso o seguinte:

1º A atitude de Sansão era a atitude da Fera quando o Lumier pergunta se ele não vai lutar: “Já não importa mais”.

2º Ele sabia que havia os/mandamentos e que esse último o mantinha ligado a Deus. Que o sacrifício (no caso, manter o cabelo) abria caminho rasando os céus, conectando a nossa realidade com a eternidade do mesmo jeito que aconteceu anos atrás, antes do seu nascimento, quando um anjo subiu aos céus através de uma oferta.

E 3º : que Sansão achava que todos os outros homens eram GAROTINHAS.

Fim!

Jessica de Araujo Melo Ferreira

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: