Archive for the ‘estudo bíblico’ Category

Letter to Angeline

maio 14, 2013


Letter to Angeline

Courage is something extraordinary. Do not know the gigantic battles that you fought and won within the human heart. The eyes do not allow us to glimpse what happens within each of us.

Living requires courage, is an act of indomitable bravery, sometimes it’s an act of madness widespread.

Or an act of courage crazy, that requires a great dissatisfaction with the tragedies of this world, coupled with an impressive determination to continue fighting for the people we love, And  too the ability to communicate life to those we can with the resources at our disposal.

The good that we do is as rewarding as most of our dreams and strong enough to train our hand to achieve the impossible.

We live life to share, even if we need die a little every day. This is not a strategy apprehended, prior to it, is an inalienable vocation, a singularity, the flame that burns in our hearts.

we goes ahead us because we love and we despise the suffering , since courage goes behind us and the hope will shaking your flag in front of our lives, insisting on running back smiling at us.

Life, indeed, is a widespread confusion of perceptions and feelings, amid the clamor and din of children, amid the cries of losses, amid the laughter unrestrained of friendship consummated due to the ambiguity of the fragility of we have a body that insists on not remain and the fortress of a heart that insists on not finishing.

That old crisis between will and ability to perform something magnificent.

Love is not a road or a feeling comfortable or manageable.

Give up of the love is to die a slow death of a meaningless life.

And many have relinquished love humanity, to live in the horizons of their dead things. Because they  left him to win by despair at the horror by the wounds caused by those who should protect us and failed.

Girls and boys who take drugs by rejecting the one true addiction, the addiction to develop love for people. And without which we are so dependent that if we do not die without realizing it.

The human spirit depends of giving himself more than anything else to go on living. Nothing replaces this vocation, absolutely nothing. Because it has a primordial image, is the result of an inheritance given to us to lead us to a full life as a voice that announces to the reason we exist. And who we truly belong.

However this your extraordinary courage is dumb as a cow senile.

And unable to do alone the work where other divine resources are sorely needed. And if you do, but if you rely solely on this cow senile, will not get very far in this no man’s land.

Neither you nor I, nor the ducks on the farm that I do not own and no one will ever beyond his own frailty is depend only on his courage stupid.

Courage is a gift, but needs to be guided, this fiery creature.

And if you, on the other hand, imagine that tying the love that makes you go ahead with this senile cow will bring you permanent benefits

I wanted to remind you that death is there in the tomb engraved with the name of all your other natural resources.

And look what they are extraordinary.

Your dreams of extraordinary love that embraces children who you love too much need a touch of Power and Authority, require resources transcendent and powerfully effectives to grant to the heart of Angeline what only can grant absurd FAITH.

A powerfull faith

And there is no magic that prevents faith to operate the absurd things that she, faith, performs.

Things that can fill your heart with conditions not yet experienced, unpredictable situations and new, changing your reality by giving a correct orientation for this your stupid courage.

Because of our stupid courage.

Makes some time that there is one called burning into your heart , with summoning to you embrace things that you have not wondered yet.

Makes some time when the darkness invited you to dance with the agony,  was someone deep inside the dance hall wanting you, yes you, get him out to dance.

And it’s about this dance for which you was created and called to life, I wrote. Where you will be filled with words that can generate even life itself, in the midst of this dance yet.

He wants to make your heart tremble with joy and allocate the resources that are needed to control your stupid courage, teaching you things you have not learned yet.

Because if his words abide in you and if you are in Him, everything you ask for will be done.

The other day there was a meeting in the heavenly spheres and again asked:

And my daughter, when you will understand?

So I ask you and Brad present before him. You can not imagine the work that gives rise to have the right to fill you with his spirit. You have no idea how hard it is back from the dead to be able to announce you and reveal your rights acquired by him and the resources that prayer and faith can provide.

It never crossed in your mind what is yours in Christ.

And despite that belong to you, you’re not using,  it certainly will build a wonderful tomorrow for your life and the lives of the millions who were somehow touched by its beauty and boldness.

So listen to the music.

And allow yourself to feel the universe through the eyes of him who loves you for ever.

still waiting for you to invite him

To dance.




God may - may, the verbal utterance improvised CAN TOO,
do you - yes you,
overflow - What or overfilled bottles,
(derived from the remaining second part of the phrase verbal improvised CAN TOO)
throughout absurd grace
with the following and SPECTACULAR, respectable audience, purpose:
to live - LIVE From the verb, inclusion of the term does not exist in the original text purposefully and blatantly - having
in view of the loneliness of the term having” and the need to use that would clarify where such ownership”
having - having .. Yes that’s right … having
  always - A always” the same length of your eternity
in all … - Necessarily, in all,
more than necessary - More-than-necessary spoken slowly and rhythmically,
for you - yes you,
accomplish abundantly throughout - All, all the same,
  type of good work - work, achievement, development, design and the like, necessarily
in any order

II Corinthians 9: 8



<!– /* Font Definitions */ @font-face {font-family:Calibri; panose-1:2 15 5 2 2 2 4 3 2 4; mso-font-charset:0; mso-generic-font-family:swiss; mso-font-pitch:variable; mso-font-signature:-520092929 1073786111 9 0 415 0;} /* Style Definitions */ p.MsoNormal, li.MsoNormal, div.MsoNormal {mso-style-unhide:no; mso-style-qformat:yes; mso-style-parent:""; margin-top:0cm; margin-right:0cm; margin-bottom:10.0pt; margin-left:0cm; line-height:115%; mso-pagination:widow-orphan; font-size:11.0pt; font-family:"Calibri","sans-serif"; mso-ascii-font-family:Calibri; mso-ascii-theme-font:minor-latin; mso-fareast-font-family:Calibri; mso-fareast-theme-font:minor-latin; mso-hansi-font-family:Calibri; mso-hansi-theme-font:minor-latin; mso-bidi-font-family:"Times New Roman"; mso-bidi-theme-font:minor-bidi; mso-fareast-language:EN-US;} .MsoChpDefault {mso-style-type:export-only; mso-default-props:yes; font-family:"Calibri","sans-serif"; mso-ascii-font-family:Calibri; mso-ascii-theme-font:minor-latin; mso-fareast-font-family:Calibri; mso-fareast-theme-font:minor-latin; mso-hansi-font-family:Calibri; mso-hansi-theme-font:minor-latin; mso-bidi-font-family:"Times New Roman"; mso-bidi-theme-font:minor-bidi; mso-fareast-language:EN-US;} .MsoPapDefault {mso-style-type:export-only; margin-bottom:10.0pt; line-height:115%;} @page WordSection1 {size:612.0pt 792.0pt; margin:70.85pt 3.0cm 70.85pt 3.0cm; mso-header-margin:36.0pt; mso-footer-margin:36.0pt; mso-paper-source:0;} div.WordSection1 {page:WordSection1;} –>
Carta a Angeline

Coragem é algo extraordinário. Não conhecemos as gigantescas batalhas travadas e vencidas dentro do coração humano. Os olhos não permitem vislumbrar o que acontece dentro de cada um de nós. 
Viver requer ousadia, é um ato de bravura indômita, algumas vezes é um ato de loucura generalizada.
Ou um ato de coragem louca, que requer uma grande insatisfação com as tragédias desse mundo, aliadas a uma impressionante determinação de continuar lutando pelas pessoas que amamos. E aliadas a possibilidade de comunicar vida àqueles que pudermos com os recursos a nossa disposição.
O bem que podemos fazer é tão gratificante quanto a maioria dos nossos sonhos e forte o suficiente para adestrar as nossas mão para a realização do impossível.
Nós vivemos para compartilhar vida, ainda que para isso necessitemos “morrer um pouco a cada dia”. isso não é uma estratégia apreendida, antes uma inalienável vocação, uma singularidade,  a chama que arde em nossos corações.
Avançamos porque amamos e o sofrimento nós desprezamos, já que  a coragem está a nossa retaguarda e a esperança vai balançando sua bandeira a frente de nossas vidas, teimando em correr de costas sorrindo para nós.
A vida, na verdade, é uma confusão generalizada de percepções e sentimentos, em meio da gritaria e algazarra das crianças, em meio ao choro das perdas, em meio ao riso incontido da amizade consumada, em razão da ambiguidade da fragilidade de um corpo que teima em não permanecer e a fortaleza de um coração que teima em não terminar.  
Essa velha crise entre o querer e a capacidade de realizar algo magnífico.
O amor não é uma estrada confortável e nem um sentimento contornável.
Abrir mão dele é morrer a morte lenta de uma vida sem sentido.
E muitos já abriram mão de amar a humanidade, de viver além dos horizontes de suas coisas mortas.  Porque se deixaram vencer pela desesperança diante do horror e das feridas causadas por aqueles que as deviam proteger e falharam.
Moças e moços que se drogam por rejeitar ao único vicio verdadeiro, o vicio de desenvolver amor pelas pessoas. E sem do qual somos tão dependentes que se não o fizermos morremos sem o perceber.
O espirito humano depende de doar-se a si mesmo mais do que qualquer outra coisa para continuar a viver. Nada substitui essa nossa vocação, absolutamente nada. Porque possui  uma imagem primordial, é fruto de uma herança que nos foi doada para nos dirigir a uma vida plena, como uma voz que anuncia para a razão de nós existirmos. E a quem nós verdadeiramente pertencemos.
Contudo essa tua extraordinária coragem é burra como uma vaca senil.
E incapaz de fazer sozinha,  o trabalho que outros recursos divinos extremamente necessários. E se você, sim se você depender somente dessa vaca senil, não vai chegar muito longe nessa terra de ninguém.
Nem a senhora e nem eu, nem os patos da fazenda que eu não possuo e nem ninguém jamais irá além de sua própria fragilidade se depender somente de sua coragem burra.
A coragem é uma dádiva, mas necessita ser guiada, essa criatura impetuosa.
E se você, por outro lado, imagina que atar o amor que te faz ir em frente à essa vaca senil irá te trazer benefícios  permanentes,
eu queria te lembrar que a morte é logo ali, no túmulo gravado com o nome dos teus todos os teus demais recursos naturais.
E olha que eles são extraordinários.
Teus sonhos do amor extraordinário que abrace e edifique as crianças que tanto amas necessitam de um toque de Poder e de Autoridade, necessitam de recursos transcendentes e poderosamente eficazes para conceder ao coração de Angeline  aquilo que somente a FÉ absurda pode conceder.
E não existe mágica que impeça a fé de operar as coisas absurdas que ela, a fé,  realiza.
Coisas que podem encher teu coração de condições ainda não vividas, de situações imprevisíveis e novas, arrebatadoras, transformando a tua realidade concedendo uma belíssima e correta orientação a essa tua coragem burra.
A essa nossa coragem burra.
Faz já algum tempo que há um chamado ardendo dentro de teu coração convocando-a abraçar coisas que você ainda não cogitou.
Por detrás dos dias em que a escuridão te convidava para dançar com a agonia, havia lá no fundo do salão de dança alguém querendo que você, sim você, o tirasse para dançar.
E é sobre essa dança para a qual você foi criada e chamada à vida, que eu escrevi. Para ser cheia de palavras que possam gerar até mesmo a própria vida, em meio a esta dança.
Ele quer fazer teu coração tremer de contentamento e conceder os recursos que são necessários para controlar essa tua coragem burra, te ensinando coisas que você ainda não aprendeu.
Porque se as palavras dele estiverem em você e se você nEle estiver, tudo o que você pedir será realizado.
Outro dia houve uma reunião nas esferas celestiais e de novo perguntaram:
E a minha filha, quando entenderá?
Por isso eu solicito que você e o Brad apresentem-se diante dele. Você não imagina o trabalho que dá ressuscitar para ter o direito de te encher de seu espirito. Você não tem idéia de como é difícil voltar do reino dos mortos para poder te anunciar e revelar teus direitos por Ele adquiridos e os recursos que a oração e a fé podem proporcionar.
Nunca passou pela tua mente o que é que te pertence em Cristo.
E que apesar de te pertencer, você ainda não está utilizando, não está usufruindo e que certamente irão construir um amanhã maravilhoso para a sua vida e para a vida dos milhões que de algum modo foram tocados pela sua beleza e ousadia.
Então escute a musica.
E permita-se sentir o universo através dos olhos daquele que te ama para todo sempre.
E que ainda espera que você o convide
Para dançar. 

Sobre o reino passageiro – Um estudo sobre o anticristo

abril 5, 2013

Sobre o reino passageiro – O anticristo 

Você já leu sobre o CHIP 2013?
Lembra do DVD que lhe enviei sobre a Teoria da Conspiração? Então, lá mostrava que no futuro a população seria identificada por estes chips e que só faria compras em certos lugares quem o tivesse.

Veja no link: http://www.torahweb.net/t1463-implante-de-chip-obrigatorio-no-eua-em-2013

da redação da Welington Corporation

Oi Suely! Boa tarde!

Sobre o reino passageiro – O anticristo 

Para que o Anti-Cristo assuma o poder ele necessitará de considerável estratégia. Não basta firmar-se com apoio de magos, bruxos, ocultistas e religiosos, sociedades ocultas de toda espécie, tentando  tomar a força o poder político. No filme Sherlock Holmes, com Robert Downey Jr no papel principal, visualizamos como poderia ser uma dessas tentativas frustradas O plano do reino passageiro tem que ser diversificado, dissimulado, abrangente. Tal plano possui várias etapas, e necessita capitalizar ou compatibilizar milhares de atividades humanas, centenas de disciplinas do conhecimento. No nosso mundo temos complexas relações sociais, econômicas, tecnológicas, religiosas e políticas.  Somos regidos por uma pluralidade de relações jurídicas, leis internacionais, convenções, tratados, códigos diversos, normas, padrões.
Migramos para um mundo conectado, relações computacionais que fazem parte do dia a dia, redes sociais, indexadores, blogosfera, conectividade via MSN, Skype, migração de nossa memória (fotos) e relacionamentos (contatos) para a nuvem (web). O mundo do papel tornou-se em poucos anos, o mundo dos bytes, da interação virtual. Hoje caminhamos para outro patamar que é o da telecomunicação se fundindo com a internet. E logo também a televisão, onde possivelmente não conversaremos sem visualizar com quem falamos.
A REDE é hoje uma realidade social, ela já coopera com mudanças de aproximações culturais, modificações lingüísticas, e o sistema financeiro mundial também dela se tornou dependente.  
Toda ferramenta humana pode ser usada adequadamente ou para o mal. A natureza humana não conhece ferramenta que não possa ser usada para ferir ao outro.  A bíblia usada de modo errado pode destruir pessoas. Mesmo sentimentos, a paixão pode adoecer e até desesperar, a sexualidade dada ao ser humano como uma benção pode ser transtornada, se tornar motivo de tormento, opressão, e mesmo angustia quando dominada por aspectos outros que não o propósito original que era de ser vinculo entre duas pessoas que se amam, exemplo da escravidão sexual, da prostituição, do estupro, da pornografia. A lei cuja  essência é a justiça pode ser deturpada para beneficiar a alguns em detrimento de poucos.  O Estado hoje era para ser uma evolução das estruturas políticas do passado para dar qualidade de vida ao povo, a uma nação. O estado totalitário inverte a ordem das coisas exemplo da ditadura que ceifou centenas de vida no Brasil, transformando-se em instrumento de destruição. Lideres políticos deveriam representar os grupos que o elegeram com a visão do bem-estar geral, munido de interesses gerais. Stalin, lider soviético matou para se manter no poder, 50 milhões de pessoas. Na REDE existem lutas internas colossais pelo seu domínio, existe desde peneira de informações, até mecanismos que podem a se tornar ferramentas de controle ideológico. Isto já ocorre em nível de propaganda há anos. No que você consome, no que nós lemos, existem vários modos de você induzir, enfatizar, generalizar posturas, filosofias de vida, padrões de consumo, para atender a um mercado, a um modismo, a um movimento cultural, porque alguém está interessado em te vender alguma coisa. Ou que você não saiba de alguma coisa. As empresas praticam jogos de poder, tem as oligarquias, os cartéis, os monopólios, etc. Nos séculos anteriores a Inglaterra interviu fortemente para que o Brasil entrasse numa guerra que dizimou a população do Paraguai, que despontava com desejo de industrializar-se.  A Exxon dominou o panorama do petróleo por dezenas de anos com práticas que beiram a insanidade moral. O aço do mundo é hoje quase que totalmente dominado por um único grupo econômico. Toda a economia da terra gera em torno de 50 grandes empresas, cujas ramificações abrangem milhares de outras. O Shogunato  (Japão) caiu por causa da necessidade econômica que alguns grupos possuíam de realizar investimentos naquele país. Hitler foi financiado por um dos grupos que ainda está no cenário financeiro mundial até hoje.  A base financeira do futuro governo do anticristo necessita ter em suas mãos as rédeas do mercado financeiro, a interação religiosa, o domínio do fornecimento de alimentos, as chaves das indústrias químicas, o poder do petróleo, a mudança dos códigos de leis internacionais, a ideologia propagada através dos meios de mídia existente e para tal o controle do conteúdo televisivo, da mídia da web e telefônica,  a propagação de sua filosofia através da literatura. Sem percebam que isso tudo está interconectado, sem que a humanidade entenda que está sendo manipulada. A moda já faz isso a tempo. Veja a magreza das modelos, a manipulação fotográficas das capas de revistas, a ditadura da beleza. Há uma acusação formalizada de que a mulher americana jamais viu nas revistas de moda o verdadeiro rosto de uma mulher de 50 anos. Por cerca de 30 anos a televisão brasileira retratou famílias em adultério, paixões proibidas, vida íntima ilegítima ou situações retiradas de contos de Nelson Rodrigues. O comportamento da juventude brasileira, influenciada pela massificação de arquétipos de sexualidade mundanos (os discursos e enredos contínuos sobre  adultério, traição, tabu, propaganda da sensualidade, liberação sexual, e coisas afins)  diminuiu a infância, vulgarizou a sexualidade adolescente, ridicularizou a virgindade, retirou dos pais a responsabilidade sexual do comportamento dos filhos. A ponto de em determinada cena de televisão, uma prostituta, reclamar de que as chamadas “patricinhas” se vestiam exatamente como elas, sendo impossível em determinadas regiões das metrópoles diferenciar quem era ou não uma prostituta pelos trajes. Reclamação feita por uma prostituta. 
Existem batalhas ideológicas em todas as áreas do conhecimento humano, que se assemelham com disputas comerciais ilegítimas.

Para entender esse processo abrangente não há relato melhor que o da Propaganda Nazista:

“A propaganda política busca imbuir o povo, como um todo, com uma doutrina… A propaganda para o público em geral funciona a partir do ponto de vista de uma idéia, e o prepara para quando da vitória daquela opinião”. Adolf Hitler escreveu tais palavras em 1926, em seu livro Mein Kampf , no qual defendia o uso de propaganda política para disseminar seu ideal de Nacional Socialismo que compreendia o racismo, o anti-semitismo e o anti bolchevismo.
Após a chegada do nazismo ao poder em 1933, Hitler estabeleceu o Ministério do Reich para Esclarecimento Popular e Propaganda, encabeçado por Joseph Goebbels. O objetivo do Ministério era garantir que a mensagem nazista fosse transmitida com sucesso através da arte, da música, do teatro, de filmes, livros, estações de rádio, materiais escolares e imprensa.
Existiam várias audiências para receber e assumir as propagandas nazistas. Os alemães eram constantemente relembrados de suas lutas contra inimigos estrangeiros, e de uma pretensa subversão judaica. No período que antecedeu a criação das medidas executivas e leis contra os judeus, as campanhas de propaganda criaram uma atmosfera tolerante para com os atos de violência contra os judeus, particularmente em 1935, antes das Leis Raciais de Nuremberg, e em 1938, após a Kristallnacht, quando do fluxo constante de legislação anti-semita sobre os judeus na economia. A propaganda também incentivou a passividade e a aceitação das medidas iminentes contra os judeus, uma vez que o governo nazista interferia e “restabelecia a ordem” (derrubada pela derrota alemã na 1ª Guerra Mundial).
A propaganda nazista também preparava o povo para uma guerra, insistindo em uma perseguição, real ou imaginária, contra as populações étnicas alemãs que viviam em países do leste europeu em antigos territórios germânicos conquistados após a Primeira Guerra Mundial. Estas propagandas procuravam gerar lealdade política e uma “consciência racial” entre as populações de etnia alemã que viviam no leste europeu, em especial Polônia e Tchecoslováquia. Outro objetivo da propaganda nazista era o de mostrar a uma audiência internacional, em especial as grandes potências européias, que a Alemanha estava fazendo demandas justas e compreensíveis sobre suas demandas territoriais.
Após a Alemanha haver quebrado o Pacto Ribentrof, que havia assinado, e invadido a União Soviética, a propaganda nazista passou a dirigir-se aos civis dentro do estado alemão, e aos soldados e policiais alemães que serviam nos territórios ocupados, bem como a seus auxiliares não-alemães, inventando um elo entre o comunismo soviético e o judaísmo europeu, e apresentando a Alemanha como defensora da cultura “ocidental” contra a ameaça “Bolchevique”. Esta propaganda também mostrava uma imagem apocalíptica do que aconteceria caso os soviéticos ganhassem a Guerra e foi aumentada após a derrota catastrófica da Alemanha em Stalingrado, Rússia, em fevereiro de 1943. Este enredo serviu como instrumento para persuadir os alemães, nazistas ou não, além de colaboracionistas estrangeiros, a lutarem até o final.
O cinema, em particular, teve um papel importante na disseminação das idéias do anti-semitismo racial, da superioridade do poder militar alemão e da essência malévola de seus inimigos, como eram definidos pela ideologia nazista. Os filmes nazistas retratavam os judeus como seres “subhumanos” que se infiltraram na sociedade ariana; em 1940, por exemplo, o filme de 1940, “O Eterno”, dirigido por Fritz Hippler, que retratava os judeus como parasitas culturais ambulantes, consumidos pelo sexo e pelo amor ao dinheiro. Alguns filmes, como “O Triunfo da Vontade”, de 1935, de Leni Riefenstahl, exaltava Hitler e o movimento Nacional Socialista. Duas outras obras de Leni, “O Festival das Nações” e “Festa da Beleza” (1938), mostraram os Jogos Olímpicos de Berlim, em 1936, promovendo o orgulho nacional com o sucesso do regime nazista naqueles Jogos.
Jornais alemães, principalmente o Der Stürmer, O Tufão, publicavam caricaturas anti-semitas para descrever os judeus. Depois que os alemães deflagraram a Segunda Guerra Mundial com a invasão da Polônia, em setembro de 1939, o regime nazista utilizou propagandas para causar a impressão de que os judeus não eram apenas sub-humanos, mas que eram também perigosos inimigos do Reich alemão. O regime buscava obter o apoio, ou o consentimento tácito, da população alemã para as políticas que tinham como objetivo a remoção permanente dos judeus das áreas onde viviam alemães.
Durante a implementação da chamada Solução Final, i.e. o extermínio em massa de judeus, os soldados das SS nos campos de extermínio forçavam suas vítimas a apresentar uma fachada de normalidade em ocasiões em que vinham visitas ou em que tiravam fotos e filmavam os campos, chegando ao ponto de obrigar os que iam para as câmaras de gás a enviar cartões-postais para amigos e parentes dizendo que estavam sendo bem tratados e que viviam em excelentes condições, criando assim a fachada de tranqüilidade necessária para deportá-los da Alemanha, e dos países por ela ocupados, da forma menos tumultuada possível. As autoridades dos campos usavam a propaganda para acobertar as atrocidades e o extermínio em massa que praticavam.
Em junho de 1944, a Polícia de Segurança alemã permitiu que uma equipe da Cruz Vermelha Internacional inspecionasse o campo-gueto de Theresienstadt, localizado no Protetorado de Boêmia e Moravia (hoje República Tcheca). As SS e a policia estabeleceram Theresienstadt, em novembro de 1941, como um instrumento de propaganda para consumo doméstico no Reich alemão. O campo-gueto era usado como uma explicação para os alemães que ficavam intrigados com a deportação de judeus alemães e austríacos de idade avançada, de veteranos de guerra incapacitados, ou artistas e músicos locais famosos para “trabalharem” “no leste”. Na preparação para a visita de 1944, o gueto passou por um processo de “embelezamento”. Depois da inspeção, as autoridades das SS no Protetorado produziram um filme usando os residentes do gueto para demonstrar o tratamento benevolente, que os “moradores” judeus de Theresienstadt recebiam. Quando o filme foi finalizado, as autoridades das SS deportaram a maioria do “elenco” para o campo de extermínio Auschwitz-Birkenau.
O regime nazista até o final utilizou a propaganda de forma efetiva para mobilizar a população alemã no apoio à sua guerra de conquistas. A propaganda era também essencial para dar a motivação àqueles que executavam os extermínios em massa de judeus e de outras vítimas do regime nazista. Também serviu para assegurar o consentimento de outras milhões de pessoas a permanecerem como espectadoras frente à perseguição racial e ao extermínio em massa de que eram testemunhas indiretas.”

 As Escrituras afirmam “Filhinhos, já é a última hora; e, como ouvistes que vem o anticristo, também, agora muitos anticristos têm surgido; pelo que conhecemos que é a última hora” (1 João 2:18).

O que significa a palavra CRISTO: MESSIAS, o enviado, o ungido, o escolhido (por Deus) em Hebraico, e o termo em Grego, o ungido.
Anti é uma preposição do grego que significa: o oposto
Oposto de enviado: Falso emissário.
Oposto de ungido: O termo ungido simbolizava o homem separado por Deus para o ofício de sacerdote, de profeta ou de rei que recebia o azeite derramado sobre sua cabeça. O Messias é aquele que foi separado para ser rei, profeta e sacerdote. O óleo descia abundantemente pelo cabelo, descia pela barba e caia pelas vestes no momento da unção. Esse óleo é o rito que dá inicio a capacitação do sujeito para o ofício e a partir dele o homem ou mulher separada receberá o Espírito de Deus que nela permanecerá até o fim de seu ministério. Logo o óleo começou a ser reconhecido como símbolo do próprio Espírito Santo. Uma pessoa ungida é uma pessoa separada, capacitada pelo Espírito, em quem reside o Espírito.
O oposto de ungido: opresso. Pessoa sobre quem repousa o espírito ou espíritos malignos. Por conseqüência dos três ofícios de Jesus, ele será também um falso rei, exercerá um falso sacerdócio e também será um falso profeta. Na medida que nos aprofundamos sobre cada um desses aspectos,  governamental, sacerdotal e profético, mais entenderemos suas funções exercidas ao contrário.  Um rei, ministro, governador, presidente, qualquer um que exerça as funções de chefe de estado, deve possuir qualidades de um nobre, sabedoria, benevolência, capacidade jurídica, retidão, equidade, imparcialidade, etc.
Maquiavel discorre sobre princípios gerais para manutenção do poder em que a sabedoria é desprovida de caráter, onde a inteligência é usada para de todas as formas, legitimas ou não,  para manutenção do poder. Tal procedimento foi denominado depois maquiavelismo. As 48 leis do poder de Joost Elffers e Robert Greene são uma compilação de princípios reunida nos escritos dos estrategistas (Sun-Tzu, Clausewitz), estadistas (Bismarck, Talleyrand), cortesãos (Castiglione, Gracián), sedutores (Ninon de Lenclos, Casanova), e charlatões (“Yellow Kid” Weil).

lei 1: não ofusque o brilho do mestre
lei 2: não confie demais nos amigos. Aprenda a usar os inimigos
lei 3: oculte suas intenções
lei 4: diga menos do que o necessário
lei 5: muito depende da reputação – dê a própria vida para defendê-la
lei 6: chame a atenção a qualquer preço
lei 7: faça com que os outros trabalharem por você mas sempre fique com o crédito
lei 8: faça as pessoas virem até você – use uma isca, se for preciso
lei 9: vença por suas atitudes não discuta
lei 10: contágio: evite o infeliz e azarado
lei 11: aprenda a manter as pessoas dependentes de você
lei 12: use a honestidade e a generosidade seletivas para desarmar a sua vítima
lei 13: ao pedir ajuda, apele para o egoísmo das pessoas, jamais para a sua misericórdia ou gratidão
lei 14: banque o amigo. Aja como espião.
lei 15: aniquile totalmente o inimigo
lei 16: use a ausência para aumentar o respeito e a honra
lei 17: mantenha os outros em um estado latente de terror: cultive uma atmosfera de imprevisibilidade
lei 18: não construa fortalezas para se proteger – o isolamento é perigoso
lei 19: saiba com quem está lidando – não ofenda a pessoa errada
lei 20: não se comprometa com ninguém
lei 21: faça-se de otário para pegar os otários – pareça mais bobo do que o normal
lei 22: use a tática da rendição: transforme a fraqueza em poder
lei 23: concentre as suas forças
lei 24: represente o cortesão perfeito
lei 25: recrie-se
lei 26: mantenha as mãos limpas
lei 27: jogue com a necessidade que as pessoas têm de acreditar em alguma coisa para criar um séquito de devotos
lei 28: seja ousado
lei 29: planeje até o fim
lei 30: faça as suas conquistas parecerem fáceis
lei 31: controle as opções: quem dá as cartas é você
lei 32: desperte a fantasia das pessoas
lei 33: descubra o ponto fraco de cada um
lei 34: seja aristocrático ao seu próprio modo: aja como um rei para ser tratado como tal
lei 35: domine a arte de saber o tempo certo
lei 36: despreze o que não puder ter: ignorar é a melhor vingança
lei 37: crie espetáculos atraentes
lei 38: pense como quiser, mas comporte-se como os outros
lei 39: agite as águas para atrair os peixes
lei 40: despreze o que vier de graça
lei 41: evite seguir as pegadas de um grande homem
lei 42: ataque o pastor e as ovelhas se dispersam
lei 43: conquiste corações e mente
lei 44: desarme e enfureça com efeito espelho
lei 45: pregue a necessidade de mudança, mas não mude muita coisa ao mesmo tempo.
lei 46: não pareça perfeito demais
lei 47: não ultrapasse a meta estabelecida; na vitória aprenda a parar.
lei 48: evite ter uma forma definida

O Contraste com o Evangelho é muito grande. O mundo secular  exercita-se em jogos de poder. É desse mundo de dissimulação que Jesus veio retirar os seus. Vós não sois do mundo, disse certa feita. A norma de conduta estabelecida vai contra todas as táticas sociais impostas até então quando declara: Amai vossos inimigos. Bendizei aqueles que vos perseguem.  Quando Jesus declara  que a nossa palavra deve ser “sim sim e não não”  e que o que passar disso, desse patamar de transparência tem origem no diabo, sabia bem o que estava dizendo. Porque se dizemos não quando queremos dizer sim e se dizemos sim mesmo quando nossa consciência diz que é não,  é porque há uma estratégia por detrás do que fazemos, há uma segunda finalidade.
O reino do anticristo é o reino das segundas intenções. Ele é francamente dissimulado, inequivocamente oculto, e permanentemente mal intencionado.
Se o reino de Cristo é o reino da luz, o dele é o reino das trevas. Se o reino de Cristo é eterno, o dele é o reino passageiro. Se Jesus é o homem segundo Deus, logo ele é o homem segundo Satanás. Se A palavra de Cristo é a Verdade, logo a sua palavra é completamente mentirosa. Jesus é o Mestre. O que Jesus ouvia do Pai o entregava aos discípulos. Ele é um falso mestre, o que ouvirá de Satanás isso irá ensinar ao mundo. Jesus veio para morrer pelo mundo. O anticristo fará o mundo morrer por sua causa. Jesus cumpriu toda a vontade de Deus. O anticristo realizará toda a vontade de Satanás. Jesus realizou como prodígios, sinais e maravilhas em nome do pai. O anticristo realizará prodígios, sinais e maravilhas pelo poder da mentira em nome do diabo. Os sinais serão sobrenaturais, físicos, reais, mas sem significado, com o intuito de conduzir as multidões não até Deus, mas até ele. Jesus é o CAMINHO. O anticristo se definirá como o DESTINO. Como se ele fosse a razão de tudo. Jesus se fez pobre para que nós pudéssemos nos tornar participantes das riquezas celestiais. O anticristo assumirá a riqueza dos povos, roubará o sistema financeiro mundial para realização de sua própria causa. Através de Cristo veio a salvação do mundo. Através do anticristo viria a sua destruição, se não for deposto a tempo. Mas será.

Então o tal chip de controle, hoje sob a égide das leis internacionais e financeiras é só outra questão tecnológica, influenciando tanto quanto o débito automático. Porém no reino passageiro poderá até ser um passaporte para a morte e para o controle de pessoas. Não é um sistema eletrônico que define o reino passageiro, é a totalidade dos sistemas jurídicos, bancários, sociais, políticos, religiosos, filosóficos, de comunicação, de marketing, jornalísticos, utilizados com o intuito de dar autoridade ao tal reino.

“Muitos anticristos” Qualquer homem que age como se fosse deus ao dar nenhuma importância ao próximo, usando ao outro para suas próprias realizações, ainda que para tal destrua seu próximo, é um anticristo. O ultimo dá nome aos primeiros. Nesse ultimo a desumanidade atinge a maturidade. 
.

O homem enlouquece – L’homme passe fou

março 20, 2013

O homem enlouquece

Sim. A incredulidade e a negação da espiritualidade humana causa isso. A irresponsabilidade espiritual também…

Isso occoere quando o homem decide brincar de ser pleno em si mesmo,  ao acreditar que suas escolhas, sem a interferencia de nada mais que não a sua própria vontade, são o suficiente para viver.

Milhões amam o conceito vil de um mundo sem Deus.  Muitos imaginam que a libertação da alma é uma trangressão contra leis eternas, e que a  proclamada plenitude humana se alcança somente nela mesma.

Imaginam os homens que Deus não  acrescenta nada e não faz a menor diferença.

Enchem os pulmões e gritam que decidiram por si mesmos onde ir, independente de onde tal estrada escolhida a esmo, os possa levar.  Só porque  desejam dizer :

- No final da estrada ao menos só eu poderei me culpar dos  meus próprios erros e a mais ninguém.

Outros imaginaram que a religião é uma mentira e que só o desejo sem rédeas é algo verdadeiro. Imaginam que irão manter sua psique intacta neste mundo absurdamente maligno, que encontrarão por sua intelectualidade – luz  –  ainda que caminhando em meio a  essa medonha escuridão.

Brutal erro é pensar que há em alguma resposta humana que impeça que a vida perca seu sentido. Ou que somente os fracos perdem sua lucidez  no mundo e que a angustia  existencial é para os que não provaram o poder secular ou para aqueles que não possuem dinheiro.

Erro é imaginar que Cristo é uma invenção e que o PODER e a VIDA que o evangelho colocaram a disposição de TODO AQUELE que o aceitar são coisas sem nenhum valor.
Burrice é desprezar as riquezas incalculaveis disponibilizadas para nós e  a promessa de uma vida abundante em nome de  nossa própria insensatez.

Só porque você queria desprezar…

Só porque você não o quis, e não se permitiu senti-lo, pois teve medo de se aproximar de Cristo e perceber que o que ele falou era somente e nada mais EXATAMENTE aquilo que ele falou.

A perspectiva da mudança que poderia tirar de você esses trapos amarrotados que você por plena ignorancia decidiu nomeá-los de vida.

Olhe ao seu redor.

CONFIAR em Cristo irá APAGAR ou LIMITAR alguma coisa que valha a pena manter em seu coração?

DEUS destruirá em nós, pelo fato de nele cremos,  aquilo que nos faz bem?

Ou nos proibirá de abraçar, em nossos próprios caminhos, o que faz nosso coração pular de contentamento?

O que te impede  de te aproximares do unico poder do universo que pode guardar  tua alma intacta no meio do furacão do medo e do fracasso, dguardando-nos na tempestade de sentimentos dolorosos e da força de paixões destruidoras?

O Evangelho DECLARA em alto e bom som que não sairemos vivos deste universo sem aceitar o convite de sua salvação. 

O evangelho declara que sozinhos não venceremos.
O evangelho declara que a cruz é foi ato de loucura relevante e que a ressurreição  de Jesus um ATO DE PODER necessário.
Tão necessário quanto o ar  e quanto o amanhã.
Este é o pedaço que falta na tua alma,  este é o mistério que completa tua vida,  este é o motor que se esconde por detrás de teus sonhos,  esta é singularidade neste universo capaz  de fazer jorrar luz dentro de nossos corações.

Ele é  a única realidade na existencia capaz de curar-nos das doenças  fisicas e espirituais na triplice condição humana.

Não permita que as vozes dos zumbis que habitam esta terra impeçam que aquele  homem que ressuscitou dos mortos toque sua essencia.

Não impeça-o que indescritivelmente, renove a sua vida

The man goes crazy Yes. The disbelief and denial of human spirituality cause this. Spiritual irresponsibility well. ..

This occoere when man decides to play be full in himself, to believe that their choices, without the interference of nothing more than their own will, are enough to live.

Millions love the vile concept of a world without God. Many think that the release of the soul is a transgressing against eternal laws, and that the trumpeted human fullness reaches only herself.

Imagine the men that God adds nothing and doesn’t make the slightest difference.

Fill your lungs and shout that they decided for themselves where to go, regardless of where such road chosen esmo, can take. Just because want to say:-at the end of the road at least I can only blame me of my own mistakes and no one else.

Others imagined that the religion is a lie and that only the desire without reins is something true. Imagine that will keep his psyche intact in this world evil, which will absurdly for its intellectuality-light while walking in the midst of this dreadful darkness.

Brutal mistake is to think that there are some human response that prevents the lose your life. Or that only the weak lose their lucidity in the world and the existential anguish is for those who do not have proven the secular power or for those who do not have money.

Error is to imagine that Christ is an invention and that the power and the life that the Gospel had the disposition of everyone who accept are things with no value.
Silliness is despise the riches has got are beyond telling available to us and the promise of an abundant life in the name of our own foolishness.

Just because you wanted to despise …

Just because you don’t want to, and not allowed himself to feel it, because it was afraid to get closer to Christ and realize that what he said was only and nothing else EXACTLY what he spoke.

The prospect of change that could take you these crumpled rags that you by full ignorance decided to name them.

Look around.

TRUST in Christ will DELETE or limit something worth keeping in your heart?

GOD will destroy us, because in it we believe what makes us well?

Or prohibit us to embrace, in our own ways, what makes our heart skip contentment?

What prevents you from te aproximares of the unique power of the universe that can save your soul intact in the middle of the hurricane of fear and failure, dguardando us in the storm of painful feelings and passions destructive force?

The Gospel declares in loud and clear that we live not of this universe without accepting the invitation of their salvation.

The Gospel declares that alone does not win.
The Gospel declares that the cross was an act of madness is relevant and that the resurrection of Jesus a ACT of POWER needed.
As necessary as the air and how much tomorrow.
This is the missing piece in your soul, this is the mystery that completes your life, this is the engine that hides behind your dreams, this is Singularity in this universe able to squirt light within our hearts.

It is the only reality in existence able to heal physical and spiritual diseases in triple human condition.

Do not allow the voices of zombies that inhabit this earth to prevent one man who rose from the dead touch its essence.

It does not prevent that unspeakably, renew your life

L’homme passe fou Oui. L’incrédulité et le déni de la spiritualité humaine causent cela. Irresponsabilité spirituelle bien. ..

Cette occoere quand l’homme décide de jouer être complet en lui-même, à croire que leur choix, sans l’interférence de rien d’autre que leur propre volonté, n’est à vivre.

Des millions aiment le concept vil d’un monde sans Dieu. Beaucoup pensent que la libération de l’âme est une transgression contre les lois éternelles, et que la trompette plénitude humaine atteint seulement elle-même.

Imaginez les hommes que Dieu n’ajoute rien et ne fait pas la moindre différence.

Remplissez vos poumons et crier qu’ils ont décidé d’eux-mêmes où aller, peu importe où ce route choisi esmo, peut prendre. Tout simplement parce que voulez dire:-à la fin de la route au moins je peux seulement me blâmer de mes propres erreurs et personne d’autre.

D’autres imaginaient que la religion est un mensonge et que seulement le désir sans rênes est quelque chose de vrai. Imaginez qui gardera son psychisme intact dans ce fléau mondial, qui sera absurde pour la lampe de son intellectualité en marchant au milieu de cette terrible obscurité.

Brutal erreur consiste à penser qu’il y a une réaction humaine qui empêche le perdre votre vie. Ou que seuls les faibles perdent leur lucidité dans le monde et de l’angoisse existentielle est pour ceux qui n’ont pas prouvé la puissance séculière ou pour ceux qui n’ont pas d’argent.

Erreur est d’imaginer que le Christ est une invention et que le pouvoir et la vie qui l’Evangile a la disposition de tous ceux qui acceptent des choses sans valeur.
Bêtise est mépriser les richesses a obtenu sont au-delà de dire disponible pour nous et la promesse d’une vie abondante au nom de notre propre folie.

Tout simplement parce que vous vouliez à mépriser…

Juste parce que vous ne voulez pas et pas autorisé lui-même pour le sentir, car il avait peur de se rapprocher de Christ et se rendent compte que ce qu’il disait était seulement et rien d’autre, exactement ce qu’il a parlé.

La perspective d’un changement qui pourrait vous prendre ces froissé chiffons que vous par ignorance complète a décidé de les nommer.

Regarder autour.

CONFIANCE en Christ va supprimer ou limiter de quelque chose utile de garder dans ton coeur ?

Dieu nous détruiront, parce qu’en elle, nous croyons que ce qui nous rend bien ?

Ou d’interdire de nous embrasser, à notre manière, ce qui rend notre contentement de sauter de coeur ?

Ce qui vous empêche de te aproximares du pouvoir unique de l’univers qui peut sauver votre âme intacte au milieu de l’ouragan de la peur et l’échec, dguardando nous dans la tempête de la force destructive des sentiments et des passions douloureuse ?

L’Évangile déclare haut et fort que nous ne vivons pas de cet univers sans accepter l’invitation de leur salut.

L’Évangile déclare qui ne gagne pas seul.
L’Évangile déclare que la croix était un acte de folie est pertinent et que la résurrection de Jésus, une loi de puissance nécessaires.
Aussi indispensables que l’air et combien demain.
C’est la pièce manquante à votre âme, c’est le mystère qui complète votre vie, c’est le moteur qui se cache derrière vos rêves, il s’agit de singularité dans cet univers capable de gicler de lumière dans nos cœurs.

C’est la seule réalité existant capable de guérir les maladies physiques et spirituels à la triple condition humaine.

Ne laissez pas la voix de zombies qui peuplent cette terre afin d’empêcher un homme qui est passé de morts touchent son essence.

Il n’est pas prévenir qu’indiciblement, renouveler votre vie

Simulacro

fevereiro 8, 2013
In response to certain questions and
If life was only an illusion, a simulation. If all there is, in fact, is a lie …

Define God is how to define life. Set life. Don’t need to go that far, I can focus on a dimension any about life, in particular in the area of perception. Set see. try setting the vision.
God is at all larger-than-life, life that he himself created. The task is greater than the journey that a human being could undertake. We do not have intellectual or cognitive capacity to understand what he is. would be presumption idiot, a reductionism that try to encompass all dimensions of their existence, transcendence and power, in the form of a definition. And even if God manifested physically, and aiming for in our eyes talking about what it is, understand small, very small part even of this story. All that we know about is God by revelation.

the nature all around us, the universe, the life, the physical laws, energy. The corner of a whale. The flight of an eagle. The myriads of stars on a black robe at dusk and clouds full of water over a sparkling blue sky at dawn. All of this is a revelation. The works created manifest his person, his essence of life, his intelligence, his tremendous and undeniable power. His greatness. Your magnificence.

the first level of divine revelation is the universe. The second level is the prophecy. Dreams, visions, revelations, the word given to the human spirit, so he know things beyond the UNIVERSE. Because God transcends the universe and life, and the prophecy is one of the manifestations of God that drives man to places and Heavenly dimensions. She forwards known realities that are adjacent, superior, eternal and transcendent.

the Prophet sees the invisible:

Hebrews 18

 because it off have been brought to mount palpable, lit on fire, and darkness, and the darkness, and the storm, and the trumpet, sonido and the voice of words, which those who heard asked most did not speak to them; Because they could not support what they sent: until an animal play mount will be stoned or past with a DART. And so terrible was the sight, that Moses said: I’m all haunted, and shaking. But off have been brought to mount Zion and to the city of the living God, the heavenly Jerusalem, and to the many thousands of angels; To universal Assembly and Church of the firstborn who are enrolled in heaven, and to God the judge of all, and to the spirits of the righteous improved;

Because part of the mystery of God is not contained in the reality in which we live and exist. Beyond such borders. At all levels, including the existence of life that transcends our, the existence angelic. And the prophets saw, and trembled at the sight of things that happened on Earth, but whose impact stretched up to the heavenly places.
and God is defined not only by what he has done, but for things that still take place in a future designed by him, according to a purpose that begins before the birth of the first man. And that includes at least two realities, our and celestial.

the universe is an extension of God, we live in it, so to speak. There is the possibility of divine interference, not because it is him who flow life to all living beings. Life is sustained on the basis of their power plays today, connecting the universe to him, continuously.

life is not a
simulation.
Or a simulacrum.
Simulacrum recalls the attitude of a counterfeiter who invents an untruth with intent to benefit itself. Simulacrum resembles a manipulated reality, an artificial reality unit where people dive in a world limited by programming routines,
where all they can do is limited by codes, math, with a purposeful, fly a plane, riding on a skateboard, virtual walk through a process plant or simulate human reactions by creating artificial intelligence arquéticos.

God is not a Faker. Is not a programmer. Life is not based on mathematics, Despite the mathematics to be present in the code of the universe. Simulations generate a “version” of reality. Are in fact a “lie” disguised as “truth”, “illusions” that seek to capture a part of reality, trying to “control” a tiny dimension among the many disciplines that make up a piece of reality.

life is more than pieces of reality. It transcends any notion of “control” continuo.

life is ORGANIZED, but it is free. Because the nature of God pervades the universe. And in it there is freedom. A simulacrum is a prison. The path of the Eagle in the sky is an inheritance of God. A gift.
Hold an eagle and she dies. Its essence is the heavens, its essence is fly.
man does not survive if prevented to exercise continuously. So hate dictatorships, torture, so the prison is today one of the worst punishments in all international criminal codes.
Because the human soul that you have received from GOD your image means that freedom is a gift and that their absence is a curse.
Accuse the universe to be a simulacrum is lying on purpose.
because everything around us and even within ourselves longs for the right to live fully, and this is the essence of life. Unless you do not understand well this question of need to be free to pursue life.
Or so you DENY that life breathes freedom.
God is committed to its creation. And their plans are not aimed at yourself. He lives his “game” and is willing to give its core values in which It believes.
life is not a divine bet.
is a proposal that meets, not a “prank” divina,
but
a dream.
If God does not act with inhumanity …
God’s plans are based on their will, in their desires and purposes.
But more than his will is his vocation for good. Your desires strengthen with kindness. And his purposes are absurdly uninterested. For some reason, the only God Almighty the universe to which we belong is good. Just look for a
Sparrow
just enjoy the fruit of the vine,
.just remember the smell of warm bread, mango taste
, and the wide range of children.
what moved the God creating everything was not his
solitude.
Because we live in IT (… not in the same way as in figure above …)
God is complete in itself.
God’s purposes But involve his creation, involve the human spirits and the spirits of angels.
Proposed God share your essence, your power, proposed God multiply, manifest itself, generate life and give to life what dwells in IT throughout the eternity.
the universe is the result of God. The angels are generated from it. God GAVE himself to you might have parents. So that the man exists, there is a blast, there is an essence donated. Life is a movement of the spirit of God. Is one of the manifestations of it in the universe.

the universe is another movement of the life of God. All you see are divine movements.

the will of God is the life in accordance with a purpose. But life is part of the will of God. There is no possibility of non-interference of God in the things he created, in particular in the life of man. He is already committed to making to the soul, so to speak. The laws governing the universe to keep the spiritual structures. And in the midst of everything, man. The universe is a revelation, and man is the one whom God has the objective of granting this revelation. To raise it, to complete it, to improve it. To turn it. And for that, you need to TEACH the man to live.
To this Jesus was sent to Earth. For this the prophets receive guidance. For this EVERY MAN is able to know, learn, hear, have communion with the spirit of God and know him. There is no meaning of people about it. Does not depend on the intellectual capacity of man, of their culture, social structure or its economic capacity.
because life is a gift under any circumstance, and to know God the man was called into existence. For this we are born. This is the vocation of every man. It is not intellectual training that will make the man closer to God. Is your desire to understand the mystery of life, is your need to reach peace, the true joy, is the desire to understand the reason for living and the void in your life all power cursed, evil, which prevents you from having full communion with this essence.
are fishermen those whom Jesus will call to follow them
.Is a (former) prostitute who’ll be embracing at the feet of Christ in the garden of resurrection. And will she, a woman discriminated against, abused, unworthy on contemporary society, is by their women, lower for their economic condition, extreme poverty, either on his religious condition, sinful, impure, just her that the greatest statement of human history will be issued:
Jesus said to her: Mary! Turning she exclaimed in Hebrew:
Rabôni! (which means teacher).
Said to him: do not cling, because it does not yet go up to my father, but go to my brethren and say to them: “I ascend to my father and your father, to my God and your God is Not
the divine gift, his performance, the manifestation of his power, delivering a revelation, the miraculous operation, the guidance given to someone who will be more than another man.
one more debt (joke biblical prophets, although no one laugh …)
any way it incorporates divine PREFERENCE before HUMAN PREFERENCE. Choice and human desire, love for God which causes the man approaching him. If God will find for all that seek, in the same way.
Even the divine CHOICE, his election, when a human being is separated to accomplish something, does to bless the thousands or millions. The Man blessed by God pours out blessing on the multitude of those who do not seek him.
is the leader of the community with the heart full of JUSTICE, because fear God and yearns to live a proper life.

is the wise Judge who does not accept bribery and that aims to meet the truth behind each case to NEVER punish the innocent for the guilty. Is the legislature modelled, that before a law, know that the expectation of the reputation the waits, because the spirit of God fill your heart. Is the father of a family that receives a dream and then directs his steps, for salvation and preservation of your House.
If there was no action on humanity, his guidance, his inspiration, there is much there would be
.where does the inspiration of scientists?
No psychic link that connects or clarify the discovery to experiment in thousands of solutions that today add improvements and PROMOTE the possibility of the existence today of 6 billion human beings. Part of what humans know learned by himself, part of what he believes, it was revealed.

God raises prophets, Apostles, master in the word, leading to the knowledge of the person of Jesus, through which GOD is KNOWN in ITS FULLNESS

will lead the man himself on purpose. And the Earth is modified by human PRAYER for divine intervention as a result of faith. Because one of the laws that govern the universe is that God answers prayers of those who hope in him.

and human history is changed by prayer of men who INTERFERE in this story because they do not accept the imposition of the destination, the imposition of the circumstances, the imposition of LIMITAÇÔES economical. One of the laws of LIFE manifested by God is that having faith, miracles will transform the land.
because life has a purpose and spiritual laws were given as ordering every man, for such purpose is achieved. The faith is one of those laws. To love one’s neighbour is another of these laws. The answer to prayer is another. You become before God what his desire, his quest, his will and his faith. God is committed to spiritual growth resources are not denied to any man anywhere. The preaching of the Gospel, to spread to the world the knowledge of faith, love of God, the immeasurable power that he wants to grant every human being, the possibility of full communion.

life has a purpose, human life in particular. About the gigantic man God’s expectations have been raised. In this narrow sense, there is a divine bet on man. In it were his image, his likeness, his vocation to transcend. In a way that meets not only on the duration of its existence, but also tomorrow.

“and I saw a new heaven and a new Earth. Because we were the first heaven and the first Earth, and the sea no longer exists. And I saw the Holy City, new Jerusalem, coming down out of heaven from God, prepared as a bride prepared for her fiance “(Apocalypse 21.1-2). We will live in perfect harmony with Jesus Christ for ever. God will live with us, it is to come to us, dwell with us always for all “and I heard a great voice, coming from the throne, saying, behold, the Tabernacle of God is with men, because they dwell, and they shall be his people, and God himself will be with them. He will wipe away every tear from their eyes; and there will be no more death, nor sorrow, nor will there be more regret or pain; because the former things are passed “(Revelation 21.3-4)

Transgress the divine laws means ignoring two guidelines (to paraphrase Isaac Asimov): Love your neighbor as yourself and God above all things. These two purposes are part of the reason for which the man was created. To break the human being dehumanized. Loses his humanity. Which reminds me about the comment “God was dehumanizing in time”-that is, were urged By the more law-abiding divine, more human we become. The word of God humanizes the man Right

woman, name withheld, had brought with him a large bottle of fragrant ointment and remaining behind Jesus, while he was taking the meal seated, began to anoint his feet, while also DewDrop made his feet with her tears of gratitude, wiping them with the own hair. And when he finished this anointing, she continued crying and kissing his feet.

When Simon saw all this, he said for himself, “If this man were a prophet, would have realised what kind of woman is this, that touches on it as well; and that is a notorious sinner “. And Jesus, knowing what was going on in the mind of Simon, manifested itself, saying: “Simon, I have something I want to tell you”. Simon answered, “teacher, say, after all, what is”. Jesus then said: “a certain rich man, which borrowed money, had two debtors. One should him five hundred Denarii and the other fifty. However, neither of the two had to pay and he forgave them both. Which one assumes, Simon, who will love it more? ” Simon replied: “I suppose that is the one whom he forgave the most contributions”. And Jesus said, “you have judged You right” and, pointing to the woman, he continued: “Simon gives a good look at this woman. I walked into your House as a guest, but you do not have given me no water for my feet. This grateful woman washed my feet with tears, and wiped them with the hair. You don’t get this no host friendly Kiss, but this woman, since that came up to here, has not ceased to kiss my feet. Thou anointed my head, but she anointed my feet with precious lotions. And what is the meaning of all this? Simply that its many sins have been forgiven, and this led him to love much. But those who have not received but a little forgiveness sometimes do not love but just a little. ” And turning to the woman, took it by the hand and, lifting it, said: “you in fact arrependeste you of your sins, and they were forgiven. Don’t be discouraged with the thoughtless attitude and just kind of your similar, will, in the joy and freedom of the Kingdom of heaven.If God teaches man to be human again, imagine being him, more human than us.

Christ means God with us, as God in the flesh caminhasse among us, and in fact was. By the word of God the prophets preached social justice until the sudden death, Jesus vomited on the superstitions and unjust postulates, rescuing the dignity of a girl, before someone who represented the priesthood or RELIGIOUS education in his time.

this doctrine still would take him up to the crucifixion. The divine revelation, preaching the love as the way, KILLED the CHRIST. God was more human, while man than most of us, that we act as if we were gods. Although a dimension of God, only a dimension of God was in Christ, all of it emanated, was unlimited. If incomplete God-given time of his PASSION, is more humane than we, I do not see how to find it, inhumanity.

all evil on earth comes from the non-compliance of these two purposes. The war, capitalism, betrayal, torture, murder, drugs, labour exploitation, political exploitation, racial segregation, the false relationship.


Em resposta a certas perguntas 

E se a vida fosse somente uma ilusão, uma simulação. Se tudo que existe, na verdade, seja uma mentira… 
Welington Corporation 
Definir Deus é como definir a vida. Defina vida. Não preciso ir tão longe, posso focar uma dimensão qualquer sobre a vida, em especial na área da percepção. Defina ver. Tente definir a visão. 
   
Deus é em absoluto maior que a vida, vida que Ele mesmo criou. A tarefa é maior que a viagem que um ser humano poderia empreender. Não temos capacidade cognitiva ou intelectual para entender aquilo que ele é.
    
Seria presunção idiota, um reducionismo que tentasse abarcar todas as dimensões de sua existência, poder e transcendência, em forma de definição. E mesmo se Deus se manifestasse fisicamente, e mirasse nos nossos olhos falando daquilo que ele é, entenderíamos parte pequena, muito diminuta mesmo dessa história. Tudo que sabemos sobre Deus é por REVELAÇÃO. 
  
   
A natureza ao redor de nós, o universo, a vida, as leis físicas, a energia. O canto de uma baleia. O vôo de uma águia. As miríades de estrelas num manto negro ao anoitecer e as nuvens carregadas de água sobre um céu azul cintilante ao amanhecer. Tudo isso é uma revelação. As obras criadas manifestam sua pessoa, sua essência de vida, sua inteligência, seu tremendo e incontestável poder. Sua grandeza. Sua magnificência. 
   
O primeiro patamar de revelação divina é o universo. O segundo patamar é a PROFECIA. Os sonhos, as visões, as revelações, a Palavra dada ao espírito humano, para que ele perceba coisas além do UNIVERSO. Porque Deus transcende o universo e a vida, e a PROFECIA é uma das manifestações divinas que dirige o homem a lugares e dimensões celestiais. Ela o encaminha a conhecer realidades que são adjacentes, superiores, transcendentes e eternas. 
O profeta vê o invisível: 
Hebreus 
18 Porque não chegastes ao monte palpável, aceso em fogo, e à escuridão, e às trevas, e à tempestade,  E ao sonido da trombeta, e à voz das palavras, a qual os que a ouviram pediram que se lhes não falasse mais;  Porque não podiam suportar o que se lhes mandava: Se até um animal tocar o monte será apedrejado ou passado com um dardo.  E tão terrível era a visão, que Moisés disse: Estou todo assombrado, e tremendo.  Mas chegastes ao monte Sião, e à cidade do Deus vivo, à Jerusalém celestial, e aos muitos milhares de anjos;  À universal assembléia e igreja dos primogênitos, que estão inscritos nos céus, e a Deus, o juiz de todos, e aos espíritos dos justos aperfeiçoados;
Porque parte do mistério de Deus não está contido na realidade na qual vivemos e existimos. Ultrapassa tal fronteira. Em todos os patamares, incluindo o da existência de vida que transcende a nossa, a existência angelical. E os profetas viram e tremeram ao ver coisas que aconteciam na terra, mas cujos reflexos se estendiam até os lugares celestiais. 
  
    
E Deus se define não somente por aquilo que realizou, mas por coisas que ainda realizará, num futuro idealizado por Ele, segundo um propósito que tem inicio antes do nascimento do primeiro homem. E que abrange no mínimo duas realidades, a nossa e a celestial.
  
O universo é uma extensão de Deus, nós vivemos nEle, por assim dizer. Não há a possibilidade da não interferência divina, porque é dEle quem fluem a vida para todos os seres vivos. A vida é sustentada com base no seu poder que atua hoje, conectando o universo a ele, continuamente.
  
A vida não é uma simulação.
Ou um simulacro.
Simulacro lembra a atitude de um falsário que inventa uma inverdade com a intenção de beneficio próprio. Simulacro lembra uma realidade manipulada, uma realidade artificial pré-programada onde pessoas mergulham num mundo limitado por rotinas de programação,
  onde tudo que podem fazer está limitado por códigos, matemática, com uma finalidade determinada, seja pilotar um avião, andar num skate virtual, passear por uma planta de processo ou simular as reações humanas criando arquéticos de inteligência artificial. 
   
Deus não é um falsário. Não é um programador. A Vida não se baseia em matemática, apesar da matemática estar presente no código do universo. As simulações geram uma “versão” da realidade. São na verdade uma “mentira” disfarçada de “verdade”, “ilusões” que procuram captar uma parte da realidade, tentando “controlar” uma dimensão minúscula dentre as muitas disciplinas que compõe um pedaço da realidade controlado. 
A vida é mais que pedaços da realidade controlados. Ela transcende qualquer noção de “controle” continuo. 
  

A Vida é ORGANIZADA, mas é LIVRE. Porque a natureza de DEUS impregna o universo. E nele há liberdade. Um simulacro é uma prisão. O caminho da águia no céu é uma herança de Deus. Um presente.
Prenda uma águia e ela morre. Sua essência é os céus, sua essência é voar.
  
O homem não sobrevive se impedido de exercer continuamente sua vontade. Por isso odiamos as ditaduras, a tortura, por isso a prisão é hoje um dos piores castigos em todos os códigos penais internacionais. 
   
Porque a alma humana que recebeu de DEUS sua imagem entende que a liberdade é um dom e que sua ausência é uma maldição. 
  
Acusar o universo de ser um simulacro é mentir propositalmente. 
  
Porque TUDO ao nosso redor e até dentro de nós mesmos anseia pelo DIREITO de viver em PLENITUDE, e essa é a essência da vida. A não ser que você não entenda bem essa questão da necessidade de ser livre para exercer a vida.
  Ou então, que você NEGUE que a vida respira a liberdade. 
Deus é compromissado com sua criação. E seus planos não estão voltados para si mesmo. Ele vive seu “game” e está disposto a dar sua essência, por valores nos quais Ele acredita.
A vida não é uma aposta divina. 
  É uma PROPOSTA que atende, não a uma “pirraça” divina,
mas a um SONHO.
   
Se Deus não age com desumanidade… 
Os planos de Deus se baseiam na sua Vontade, nos seus desejos e propósitos. 
Mas maior que sua VONTADE é sua VOCAÇÃO para o BEM. Seus desejos se fortalecem com bondade. E seus propósitos são absurdamente desinteressados. Por algum motivo maravilhoso, o único Deus Todo-poderoso do universo ao qual pertencemos é bom. É só olhar para um pardal
  
É só desfrutar do fruto da videira, da oliveira.
É só lembrar do cheiro de pão quente, 
do gosto da manga, e da algazarra das crianças.
  
O que moveu a Deus a criação de tudo não foi sua solidão.
  
  
Porque nós vivemos NELE (…não do mesmo modo que na figura acima…)
Deus é COMPLETO em si mesmo. 
Porém os propósitos de Deus envolvem sua criação, envolvem os espíritos humanos e os espíritos dos anjos. 
Propôs Deus compartilhar sua essência, seu poder, propôs Deus multiplicar-se, manifestar-se, gerar a vida e dar à vida aquilo que habita NELE por toda a eternidade.
O Universo é fruto de Deus. Os anjos são gerados a partir DELE. Deus DOOU de si mesmo para que você pudesse ter pais. Para que o homem exista, há um sopro, há uma essência doada. A vida é um movimento do Espírito de Deus. É uma das manifestações dele no Universo.
O Universo é outro movimento da VIDA de Deus. Tudo que você vê são movimentos divinos.
A Vontade de Deus manifesta a vida de acordo com um propósito. Mas a vida é PARTE da vontade de Deus. Não há a possibilidade da não interferência de Deus nas coisas por ele criadas, em especial na vida do homem. Ele já está compromissado com o que fez até a alma, por assim dizer. Das leis que regem o universo ao sustento das estruturas espirituais. E no bojo de tudo, o homem. O universo é uma revelação, e homem é aquele a quem Deus tem o objetivo de conceder essa revelação. Para elevá-lo, para completá-lo, para APERFEIÇOÁ-LO. Para transformá-lo. E para tal, necessita ENSINAR o homem a viver.
  
  
Para isso Jesus foi enviado a terra. Para isso os profetas recebem orientação. Para isso TODO HOMEM é apto para conhecer, aprender, ouvir, ter comunhão com o Espírito de Deus e conhecê-lo. Não há acepção de pessoas nisso. Não depende da capacidade intelectual do homem, de sua cultura, da estrutura social ou de sua capacidade econômica.
  
  
Porque A VIDA é uma DÁDIVA sob qualquer circunstancia, e para CONHECER a DEUS o homem foi chamado a existência. Para isso nascemos. Essa é a vocação de todo homem. Não é a capacitação intelectual que fará o homem se aproximar de Deus. É seu desejo de entender o mistério da vida, é sua necessidade alcançar a paz, a alegria verdadeira, é o desejo de entender a razão para viver e o anular em sua vida todo poder amaldiçoado, maligno, que o impede de ter plena comunhão com essa essência. 
   
São pescadores aqueles quem Jesus irá chamar para segui-los.
  
Será uma (ex) prostituta que estará abraçando aos pés de Cristo no jardim da ressurreição. E será ela, uma mulher discriminada, maltratada, indigna diante da sociedade contemporânea, seja por sua condição feminina, inferior, seja por sua condição econômica, de pobreza extrema, seja por sua condição religiosa, impura, pecadora, justamente a ela que a MAIOR declaração da história humana será emitida: 
  
Disse-lhe Jesus: Maria! Voltando-se ela, exclamou em hebraico: 
Rabôni! (que quer dizer Mestre). 
Disse-lhe Jesus: Não me retenhas, porque ainda não subi a meu Pai, mas vai a meus irmãos e dize-lhes: Subo para meu Pai e vosso Pai, meu Deus e vosso Deus  
Não é o presente divino, sua atuação, a manifestação de seu poder, a entrega de uma revelação, a operação milagrosa, a orientação dada a alguém que o tornará SUPERIOR a outro homem.  
Só mais endividado (piadinha bíblica para profetas, apesar de ninguém rir…) 
 de maneira alguma isso incorpora PREFERENCIA divina, antes PREFERENCIA HUMANA. ESCOLHA E DESEJO humano, amor a DEUS que faz com que o homem dele se aproxime. Deus se deixará achar por todos que o buscarem, de igual modo.
   
Mesmo a ESCOLHA divina, sua eleição, quando um ser humano é SEPARADO para realizar algo, o faz para ABENÇOAR a milhares ou a milhões. O Homem abençoado por Deus derrama benção sobre a multidão dos que não o buscam. 
  
  É o líder da comunidade com o coração cheio de JUSTIÇA, porque TEME a Deus e anseia viver uma vida correta. 
É o Juiz sábio que não aceita suborno e que almeja conhecer a verdade por detrás de cada caso para JAMAIS punir o inocente no lugar do culpado. É o Legislador inspirado, que antes de pensar numa lei, sabe que a expectativa de idoneidade o aguarda, porque o Espírito de Deus enche seu coração. É o Pai de família que recebe um sonho e a partir daí dirige seus passos, para salvação e preservação de sua casa. 

  Se não houvesse atuação sobre a humanidade, sua orientação, sua inspiração, há muito não haveria sociedade.
De onde vem a inspiração dos cientistas?
  
   
Não há elo psíquico que conecte ou esclareça a descoberta ao experimento em milhares de soluções que hoje acrescentam melhorias e PROMOVEM a POSSIBILIDADE da existência hoje de 6 bilhões de seres humanos. Parte do que o ser humano sabe aprendeu por si próprio, parte do que ele julga saber , a ele foi revelado.
  Deus levanta profetas, apóstolos, mestre na Palavra, conduzindo ao conhecimento da pessoa de Jesus, através do qual DEUS É CONHECIDO EM SUA PLENITUDE




Conduzirá propositalmente o homem a si mesmo. E a terra é modificada pela ORAÇÃO humana, pela intervenção divina fruto da fé. Porque uma das leis que regem o universo é de que DEUS responde orações daqueles que nEle esperam. 
E a história humana é MUDADA pela oração de homens que INTERFEREM nessa história por não aceitar a imposição do DESTINO, a imposição das CIRCUNSTANCIAS, a imposição das LIMITAÇÔES econômicas. Uma das leis da VIDA manifesta por Deus é que havendo a FÉ, milagres transformarão a terra. 
 
 
Porque a vida possui um propósito e LEIS espirituais foram dadas como ORDENAÇÃO a todo homem, para que tal propósito seja alcançado. A fé é uma dessas leis. O amor ao próximo é outra dessas leis. A resposta a oração é outra. Você se torna diante de Deus o que seu desejo, sua busca, sua disposição e sua fé permitirem. Deus trabalha continuamente para que os recursos de crescimento espiritual não sejam negados a nenhum homem em nenhum lugar. Para isso a pregação do evangelho, para espalhar ao mundo o Conhecimento da fé, do amor incomensurável de Deus, o PODER que ele quer conceder a todo ser humano, a possibilidade da comunhão plena. 



  A vida possui um propósito, a vida humana em especial. Sobre o homem gigantescas expectativas de Deus foram colocadas. Nesse sentido estreito, há uma aposta divina no homem. Nele foram colocadas sua imagem, sua semelhança, sua vocação para transcender. Num propósito que se cumpre não somente na duração de sua existência, mas também no amanhã. 
“E vi um novo céu e uma nova terra. Porque já se foram o primeiro céu e a primeira terra, e o mar já não existe. E vi a santa cidade, a nova Jerusalém, que descia do céu da parte de Deus, adereçada como uma noiva ataviada para o seu noivo”( Apocalipse 21.1-2 ). Viveremos em perfeita harmonia ao lado de Jesus Cristo para todo Sempre. Deus viverá conosco, ele há de vir para nós, habitará conosco para todo sempre  “E ouvi uma grande voz, vinda do trono, que dizia: Eis que o tabernáculo de Deus está com os homens, pois com eles habitará, e eles serão o seu povo, e Deus mesmo estará com eles. Ele enxugará de seus olhos toda lágrima; e não haverá mais morte, nem haverá mais pranto, nem lamento, nem dor; porque já as primeiras coisas são passadas” ( Apocalipse 21.3-4) 
Transgredir as leis divinas significa descumprir duas diretrizes (parafraseando Isaac Asimov) básicas: Amar ao próximo como a si mesmo e a Deus acima de todas as coisas. Esses dois propósitos são parte da razão para qual o homem foi criado. Ao quebrá-los o ser humano se desumaniza. Perde sua humanidade. O que me lembra sobre o comentário “Deus foi se desumanizando com o tempo” – Por parodoxal que seja, quanto mais cumpridores da Lei divina, mais humanos nos tornamos. A Palavra de Deus humaniza o ser humano
Certa mulher, de nome não revelado, tinha trazido consigo um grande frasco de ungüento perfumado e permanecendo por trás de Jesus, enquanto assentado ele tomava a refeição, começou a ungir os seus pés, ao mesmo tempo em que também umedecia os pés dele com as suas lágrimas de gratidão, enxugando-os com o próprio cabelo. E quando acabou essa unção, ela continuou chorando e beijando os seus pés.
Quando Simão viu tudo isso, ele disse para si próprio: “Se esse homem fosse um profeta, teria percebido que espécie de mulher é essa, que toca nele assim; e que é uma pecadora notória”. E Jesus, sabendo o que se passava na mente de Simão, manifestou-se, dizendo: “Simão, tenho algo que gostaria de dizer a ti”. Simão respondeu: “Mestre, diga, pois, o que é”. Jesus então disse: “Um certo homem rico, que emprestava dinheiro, tinha dois devedores. Um devia-lhe quinhentos denários e o outro cinqüenta. Ora, nenhum dos dois possuía com que pagar e ele perdoou-os a ambos. Qual dos dois supões, Simão, que o amará mais?” Simão respondeu: “Suponho que seja aquele a quem ele perdoou a maior quantia”. E Jesus disse: “Tu julgaste certo” e, apontando para a mulher, ele continuou: “Simão, dá uma boa olhada nessa mulher. Eu entrei na tua casa como um convidado, mas tu não me deste nenhuma água para os meus pés. Essa mulher agradecida lavou os meus pés com lágrimas e enxugou-os com os próprios cabelos. Tu não me deste nenhum beijo de acolhimento amistoso, mas essa mulher, desde que veio até aqui, não cessou de beijar os meus pés. Tu não ungiste a minha cabeça, mas ela ungiu os meus pés com loções preciosas. E qual o significado de tudo isso? Simplesmente que os seus muitos pecados lhe foram perdoados, e isso levou-a amar muito. Mas aqueles que não receberam senão um pouco de perdão, algumas vezes não amam senão só um pouco”. E voltando-se para a mulher, tomou-a pela mão e, levantando-a, disse: “Tu de fato te arrependeste dos teus pecados, e eles te foram perdoados. Não fiques desencorajada com a atitude impensada e pouco gentil dos teus semelhantes, vai, no júbilo e na liberdade do Reino do céu.Se Deus ensina o homem a ser humano, imagino ser ele, mais humano do que nós.

  
  Cristo significa Deus conosco, como se Deus em carne caminhasse entre nós, e de fato o era. Pela palavra de Deus os profetas pregaram JUSTIÇA social até a morte súbita, Jesus vomitava sobre as crendices e postulados injustos, resgatava a dignidade de uma moça, diante de alguém que representava o SACERDÓCIO ou o ENSINO RELIGIOSO em seu tempo.
Essa doutrina ainda o levaria até a crucificação. A revelação divina, pregando o amor como caminho, MATOU A CRISTO. Deus foi mais homem enquanto humano, do que a maioria de nós, que agimos como se fossemos deuses. Embora uma dimensão de Deus, somente UMA dimensão de Deus estivesse em Cristo, TUDO que dela emanava, era de ilimitada humanidade. Se   Deus incompleto – dada a época de sua PAIXÃO, é mais humano do que nós, não vejo como encontrar nele desumanidade. 
   Todo mal na terra vem do descumprimento desses dois propósitos. A guerra, o capitalismo, a traição, a tortura, o assassinato, as drogas, a exploração trabalhista, a exploração política, a segregação racial, a falsa relação.
Sobre Céu e inferno.
A palavra inferno traduz “Hades”, “Sheol” e “Geena”. Algumas vezes “Tártaros”. Relacionavam regiões espirituais onde habitavam os mortos, referiam-se ao destino espiritual de todos os viventes, até ao menos, a ressurreição de Cristo. Representa a morte, o domínio da morte. 
A vocação humana para a realização do bem não é negociável diante de Deus. O inferno não existe nos termos apresentado pela maioria das religiões, nem na concepção de alguns estudiosos das Escrituras. Hades, Geena, Tártaro, Inferno, Sheol termos derivados que designam mundo dos mortos, regiões da morte – Hades, Tártaro – Grego; Sheol, Geena – Hebraico. Deuteronômio 32 
22
    Porque um fogo se acendeu no meu furor e arderá até ao mais profundo do  inferno , consumirá a terra e suas messes e abrasará os fundamentos dos montes. 
Salmos 9 
17
    Os perversos serão lançados no  inferno , e todas as nações que se esquecem de Deus. 
Salmos 116 
3
    Laços de morte me cercaram, e angústias do  inferno  se apoderaram de mim; caí em tribulação e tristeza. 
Provérbios 5 
5
    Os seus pés descem à morte; os seus passos conduzem-na ao inferno . 
Provérbios 9 
18
    Eles, porém, não sabem que ali estão os mortos, que os seus convidados estão nas profundezas do  inferno . 
Provérbios 15 
24
    Para o sábio há o caminho da vida que o leva para cima, a fim de evitar o  inferno , embaixo. 
Provérbios 23 
14
    Tu a fustigarás com a vara e livrarás a sua alma do  inferno .  
Provérbios 27 
20
     inferno  e o abismo nunca se fartam, e os olhos do homem nunca se satisfazem. 
Oséas 13 
14
    Eu os remirei do poder do  inferno  e os resgatarei da morte; onde estão, ó morte, as tuas pragas? Onde está, ó inferno, a tua destruição? Meus olhos não vêem em mim arrependimento algum. 
Mateus 5 
22
    Eu, porém, vos digo que todo aquele que [sem motivo] se irar contra seu irmão estará sujeito a julgamento; e quem proferir um insulto a seu irmão estará sujeito a julgamento do tribunal; e quem lhe chamar: Tolo, estará sujeito ao  inferno  de fogo. 
29
    Se o teu olho direito te faz tropeçar, arranca-o e lança-o de ti; pois te convém que se perca um dos teus membros, e não seja todo o teu corpo lançado no  inferno . 
30
    E, se a tua mão direita te faz tropeçar, corta-a e lança-a de ti; pois te convém que se perca um dos teus membros, e não vá todo o teu corpo para o  inferno . 
Mateus 10 
28
    Não temais os que matam o corpo e não podem matar a alma; temei, antes, aquele que pode fazer perecer no  inferno  tanto a alma como o corpo. 
Mateus 11 
23
    Tu, Cafarnaum, elevar-te-ás, porventura, até ao céu? Descerás até ao  inferno ; porque, se em Sodoma se tivessem operado os milagres que em ti se fizeram, teria ela permanecido até ao dia de hoje. 
Mateus 16 
18
    Também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do  inferno  não prevalecerão contra ela. 
Mateus 18 
9
    Se um dos teus olhos te faz tropeçar, arranca-o e lança-o fora de ti; melhor é entrares na vida com um só dos teus olhos do que, tendo dois, seres lançado no  inferno  de fogo. 
Mateus 23 
15
    Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas, porque rodeais o mar e a terra para fazer um prosélito; e, uma vez feito, o tornais filho do inferno  duas vezes mais do que vós! 
33
    Serpentes, raça de víboras! Como escapareis da condenação do inferno ? 
Marcos 9 
43
    E, se tua mão te faz tropeçar, corta-a; pois é melhor entrares maneta na vida do que, tendo as duas mãos, ires para o  inferno , para o fogo inextinguível 
45
    E, se teu pé te faz tropeçar, corta-o; é melhor entrares na vida aleijado do que, tendo os dois pés, seres lançado no  inferno 
47
    E, se um dos teus olhos te faz tropeçar, arranca-o; é melhor entrares no reino de Deus com um só dos teus olhos do que, tendo os dois seres lançado no  inferno , 
Lucas 10 
15
    Tu, Cafarnaum, elevar-te-ás, porventura, até ao céu? Descerás até ao  inferno . 
Lucas 12 
5
    Eu, porém, vos mostrarei a quem deveis temer: temei aquele que, depois de matar, tem poder para lançar no  inferno . Sim, digo-vos, a esse deveis temer. 
Lucas 16 
23
    No  inferno , estando em tormentos, levantou os olhos e viu ao longe a Abraão e Lázaro no seu seio. 
Tiago 3 
6
    Ora, a língua é fogo; é mundo de iniqüidade; a língua está situada entre os membros de nosso corpo, e contamina o corpo inteiro, e não só põe em chamas toda a carreira da existência humana, como também é posta ela mesma em chamas pelo  inferno . 
2 Pedro 2 
4
    Ora, se Deus não poupou anjos quando pecaram, antes, precipitando-os no  inferno , os entregou a abismos de trevas, reservando-os para juízo; 
Apocalipse 1 
18
    e aquele que vive; estive morto, mas eis que estou vivo pelos séculos dos séculos e tenho as chaves da morte e do  inferno . 
Apocalipse 6 
8
    E olhei, e eis um cavalo amarelo e o seu cavaleiro, sendo este chamado Morte; e o  inferno  o estava seguindo, e foi-lhes dada autoridade sobre a quarta parte da terra para matar à espada, pela fome, com a mortandade e por meio das feras da terra. 
A essência da revelação que nos é dada, analisando as referencias bíblicas fala de fogo, lugar, condenação, angustias, direção, abismos, profundezas, prisões, insaciedade, poder, sujeição, morte, destruição, rejeição da vida, portas, tormentos, humilhação, natureza, esfera de coisas, fogo, morte, angustia, esquecimento, profundezas, prisão, ação, abismos de trevas, chaves, entidade – do inferno.  
E as Escrituras tratam também da destruição do inferno: 
Apocalipse: 
E a morte e o inferno foram lançados no lago de fogo. Esta é a segunda morte. 
Apocalipse 20:14 

A morte e o inferno serão destruídos.
O fogo é uma representação de realidades espirituais relacionadas, assim como a morte, a destruição, o esquecimento, a prisão.
Uma dimensão espiritual da morte, uma região celestial invisível, imaginada por todas as religiões e culturas. Gregos, assírios, persas, egípcios, babilônicos, chineses, africanos, judeus, orientais, cada um viu a realidade da morte ao seu modo. Ou na esfera do que lhes foi comunicado por Deus e reinterpretado por eles.
Um lugar do domínio da morte, uma região da morte que pode ser alcançada, há uma “porta” de entrada, onde existem “abismos” ou regiões interiores mais profundas, uma “prisão” onde quem entra não pode sair, e o único que possui as chaves deste lugar é Cristo
Apocalipse 1 
18
    e aquele que vive; estive morto, mas eis que estou vivo pelos séculos dos séculos e tenho as chaves da morte e do  inferno . 
E é só. Nada mais sabemos.
   
Conforme citado as Escrituras tratam de sua TRANSITORIEDADE, de sua futura destruição. 
Apocalipse: 
E a morte e o inferno foram lançados no lago de fogo. Esta é a segunda morte. 
Apocalipse 20:14 

A morte e o inferno serão destruídos.
Porém, até que tal aconteça, a morte é uma realidade, assim como a destruição do corpo, dos sonhos, da alegria, dos projetos.
A CONDENAÇÃO do INFERNO significa, morrer sem possibilidade de voltar a viver, de ser condenado a destruição.
Há o inferno em vida, quando vivemos sob o domínio de seres humanos sem coração e sem alma. E há o final de todas as coisas. A morte não representa o fim da história humana. Há um propósito na vida e no aperfeiçoamento do espírito humano. E esse propósito é a eternidade. 
“E ouvi uma grande voz, vinda do trono, que dizia: Eis que o tabernáculo de Deus está com os homens, pois com eles habitará, e eles serão o seu povo, e Deus mesmo estará com eles. Ele enxugará de seus olhos toda lágrima; e não haverá mais morte, nem haverá mais pranto, nem lamento, nem dor; porque já as primeiras coisas são passadas” ( Apocalipse 21.3-4) 
E quem viver contra o propósito divino, não alcançará o que os profetas divisaram. Isso é o significado da palavra “SALVAÇÃO”. No grego original, Preservar, Guardar, Curar, Resgatar, Livrar. 
A palavra “inferno” significa hoje (com ênfase no hoje), somente um lugar qualquer no domínio da morte. 
No que diz respeito a AMANHÃ, as Escrituras mostram o instante que até o próprio “inferno” é destruído. Mas não só o inferno, mas até a própria morte deixa de existir, para cumprir algo que foi dito, pra variar, para um profeta. 
A questão que envolve o homem não é se ele vai ou não para o inferno.
E sim ser livre do domínio, do poder, da condenação do inferno, ou do domínio da morte. 
É ser Salvo.
Porque todos estamos condenados a destruição da morte. Porque a morte e o inferno são SINONIMOS na maioria dos casos.
Todos possuem um encontro marcado. Com alguém. 
  Os gregos colocavam uma dracma em cada olho do morto para pagamento do barqueiro Carontes que cruzaria com ele o rio da morte o Estige até a entrada do hades. 
E se o homem não tivesse que pagar o tal Carontes? E não tivéssemos que passar por nenhuma região da morte? E se não necessitássemos ter que morrer, independente da mitologia grega ou do dilema de Bela 
  A vida humana é uma dádiva, mas envolve um chamado. Uma vocação. Uma finalidade. Um desejo e um sonho que se iniciam antes que o homem nasça. Um mistério que repercute dentro do coração dos anjos. Há uma expectativa que percorre a criação, há ao redor de nós e dentro de nós uma chama que anseia jamais se apagar. Não só em nós. Até num peixe. Num pardal. Num hamster. Numa formiga. Numa abelha. A criação geme pelo direito de PERMANECER a viver, de CONTINUAR a existir. Uma águia deseja voar para sempre. Um João de Barro gostaria de continuar fazendo suas casas de barro enquanto houvesse barro. 
É para esse mistério de uma vida que não cessa, num universo em que não há morte que o ser humano foi chamado. Ele é chamado simplesmente de Novo Céu. E a essa terra onde as leis biológicas serão corrompidas no cerne, porque toda a cadeia de seres vivos depende da morte pra permanecer, mas não lá, é denominada Nova Terra. E a todos os que se tornarem dignos do reino que esta chegando, são chamados de filhos de Deus. Esta é em parte uma das dimensões do significado da Salvação. O direito de permanecer num universo que está sendo gerado. E todos os que não viverem segundo um coração amoroso, tratando com dignidade ao outro, vivendo da mesquinhez do dia que vive, entesourando para si os bens que deviam ser de muitos, vivendo como se sua vida fosse o mundo, e os outros nada valessem, não habitarão a eternidade. Terminarão junto com seus túmulos. Porque o resto é só um processo. Quando expirarem, terão selado seu destino, como aqueles que fracassaram de sua vocação maior, que era de serem aprovados por Deus para ingressarem na segunda fase de suas vidas. Esse é o grande mistério por detrás do Evangelho, poder para transformar o coração humano através do arrependimento, para receber uma fé permanente que gerará mudança, aperfeiçoamento. 
Como um Deus que é Deus permite então tal coisa, que uns vençam e outros não? Que uns sejam recompensados e outros não? A resposta não está na ONIPOTENCIA divina. Porque TODO o poder de Deus está disponível para TODO o homem através da fé. Não há os nascem malditos e escolhidos para a perdição. Tal visão é denominada ULTRACALVINISMO ou Predestinação Absoluta, que é só uma tragédia teológica, uma reinterpretação amaldiçoada da Palavra de Deus. Todos nascem debaixo de uma promessa, uma PROFECIA, que diz que o homem pisaria sobre o poder das trevas e triunfaria. Mas a essência de Deus nos seres humanos lhes concede também a liberdade de escolher seus próprios destinos. De rejeitar o amor, de abraçar o ódio, de desfraudar a bandeira da corrupção. Assim filhos de pastores podem se tornar assassinos seriais. Assim um Apóstolo amado, escolhido depois de uma longa vigília pode simplesmente por trinta moedas de prata renunciar sua vocação apostólica, lançando um AMIGO à possibilidade de MORTE após tortura. Assim um homem que fez da morte a sua profissão pode deixar de lado sua espada e abraçar a vida, renunciando seu passado matador. Porque Deus concederá sua DOUTRINA para nos ensinar a viver, mas não nos OBRIGARÀ a fazer o que diz. Porque ele não ESCRAVIZOU a sua criação. Antes compartilhou com ela sua LIBERDADE de decidir. E sobre o homem cabe a responsabilidade de DECIDIR. De ESCOLHER. Mesmo aqueles que não receberam bens, que vivem em dificuldade, mesmo os que sofrem, também necessitam escolher. E A balança não pesa para os que tudo possuem. “Vinde a mim os que estão cansados e oprimidos e eu vos aliviarei”. O sofrimento muitas vezes aproxima os homens de Deus. Os profetas escolhidos, separados, eleitos, seja como for, esses “privilegiados” em ouvir e receber dons sobrenaturais, comeram o pão que o diabo amassou. Apanharam e muito. Porque o evangelho SEMPRE recebe OPOSIÇÃO a sua pregação. O mistério do evangelho é de um chamado rejeitado, de uma voz abafada. Acordar as vezes é assustador. Entender que a vida não é desprovida de sentido, que não é o acaso que governa, que há um Deus vivo que concede vida em meio a um mundo nos quais tragédias ocorrem é avassalador. 
Mas negar tal coisa… isso é querer viver num simulador.
    
Deixar de crer nas profecias é transformar TODA sua vida num gigantesco game. 
   
Porque um mundo sem Deus é simulacro. E muitos vivem dormindo 
  
   
A profecia age para o homem como uma palavra que desperta o homem, assim como para o Neo de Matrix. 
Mas o que envolve nossas almas é muito mais assombroso do que máquinas, ou que uma realidade fictícia. 
   
Neo de Matrix trabalhava os parâmetros que um código de computador gerava em sua mente. Quando ele voa, o faz num mundo virtual. 
Mas a fé altera a dimensão da realidade, na qual vivemos, respiramos e morreremos. E na qual RESSUSCITAREMOS se ousarmos crer. A visão DESESPERANÇADA dos homens gera parábolas em filmes e livros, dentro de suas perspectivas LIMITADAS pelos poderes que se estabelecem nessa terra. 
  
  
Nossa mente fica impedida de ver as coisas celestiais, de crer no poder e na beleza divina, e sem fé nós ficamos travados em nossos pequenos mundos feitos a base de filosofia barata. Vivemos uma esquizofrenia cool. Chamamos o evangelho de mesmice religiosa, ou de pregação da efemeridade da crença. Invocamos a ilegitimidade de Deus, reiteramos a basófia da religião, proclamamos a manipulação da teologia. Gostamos de exaltar a ignorância da bíblia, a falácia do profetismo. “Pensamos na exacerbação do mítico, no desvio psicológico dos denominados “dons” espirituais”. 
Há um chamado para o ser humano, para vir e conhecer a Deus, para amá-lo, para segui-lo. 
Há um chamado para o homem. 
BEBER DO RIO DA ÁGUA DA VIDA.
O evangelho chama-nos a VIVER para TODO SEMPRE. VIDA ETERNA. Esse é o convite. Simplesmente isso. Nada menos, nada mais. Você já aceitou tantos convites antes. Ir a festa errada, encontrar-se com a pessoa chata, mergulhar na lagoa poluída, banhar-se no mar perigoso. Ver o filme ruim. Todo mundo já foi chamado pelo menos uma vez na vida para ver um filme horrível. E foi. Poucos são os excelentes convites.
Então, deixe sua rede sem peixes, siga a Cristo e faça-se pescador de homens. 
Porque já há uma cadeira com teu nome escrito na sala onde a Ceia do Cordeiro, quando Jesus ressurreto festejar a vitória sobre a morte, dias antes do inicio de NOVO. 
Resta saber se você estará lá. 
  
E havia um certo homem
Que 
cria em não crer
Que se vangloriava em não saber
Que religiosamente, negou toda a fé
Cuja doutrina era a perene negação
De toda sombra sobrenatural
E havia certo homem
Que 
sonhou que era sábio
E
 incontaminado
Pela magia da religião
Pelos conceitos
De mitos pagãos
Pela ignorância
De almas pobres
de espíritos fracos
Que se deixaram convencer
Por sacerdotes 
do nada
Por 
pregadores de fadas
Num mundo de fanatismo
Arvorou ele a bandeira
De um coração sem fé
Porque a fé também

jamais existira

Havia certo homem
Cuja maior certeza
Era de caminhar sobre o nada
Porque o tudo veio a existir
Sem razão e sem causa
Sem ciência de um criador
Porque tudo que se expressa matematicamente
Seja matéria, luz e energia
O foi por conta de cálculos indescritivelmente belos

Sem que houvesse qualquer calculista

E que a própria matemática da vida
era uma 
mera abstração
E havia um homem
Sozinho e moribundo
Num universo de mistérios inexplicáveis
Que não lhe importou conhecer
E ele viveu sem tocar os anjos
E ele viveu sem enxergar
O Trono.
E ele não tremeu
Na expressão dos Querubins
E ele jamais sentiu a alegria
Que 
anjos que não existem sentem
Quando a salvação sob uma cruz inútil
Pendia de 
um morto, que na verdade
Também 
jamais ressuscitou.
E ele jamais entendeu porque chorava
A menina de nome Maria
Aos pés de um 
tosco jardineiro
No jardim da 
falsa ressurreição.
E ele não amou a Ester
Que caminhou num jardim sagrado
Porque nunca fora dado
romances de ficção.
E havia certo homem
cansado e arrogante
Soberbo e endurecido
Cujo coração de pedra
jamais se tornou de um homem
E havia um certo homem
que na verdade
jamais viveu.
Porque na verdade o pobre homem
miserável homem
Sonhou que vivia.
mas não era verdade.
Como toda sua perspectiva
Isso também
Era somente
Ilusão.
 

And there was a certain man

and there was a certain man
That creates in not believing
boasted that in not knowing
That religiously, denied all faith
Whose doctrine was the persistent denial Of any supernatural shadow

and there was a certain man
Who dreamed that was wise
and unspotted by the magic of
religion

by the concepts Of pagan myths
ignorance
poor souls of weak spirits

That if left to convince
by priests of nothingness
By fairy
preachers in a world of
a while fanaticism he the
flag Of a heart without faith
Because faith never existed

also Had a certain man Whose

Consisyia certainty in walking on the
Because nothing that exists came into being
Without reason and without necessary cause
Without the science of a
because everything that is expressed mathematically
the matter, light and energy
Are indescribably beautiful
calculations account without, however, any calculator that has
and
calculated mathematical
life itself is a silly
abstraction and there was a certain man
Alone and
dying in a universe of unexplained mysteries
That does not meet
and importova he viveumwithout touching the angels
and he lived without seeing
.
And he had no fear of
expression of
Cherubim and he never felt the joy
That the angels don’t exist, feel …
When a Salvation
and useless
on a cross Hung a dead,
that
never actually raised.
And he never understood why cried Maria girl

at the feet of a poor gardener
in the garden of the false resurrection.

and he loved the beautiful Esther
you walked in a garden because they never had this
sacred
by fiction novels.

and there was a certain man
tired and arrogant, Smug and hardened

whose heart never
stone became a man

and there was a certain man
that
actually ever lived.

for the poor man, miserable man,

Dreamed that
lived.but, was not true.

As all your Outlook
such a thing also
Was only
Your Illusion.

Welington José Ferreira 

666

fevereiro 7, 2013

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
 
 
   
I Tim. 6:10, 11

 – “Porque o amor do dinheiro é raiz de todos os males; e alguns, nessa cobiça, se desviaram da fé e a si mesmos se atormentaram com muitas dores...”
 
 
 
 
 
WELINGTON CORPORATION 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
E viveram em vão.
 
 
O significado do 666 
 
 
 
Por quase dois mil anos os intérpretes tem corrido atrás do significado mistico-esoterico-oculto-mágico do numero 666. Milhares lutaram bravamente em apologéticas e hermenêuticas batalhas para compreender o significado do mistério explicitado em Apocalipse, o desafio lançado á história, o enigma dos enigmas, que revela parte da história oculta na história do homem. 
 
Queria dizer aos homens de toda a terra que hoje à noite esse segredo será revelado.
 
Então sem muita demora. 
 
666 
 
 
E o peso do ouro que se trazia a Salomão cada ano era de seiscentos e sessenta e seis talentos de ouro; 1° Reis 10:14
E o peso do ouro, que vinha em um ano a Salomão, era de seiscentos e sessenta e seis talentos de ouro, 2° Crônicas 9:13
Os filhos de Adonicão, seiscentos e sessenta e seis. Esdras 2:13 
 
Aqui há sabedoria. Aquele que tem entendimento, calcule o número da besta; porque é o número de um homem, e o seu número é seiscentos e sessenta e seis. Apocalise 13:18 
 
 
O rei Salomão recebia cerca de 666 talentos de ouro por ano, igual a 34,7 kg de ouro x 666 – 23110 kg de ouro por ano. De todas as províncias, reinos conquistados, tributos externos, impostos, etc. Cerca de 2 bilhões de  dólares anuais (1000 g=U$ 85.265,38). A coincidência entre os dois valores é proposital. O significado é de que parte do mistério da BESTA diz respeito a PODER ECONOMICO. Ganância. Dinheiro. Um dos mistérios desse governo, entidade ou pessoa é que ele estabelece as relações financeiras internacionais no tempo de sua manifestação. Como uma corporação gigantesca que através de práticas de Cartel, Monopólio, pode destruir a economia de um país ou de vários, levando uma nação a destruição completa de sua indústria, comércio e instituições financeiras, fazendo uma convulsão social, com a morte de milhões. É só olhar para a áfrica e ver o fruto da dominação francesa, britânica, portuguesa e etc. Pra ter idéia do desvario: Milhões morrem hoje de AIDS porque no início do século tiveram seus meios de subsistência tomados pelo colonialismo, perderam o direito as suas plantações, o poder econômico impeliu tribos a desunião, ao genocídio, a desordem política para manutenção de extrativismo mineral (diamantes de sangue), plantações de monocultura com empobrecimento do solo… 
 
666 está lá em Salomão de propósito.
 
“Aqui há sabedoria” 
 
Outra referencia a Salomão. Nenhum ser humano foi mais sábio do ele, segundo as Escrituras. 
Para ajudar o leitor de Apocalipse entender a malignidade da besta, fruto de seu poderio econômico. “Aqui há sabedoria” – afirma o anjo.
 
Nas Escrituras, de um modo geral, 6 se relaciona ao homem, assim como 7 à perfeição, 8 à Cristo, 9 aos dons, 10 à Lei.
Deus faz associação de eventos aos números (homem criado ao sexto dia, Jesus ressurreto ao oitavo dia, apresentado no templo no oitavo dia, assim pó diante) para ajudar-nos a entender seus significados dentro das Escrituras.
Eles são a tabuada de Deus para fixar em nós algumas idéias das Escrituras.
Diz-se deste 666 em Apocalipse, que é o numero de um homem.
 
666, um grupo de algarismos “6” juntos, uma corporação, um ajuntamento. Uma assembléia. Um governo.
 
Juntando os dados :
- Sabedoria,
- homem, poder econômico, ostentação,
- animosidade (besta – que é um animal, fala de gente agindo que nem fera,
- pluralidade de “6”,
- uma ordem de fazer cálculo (calcule o número da besta),
- a questão de ser um mistério, um enigma
 
Ajuntando tudo numa frase:
Aqui há sabedoria. Aquele que tem entendimento, calcule o número da besta; porque é o número de um homem, e o seu número é seiscentos e sessenta e seis. Apocalise 13:18   
 
 
Corporação/grupo/instituição que usa a ciência/sabedoria/ tecnologia para garantir poder econômico/financeiro sem ética, ilicitamente (besta-fera o homem dominado pelo instinto) como base para dominação de gente, de modo CALCULADO, com base matemática, estatística. de maneira oculta, escondida, dissimulada, escondendo propósitos. 
 
O reino do anticristo numa bela fotografia.
 
   
Em termos práticos… 666 significa 150 trilhões de dólares nas mãos de um único homem…
 
Significa que guerras com milhões de mortos, seriam criadas com o único propósito, gerar dinheiro.
Para controlar a economia, assim como às drogas. Controlar ao sistema de telecomunicações. Aos satélites. Aos jornais. Controlar líderes, políticos, senadores, ministros e chefes de estado. Controlar Bancos centrais e a emissão das moedas. Dominar o sistema financeiro mundial. 
 
E paradoxalmente, 666 que fala do poder adquirido por trilhões de dólares, significa exatamente: nada.
 
Uma coisa sem nenhum valor. 
 
Significa um grupo de homens que venderam seus irmãos como escravos por poder, glória e dinheiro. E esses irmãos incluem grande parcela da humanidade.
Por nada. Sem razão. Por razões sem valor. Por valores nulos. Pelo excesso do vazio. Pela mentira e para a vergonha. Pelo objetivo de consumir ao homem, e de reduzi-lo a nada.
 
666 é o cúmulo do complexo de Caim. Uma vergonha desmedida.
Uma completa perda de recursos, de capital e de investimentos, por uma razão absolutamente burra. 

No processo aqueles que se tornaram aquilo que ele, 666, profetiza, perderam sua humanidade.
 
E junto com ela, sua humanidade perdida, a beleza das canções e a alegria do amor.
Trocaram a sua vida pelo poder e usaram esse poder para a sublime obtenção do NADA. Moraram em lugares luxuosos e beberam vinho de safras únicas. Tiveram em mãos obras de arte que outros homens não puderam testemunhar.
Em vão.
Porque na caminhada para a obtenção dos recursos para o domínio do mundo, destruíram a canção que nasce dentro do coração de toda criança. 
 
666 significa um pequeno e exclusivo grupo de homens que vendeu a humanidade nos últimos dias, para a obtenção de absolutamente nada.
 
Iluminnatis, banqueiros mundiais, certos maçons, ocultistas, religiosos, cientificismo. No caminho queimaram as vilas, destruíram a história, desprezaram e cuspiram no túmulo de seus pais. Então, pelo processo desumanizatório, ou, pelo caminho, já não conheceram mais a paixão, a ternura, ou a beleza dos ventos sobre os montes escarpados. Seus valores interiores se deterioraram como as ações das empresas que ajudaram a falir. 
 
666 fala de mortos que sonharam que estavam vivos. E que brincaram de ser deuses. E que foram derrotados antes do início de seus planos por um homem que não tinha onde reclinar sua cabeça. Que só não foi atirado como indigente no geena ao lado de Jerusalém pela misericórdia de outrem. 
 
666 fala de 150 trilhões de dólares que não foram o suficiente após comprar milhões de vozes para calarem a voz de um filho de um carpinteiro.
 
666 fala de extrema pobreza humana. Que não suplantou a riqueza advinda de uma cruz. 
 
666 fala de uns pobres coitados que se achavam ricos.
 
Que tinham navios de carga, terras cultiváveis, vinhas, petróleo, grãos, bancos e algumas hipotecas. E que na verdade eram só mordomos imprestáveis que em breve serão chamados para depor sobre sua administração fracassada. 
E que serão esquecidos juntamente com TUDO que fizeram,
Quando sua hora chegar. 
 
 
Há um indivíduo nestes últimos dias dizendo-se não somente ser o Cristo, como também o Anticristo. José Luis de Jesús Miranda. Ou afirmando que o número da BESTA 666 dito lá em Apocalipse se refere não a BESTA mais sim a ELE, uma versão remasterizada da pessoa de Jesus.
 
Um Jesus Cool, multiplataforma, rodando em consoles tanto de Playstation quanto WII, iniciado nos segredos do Linux (na distribuição da extinta Redhat). Mas que também é Mandriva!!! Um Cristo com hardware da Apple que também é capaz de rodar com perfeição aplicativos do antigo e poderoso Amiga 4000 da canadense Comodore.
 
Já não bastava a nossa versão gaucha de Cristo falsificado e os falsos Messias do Judaísmo, desde a época de Jesus, (Gamaliel neto de Hilel que disse que a obra dos apóstolos era de Deus continuaria e etc. – falou a respeito de um falso messias de sua época).
 
Não bastasse isso, há HOJE ainda, uma guerra de merchandising entre os seis “cristos” da atualidade, Reverendo Moon, esse novo, o nosso tupiniquim, mais uns dois americanos e pelo menos um da Ásia.
 
A pergunta será: Qual desses vai ostentar o titulo de “Salvador do mundo” com certificação ISO, reconhecimento Papal e aval da CPAD? Em breve deverá lançar uma NBR (norma brasileira) pra regulamentar a candidatura dos que se dizem Jesus, ao posto de Cristo verdadeiro. 
Bom, tecido esse doce comentário: 
 
Observação: JESUS em grego possui um valor numérico. 888. IESOUS, cada letra tem valor de um numero, 
 
Each letter of the Greek and Hebrew alphabets has a numeric value. Click here to see a table listing these letter-number equivalents. The numeric sum of the letters spelling Jesus in Greek is 888. 
Iesous = I (10) + e (8) + s (200) + o (70) + u (400) + s (200) = 888 
 
Numa brincadeira, se Jesus é 888, falta pelo menos 222 (888 -666= 222) pra que eles fossem semelhantes… 
 


222 (Três patinhos na lagoa) 
 

 
 
 
Enquanto isso, nessa terra de doidos, muitos falsos cristos surgem, o que me dá uma certa alergia. Como tentar colocar um cooler de AMD 1000 numa placa gráfica Msi Radeon Hd 5750 – 1 GB Gddr5 – Pci-express 2.0
 
 
 
 
 
 
 
 
Welington José Ferreira 

Cristo e a Palavra escrita – Jesus and the written Word

fevereiro 4, 2013

As Escrituras não somente revelam Cristo. Elas são Cristo. Jesus é a Palavra Divina, toda ela. Essa identidade com a Palavra Escrita é tamanha  que João afirma o logos se fez carne. Outra feita diz: e nossas mãos tocaram a Palavra da Vida. As Escrituras não compreendem tudo que JESUS é, Jesus é mais complexo, em si abrange realidades além das citadas nas Escrituras. Ou pelo menos citadas e não desenvolvidas. Não haveria espaço para tanto, tal livro não caberia numa prateleira terrena. Mas até onde o ser humano pode compreender, uma janela foi aberta na eternidade, um testemunho digno de aceitação nos foi entregue, seja  por mediação angelical, pela boca dos profetas, por inúmeras situações e então, pela boca daquele que representa de modo pleno a Deus. 

As Escrituras traduzem um mistério de formação e de pluralidade que lembram a formação humana no útero materno. “De um modo terrível e maravilhoso fui formado no ventre de minha mãe” declarava um assombrado salmista.  Do mesmo modo a pessoa de Cristo nos é demonstrada nas Escrituras. Jesus é integralmente a revelação escrita. Abrange a multidão de situações dramáticas, as atitudes, as ações, os comportamentos, o riso, a dança, o choro, a paixão, o amor, a lei, o sacrifício, o reino, a cidade, a guerra. Tudo isso é Ele.  A revelação divina é algo assombroso, ela é sussurrada na boca de Ana, em meio as suas lágrimas, ela é gritada do alto de um monte pelo sobrevivente de uma chacina, ela é ouvida de modo sorrateiro pela boca de um soldado inimigo fruto de um sonho (Gideão e o cerco midianita) num acampamento de guerra, ela é confessada nos erros de um rei que manda para a morte um de seus maiores soldados para tentar legitimar uma relação ilícita com sua esposa (Davi, Betseba e Urias). 

Ela é proclamada no meio de um monte que parece a visão do inferno (Na entrega da Lei), raios, trovões, terremoto, tempestade e fogo, ou ela é enviada pela boca de uma serviçal na entrada do palácio das mulheres, fruto de uma declaração de coragem (Ester respondendo a Mordecai). A formação das Escrituras é um processo espetacular. Deus usa quem quer, onde quer, na forma que lhe apraz para trazer a luz a soma das revelações que traduzem aquilo que quer, aquilo que ele é. Certa feita um feiticeiro joga ossos, faz bruxarias, invoca espíritos de divindades e poderes espirituais em ritos por nós desconhecidos, diante do fogo sagrado e em transe ele ouve a PALAVRA DIVINA, ele ouve a voz do ESPÍRITO DE DEUS e o que ouviu será somado as Escrituras do Velho Testamento. 

Deus separa do meio de milhares de manifestações espirituais, lúdicas, literárias, aquilo que pertence a ELE. ELE separa aquilo que podia ser uma simples crônica, um conto, um adágio, um antigo conceito de qualquer civilização e o reclama para si. Seja um provérbio egípcio, conhecido a centenas de anos (em Provérbios) seja um conceito sobre a divindade elaborada por um filósofo grego (Theos – Deus), seja uma visão indiana refletindo sobre a filosofia grega (Em Deus nos vivemos, nos movemos e existimos).
O Espírito de Deus sabia exatamente o que queria revelar, o que queria manifestar para que entendêssemos a pessoa, a obra, o poder, a deidade, o amor, a grandeza da pessoa de Jesus.
Poderia dizer que se arrancasse o livro de Provérbios das Escrituras Jesus perderia sua audição. Se extraíssemos Salmos, perderia seus pulmões. Se arrancássemos Cantares, Jesus perderia a capacidade de amar. Se extrair das Escrituras aos profetas ele perde suas pernas e se tiro Lamentações ele já não conseguiria mais chorar. Daniel é seu olho esquerdo, Zacarias seu olho direito. Se perdesse,  Jonas perdia seu rim. Sem Malaquias, perde sua mão esquerda, sem Juízes, perde seu braço. Se Levítico  é sua coluna, Êxodo  é o seu sangue. Esses exemplos são aleatórios,  mas nos concedem uma analogia da pessoa de Cristo à luz das Escrituras. Ele é declarado, manifesto e revelado na soma das revelações contidas no Novo e Velho Testamento. 
Jesus é visto nos cargos e ofícios de toda sua revelação, nos sofrimentos de seus profetas, nas ofertas do templo e no próprio templo. Ele é visto nas relações familiares e nas profetizas e moças, nas meninas e mulheres visualizadas em toda a bíblia. Jesus é percebido até nos dons espirituais, que trazem a memória sua pessoa. Ele é a palavra de Sabedoria dada ao homem, a mais deslumbrante Palavra de Conhecimento entregue a humanidade, ele legitima e representa e demonstra os dons de curar. Ele é, literalmente, a maior operação milagrosa já vista na eternidade, Deus se fez carne e habitou entre nós, sendo ao mesmo tempo o maior de todos os operadores de milagres. 
Ele é ao mesmo tempo o autor e consumador da fé. Eu preciso compreender a integralidade entre Cristo e sua Palavra, para compreender o mistério de sua pessoa e de seu amor. Para reconhecer na humanidade as marcas que ele deixou FORA das Escrituras. Só tenho condição de reconhecê-lo na cultura, nas artes, na dança ou na ética se conhecê-lo na Palavra Escrita. Eu sei o que há por detrás dos mercados de capitais quando ouço a voz de sua Sabedoria. Daí a  necessidade  de conhecer e meditar e permitir-se maravilhar-se com a Palavra Escrita


The Scriptures not only reveal Christ. They are Christ. Jesus is the Divine Word, the divine scriptures,  all scriptures . This identity with the written word is such that John says: The logos became flesh .

Another time says : And our hands have handled the Word of Life . The Scriptures do not limits all that Jesus is , Jesus is more complex. Itself covers realities than those mentioned in Scripture . Or at least mentioned and not developed . There would be room for both , such a book would not fit on a shelf earthly . But as far as the human being can understand , a window was opened in eternity , a testimony worthy of acceptance was delivered to us , either by angelic mediation by the mouth of the prophets ,  by many diferent situations, and finally, by his mouth, of whom represents fully the God.

The Scriptures reflect a mystery training and plurality that resemble human development in the womb . ” From fearfully and wonderfully made in my mother’s womb formed myself ” declared one haunted psalmist .
Similarly in the plurality person of Christ is demonstrated in Scripture . Jesus is fully written revelation . Covers a multitude of dramatic situations , attitudes , actions , behaviors , laugh , dance, cry , the passion , the love , the law , the sacrifice , the kingdom , the city , the war . All of this is Him

The divine revelation is an amazing thing. It is whispered by the lips of Ana , amid her tears.

The revelation was anounced from atop a hill by the survivor of a massacre. The divine revalation  is heard so sneaky the mouth of a enemy soldier fruit of a dream ( Gideon and siege Midianite ) in a war camp.
She confessed the errors of a king who sends him to death one of his biggest soldiers to try to legitimize an illicit relationship with his wife ( David, Bathsheba and Uriah .)

It is proclaimed in the middle of a lot  that seems the vision of Hell ( On delivery of the Law ) , lightning , thunder , earthquake , storm and fire.
Or it, the revelation,  is sent through the mouth of a servant at the entrance of the palace of women , resulting in a statement of impressive courage (Esther answering to Mordecai  ).

The formation of the Scriptures is an amazing process . God uses whoever , wherever , in the way that pleases him to bring light to the sum of the revelations that translate what that he wants and  what he is .

One time a sorcerer throws bones , makes witchcraft , invokes the spirits of deities and spiritual powers rites unknown to us,

behind the sacred fire and in extase he hears the DIVINE WORD, he hears the voice of the Spirit of God and that  was hear is added to the Old Testament Scriptures.

God separates in the middle of thousands of spiritual manifestations , cultural, literary,  poetic,  that belongs to him .

He separates what could be a simple chronicle, a story , an adage ,  of an ancient civilization and claims for itself . Become an Egyptian proverb , known for hundreds of years ( Proverbs ) or a concept of divinity prepared by a Greek philosopher ( Theos – God ) , or a indian vision of God reflecting in the Greek philosophy ( In God we live and move and exist .)
The Spirit of God knew exactly what he wanted to reveal, what he wanted to show us to understand the person,  the work ,  the power,  the deity , the love, and the greatness of the person of Jesus.

Could say that if you take out the book of Proverbs of Scriptures Jesus would lose his hearing.

If we if you take out  Psalms he would lose his lungs . If pluck Song of Songs , Jesus would lose the ability to love .

 If you extract the prophets of Scripture he loses his legs and if you extract the  Lamentations he would not cry anymore .

Daniel is his left eye ,  and Zechariah his right eye.

If we lost the book of Jonas, Jesus would lost his kidney . Without Malachi he loses his left hand. Without  the book of judges , loses his arm .
If your spine is Leviticus , Exodus is its blood . These examples are random , but grant us an analogy of the person of Christ in the light of Scripture . He is declared manifest and revealed in the sum of the revelations contained in the Old and New Testament .

Jesus is seen in all positions, professions an in the sufferings of his prophets. In the offerings of the temple and in the temple itself.
He is seen in family relationships and the prophesy and on the girls ,  He is seen  on the girls and on the women displayed throughout the Bible . Jesus is perceived by the spiritual gifts that bring your person to memory .

He is the Word of Wisdom given to man , he is the most dazzling Word of Knowledge given to mankind , it legitimizes and represents and demonstrates the gifts of healing .

He is literally the most miraculous operation ever seen in eternity , God became flesh and dwelt among us , while being too the greatest of all workers of miracles .
He is both the author and finisher of our faith . I need to understand the integration between Christ and his Word , to understand the mystery of his person and his love . To recognize the humanity marks he left OUT of the Scriptures . You have only condition to recognize his revelation in the culture , in the arts, in the dance or in the ethics if you know the Written Word. I know what’s behind the capital markets when I hear the voice of his wisdom . Hence the need to know and meditate and allow yourself to marvel at the Written Word

Welington José Ferreira

   

  

Anjos comem

janeiro 29, 2013

ANJOS COMEM.


Os homens comeram o pão dos anjos; enviou-lhes comida à vontade.
Salmos 78:25

The end.

What.?..
Who?
When?
Why?

Uhhhhhhh

Nunca parei pra pensar no assunto…

Quando o maná (o que é isso? em hebraico) enviado no deserto ao povo de Israel 

foi chamado PÃO DOS ANJOS
a identidade sugerida não é somente a de uma provisão sobrenatural enviada por Deus,
e ministrada por anjos. 
É mais profundo, sugere o pão com que os próprios anjos
se alimentam… 

ANJOS COMEM é muito interessante…comida celestial deixa de ser metáfora…


ANJOS comendo gera um monte de questões….o que, quando eles se alimentam, (os pães da mesa da proposição celestial?)

E quando Jesus diz que só tomará vinho ( o suco da videira) novamente quando estiverem na casa do Pai..

29 Eu digo que, de agora em diante, não beberei deste fruto da videira até aquele dia em que beberei o vinho novo com vocês no Reino de meu Pai“.


Pelo menos já há pão e vinho…no Reino do Pai.

Ou melhor…como as coisas da eternidade costumam ser eternas…
significa…que…SEMPRE houve provisão de pão e vinho..nos lugares celestiais. Ou…desde a Eternidade…ou desde que os céus foram criados, sendo os céus anteriores a terra.
Se tem pão…e  vinho tem videiras e trigo. Videiras celestiais e trigo celestial. 
E sugere a possibilidade (remota) de haverem anjps padeiros e anjos produtores de vinho!!!.  
Se tem vinho, há vinha…
O fato de ter uma VINHA na eternidade já concede  a alguns trechos de Cantico dos Canticos um outro patamar..profético…

.” a vinha que me pertence não guardei…”


Quase Argard!


Realmente teremos MUITAS surpresas sobre a eternidade.


Temos os cavalos flamejantes de Elias, o leviatã de Jó, um templo celestial, livros, uma vinha, a árvore da vida, a arca do concerto, pão dos anjosmuitas moradas, um trono, uma cidade celestial cercada por uma muralha. feita de jaspe, materiais semelhantes a ouro, jaspe, pedras preciosas, fogo, instrumentos

musicais, um rio.  Temos carruagens celestiais avistadas por Eliseu e Geazi, no cerco da cidade.
Há muitos mistérios sobre as coisas celestiais.

Vejam só…







ANJOS COMEM.

Os homens comeram o pão dos anjos; enviou-lhes comida à vontade.
Salmos 78:25


The end.

Atenciosamente,



Jessica 



Subindo ao monte – Up to the mountain

janeiro 29, 2013


Quando Moisés subiu, a nuvem cobriu o monte,

e a glória do Senhor permaneceu sobre o monte Sinai. Durante seis dias a nuvem cobriu o monte. No sétimo dia o Senhor cha­mou Moisés do interior da nuvem.
Aos olhos dos israelitas, a glória do Senhor parecia um fogo consumidor no topo do monte.
Moisés entrou na nuvem e foi subindo o monte. E per­maneceu no monte quarenta dias e quarenta noites. 
E o Senhor disse a Moisés: “Vá ao povo e consagre-o hoje e amanhã. Eles deverão lavar as suas vestes
 e estar prontos no terceiro dia, porque nesse dia o Senhor descerá sobre o monte Sinai, à vista de todo o povo.
Ao amanhecer do terceiro dia houve trovões e raios, uma densa nuvem cobriu o mon­te, e uma trom­beta ressoou fortemente. Todos no acampamento tremeram de medo.
  Moisés levou o povo para fora do acampamento, para encontrar-se com Deus, e eles fica­ram ao pé do monte.
  O monte Sinai estava coberto de fumaça, pois o Senhor tinha desci­do sobre ele em chamas de fogo. Dele subia fumaça como que de uma fornalha; todo o mon­te tremia violentamente,
  e o som da trombeta era cada vez mais forte. Então Moisés falou, e a voz de Deus lhe respondeu.
Vocês não chegaram ao monte que se podia tocar, e que estava em chamas, nem às trevas, à escuridão, nem à tempestade,
  ao soar da trombeta e ao som de palavras tais que os ouvintes rogaram que nada mais lhes fosse dito;
  pois não podiam suportar o que lhes estava sendo ordenado: “Até um animal, se tocar no monte, deve ser apedrejado”.
 O espetáculo era tão terrível que até Moisés disse: “Estou apavorado e trêmulo!”
Segue o post abaixo para que possamos ter uma analogia fisica, uma vaga noção do que estava sendo visto. Os eventos do Sinai não eram uma erupção vulcanica. O fogo que eles viam não era fruto da combustão. Os relampagos avistados não eram de eletricidade. Eles representavam manifestações de energia conhecidas pelo ser humano.  A caminhada de Moisés e de Josué até o monte Sinai representa o homem indo de encontro a DEUS.  Esse momento de revelação é uma apresentação do PODER, PODER admirável, PODER grandioso, FORÇA absoluta, assustadora. Memorável.
Diante dos olhos das crianças e adultos a lembrança perene de uma tempestade, dos ruidos de trombetas, dos raios que se agigantavam, a sensação da terra tremendo, a visão do fogo sobre a montanha. 
As leis divinas foram entregues dem uma manifestação de PODER, para que os israelitas entendessem o significado do lhes seria entregue relacionava-se com a essencia de DEUS, com sua AUTORIDADE, com seu DOMINIO, com sua SOBERANIA. Que o universo era impactado e mesmo sustentado por LEIS divinas, tais como essas que lhes seriam outorgadas. 
Para que para sempre a associação entre LEI, PODER, DOMINIO, AUTORIDADE e DEUS ficassem intimamente relacionadas.
When Moses went up, the cloud covered the mountain, and the glory of the Lord was on Mount Sinai. For six days the cloud covered the mount. On the seventh day you cha-mou Moses from inside the cloud.

In the eyes of the Israelis, the glory of the Lord looked like a consuming fire on the top of Mount.

Moses entered the cloud and was climbing the Hill. And per-maneceu in the mount forty days and forty nights.

And the Lord said to Moses, “Go to the people and consecrate them today and tomorrow. They must wash his clothes and be ready on the third day, because on that day the Lord will come down on Mount Sinai in the sight of all the people.

At dawn on the third day there was Thunder and lightning, a dense cloud covered the mon-te, and a beta of trom resonated strongly. Everyone in the camp trembled with fear.

Moses led the people out of the camp to meet with God, and they shall be to ram at the foot of Mount.

Mount Sinai was covered with smoke, because the Lord had came down to on it in flames of fire. It rose smoke like that of a furnace; all the mon-te trembled violently, and the sound of the trumpet was increasingly strong. Then Moses spoke and the voice of God answered him.

You don’t have to mount that could play, and that was on fire, nor to darkness, the darkness, or the storm, the sounding of the trumpet and the sound of words such that begged listeners that they were told nothing more;

because they could not support what was being ordained: “Even an animal, touching on the mound, to be stoned”.

The show was so terrible that even Moses said: “I am terrified and trembling!”

Follows the post below so that we can have a physical analogy, a vague sense of what was being seen. The events of the Sinai were not a Morne eruption. The fire that they saw was not the result of combustion. The relampagos sighted were not. They represented energy manifestations known by humans. The journey of Moses and Joshua to Mount Sinai represents the man going against GOD. That moment of revelation is a presentation of the admirable POWER, power, power, absolute POWER, Grand daunting. Memorable.

Before the eyes of the children and adults the perennial remembrance of a storm, the noise of trumpets, that agigantavam rays, the feel of the earth shaking, the vision of the fire on the mountain.

The divine laws were delivered dem a manifestation of power, so that the Israelis understand the meaning of them would be given related to the essence of God, with his authority, with your domain, with its sovereignty. That the universe was impacted and even supported by the divine laws, such as those which they would be granted.

For that forever the association between LAW, power, DOMINATION, authority, and GOD would be closely related.

Quand Moïse monta, la nuée couvrit la montagne et la gloire du Seigneur était sur le Mont Sinaï. Pendant six jours, la nuée couvrit la montagne. Le septième jour vous cha-PE Moïse d’à l’intérieur du nuage.

Aux yeux des Israéliens, la gloire du Seigneur ressemblait à un feu dévorant au sommet du Mont.

Moïse entra dans la nuée et montait la colline. Et par-maneceu sur la montagne quarante jours et quarante nuits.

Et l’Éternel dit à Moïse : “aller vers les gens et leur consacre aujourd’hui et demain. Ils doivent lavera ses vêtements et être prêt le troisième jour, parce que ce jour-là, le Seigneur descendra sur le Mont Sinaï aux yeux de tout le peuple.

À l’aube du troisième jour, il y avait tonnerre et la foudre, un nuage dense couvert le lun-te et une version bêta de trom a résonné fortement. Tout le monde dans le camp tremblait de peur.

Moïse conduisit le peuple hors du camp pour rencontrer Dieu, et ils seront à ram au pied du Mont.

Mont Sinaï était recouvert de fumée, parce que le Seigneur avait est venu vers le bas pour là-dessus dans les flammes de feu. Elle est passée de fumée comme celle d’une fournaise ; tous le lun-te trembla violemment, et au son de la trompette était de plus en plus fort. Puis parle de Moïse et la voix de Dieu lui répondirent.

Vous n’avez pas de monture qui pourrait jouer, et c’était le feu, ni aux ténèbres, l’obscurité ou la tempête, le son de la trompette et le son des mots tels que supplié les auditeurs qu’on leur a rien dit plus ;

parce qu’ils ne pouvaient pas appuyer ce qui a été être ordonné: « Même un animal, touchant à la butte, à être lapidée ».

Le spectacle était si terrible que même Moïse dit: « Je suis terrifié et Tremblant! »

S’ensuit le post ci-dessous afin que nous puissions avoir une analogie physique, un vague sentiment de ce qui était d’être vu. Les événements du Sinaï n’étaient pas une éruption de Morne. Le feu qu’ils ont vu n’était pas le résultat de la combustion. Les relampagos observées n’étaient pas. Ils représentaient les manifestations d’énergie connues par l’homme. Le voyage de Moïse et Josué, au Mont Sinaï représente l’homme allant à l’encontre de Dieu. Ce moment de la révélation est une présentation de l’admirable puissance, puissance, pouvoir, pouvoir absolu, Grand intimidante. Mémorable.

Sous les yeux des enfants et des adultes, le souvenir vivace d’une tempête, le bruit des trompettes, ce agigantavam rayons, la sensation de la terre trembler, la vision du feu sur la montagne.

Les lois divines ont été envoyées à dem une manifestation de puissance, afin que les Israéliens comprennent le sens de leur serait donné liés à l’essence de Dieu, avec son autorité, avec votre nom de domaine, avec sa souveraineté. Que l’univers a été impacté et même pris en charge par les lois divines, telles que celles qu’ils serait accordée.

Pour que jamais l’association entre droit, pouvoir, DOMINATION, autorité et Dieu serait étroitement liée. 

 

Vulcões soltando relâmpagos

 

<!– google_ad_client = "ca-pub-4039990591650581"; /* De olho no aquiraz */ google_ad_slot = "3501640103"; google_ad_width = 250; google_ad_height = 250; //
Por mais estranho que pareça, é verdade: uma erupção vulcânica é capaz de criar raios. Por quê?
Relâmpagos que acontecem nas tempestades normais ainda são um fato não bem explicado pela ciência, mas sabe-se que eles ajudam a resfriar áreas de cargas elétricas opostas.
Uma hipótese para o espetáculo raro que se vê em alguns vulcões, chamado de “tempestade suja”, é que as bolhas de magma ou as cinzas do vulcão possuem cargas elétricas e, com o movimento, conseguem criar áreas separadas de cargas elétricas opostas – a condição para a criação dos arcos voltaicos.
Outra hipótese é que os raios aparecem por causa das colisões na poeira vulcânica que induzem a eletricidade.
O processo tem início quando as partículas se separam, seja após uma colisão ou quando partículas maiores se partem. Então, alguma diferença de aerodinâmica entre essas partículas faz com que as que possuem carga positiva se afastem das negativamente carregadas.
Quando a separação da carga é tão alta que supera a resistência do ar, a eletricidade flui entre as partículas – e os raios são este fluxo de eletricidade.
A erupção vulcânica em si é incapaz de gerar carga elétrica suficiente para acender relâmpagos. Os cientistas acreditam que as cargas elétricas são geradas quando fragmentos de rochas, cinzas e partículas de gelo na nuvem colidem para produzir cargas estáticas, da mesma maneira que as partículas de gelo colidem para criar trovoadas regulares.

Volcanoes dropping lightning as strange as it may seem, it is true: a volcanic eruption can create lightning. Why?

Lightning strikes that occur in normal storms still are a fact not well explained by science, but it is known that they help to cool areas of opposite electric charges.

A chance for the rare show that is seen in some volcanoes, called “dirty storm”, is that the bubbles of magma or the ashes of the volcano have electric charges and, with the movement, manage to create separate areas of opposite electric charges – the condition for the creation of the arcs.

Another hypothesis is that the rays appear because of collisions in volcanic dust that induce electricity.

THE the process begins when the particles separate, either after a collision or when larger particles bursts. Then, any difference of aerodynamics between these particles causes that have positive charge differ from negatively charged.

When the load is so high that overcomes air resistance, the electricity flows between the particles, and the rays are this flow of electricity.

The volcanic eruption itself is unable to generate enough power to light load lightning. Scientists believe that the electrical charges are generated when rock fragments, ash and ice cloud particles collide to produce static charges, in the same way that particles of ice collide to create regular thunderstorms. 

1 – Vulcão Chaitén

Em 2008, o vulcão chileno Chaitén, de 1.122 metros de altura, entrou em erupção depois de um período de 9.000 anos adormecido, explodindo metal liquefeito e relâmpagos para o céu. Ele fica localizado na região dos Lagos, no sul do país, a 10 km da cidade de Chaitén.[EventosFinais, MOONSCOOCH]

In 2008, the Chilean volcano Chaitén, 1,122 meters high, erupted after a period of 9,000 years asleep, exploding liquefied metal and lightning to heaven. It is located in the region of the Lakes, in the South of the country, 10 km from the town of Chaitén.[EventosFinais, MOONSCOOCH]

2 – Vulcão Eyjafjallajökull

A foto acima, feita pela National Geographic mostra a pluma de cinzas do vulcão Eyjafjallajökull, da Islândia, que entrou em erupção atrapalhando até mesmo viagens aéreas em 2010. Os raios da chamada “tempestade suja” ocorreram quando partículas de rocha e gelo soltas pela explosão de magma colidiram na atmosfera. Abaixo, mais fotos do vulcão.[TheRoosevelts]

The photo above, made by National Geographic shows the plume of ash from the Eyjafjallajokull volcano, Iceland, which erupted in the way even air travel in 2010. The rays of the so-called “dirty storm” occurred when rock and loose ice particles by the explosion of magma collided in the air. Below, more photos of the volcano.[TheRoosevelts] 






3 – Grímsvötn



O Grímsvötn é um sistema lacustre-vulcânico, composto por um vulcão e vários lagos, localizados debaixo do glaciar Vatnajökull, na Islândia. Situado a uma altitude de 1.725 metros, este sistema ocupa uma área de 300 km². Essas fotos foram tiradas na erupção de 22 de maio de 2012.[TheAtlantic, JonGustafsson]

The Grímsvötn is a Lake-volcanic system, composed of a volcano and several lakes, located underneath the Vatnajökull glacier in Iceland. Situated at an elevation of 1,725 metres, this system covers an area of 300 km2. These photos were taken in the eruption of May 22, 2012.[TheAtlantic, JonGustafsson]

4 – Vulcão Shinmoe-dake



Em 2011, um vulcão situado no sudoeste do Japão entrou em erupção lançando cinzas e pedras a uma altura de 4.000 metros. Shinmoedake, situado na ilha Kyushu, tem 1.420 metros de altura e estava adormecido há 52 anos.[Telegraph, G1, ChugginMonkeys]

In 2011, a volcano in southwestern Japan erupted ash and throwing stones at a height of 4,000 meters. Shinmoedake, located in Kyushu Island, is 1,420 meters high and was asleep for 52 years.[Telegraph, G1, ChugginMonkeys]

5 – Vulcão Puyehue



Em 2011, a erupção do vulcão Puyehue, do Chile, explodiu uma nuvem de cinzas para o ar que prejudicou voos de aeroportos na Argentina, Uruguai e Paraguai. No Brasil, a nuvem causou cancelamentos principalmente no aeroporto de Porto Alegre. O Puyehue tem 2.440 metros de altura e fica na Patagônia chilena, em meio à Cordilheira dos Andes. As duas cidades mais populosas próximas ao vulcão são Osorno, no Chile, e Bariloche, na Argentina. Desde a última erupção, em 1960, o Puyehue não dava sinais de perigo. [Gatag, G1, WPB]


In 2011, the eruption of Puyehue volcano, Chile, blew a cloud of ash into the air that has flights from airports in Argentina, Uruguay and Paraguay. In Brazil, the cloud caused cancellations especially in Porto Alegre airport. The Puyehue has 2,440 meters high and is located in the Chilean Patagonia, in the midst of the Andes mountains. The two most populous cities close to the volcano Osorno in Chile are, and Bariloche, in Argentina. Since the last eruption, in 1960, the Puyehue did not give signs of danger. [Gatag, G1, WPB]



6 – Vulcão Arenal

 



O vulcão Arenal da Costa Rica, uma das principais atrações turísticas do país, entrou em erupção pela última vez em 2010, derramando lavas, cinzas e gases, o que provocou a evacuação do parque nacional onde está localizado. A atividade vulcânica começou com a queda de ao menos oito avalanches de lava que saíram ininterruptamente de uma cratera de 1.633 metros de altura. A foto acima foi tirada na erupção de agosto de 2005

The Arenal Volcano in Costa Rica, one of the main tourist attractions of the country, erupted for the last time in 2010, pouring lava, ash and gases, which caused the evacuation of the National Park where it is located. Volcanic activity began with the fall of at least eight avalanches of lava that came out around the clock of a crater of 1,633 meters high. The photo above was taken in August 2005 eruption

Casamento na India

janeiro 22, 2013
  • O o casamento na Índia.A noiva indiana nos contou vários detalhes da cerimônia, festa e o envolvimento das famílias no casamento. Como são muitas tradições e detalhes, o texto foi traduzido mantendo a maneira como ela nos contou.


      O convite do casamento indiano


    Pedido de casamento
    O pedido de casamento na Índia tem menos a ver com o modelo típico do ocidente – noivo de joelhos oferecendo um anel para pedir a mão da noiva – e mais com as duas famílias se aproximando (apesar de recentemente vários homens tenham adotado o modelo ocidental). Tipicamente, o homem, sozinho ou com sua família, vai até os pais da noiva pedir a mão dela em casamento. Uma vez que a família aceita o pedido, há uma pequena cerimônia entre as duas famílias chamada Roka, onde ambas reconhecem o noivado. Historicamente, Roka representava o fim do período de pedidos, já que a noiva não mais aceita pedidos de casamento – rishtas em Hindi. Há em geral trocas de presentes ou doces nessa cerimônia.
    Elementos do casamento e seus significados
    A cerimônia de casamento Hindi (Vivah Sanskar) é a 13ª das 16 Sanskaras prescritos para o crescimento espiritual do indivíduo. Ele significa unir duas almas tão firmemente que, após o casamento, apesar dos corpos estarem separados, as almas estarão harmoniosamente unidas. A cerimônia acontece na seguinte ordem:
    Bharat: o noivo e sua família chegam ao local do casamento.
    Milni: a família do noivo é recepcionada pela da noiva. Membros das famílias se abraçam e trocam cumprimentos para celebrar a união das famílias.
    Jaimala: a troca de cumprimentos pelo casal significa que aceitam sua união eterna como marido e mulher.
    Kanyadan: parte importante da cerimônia na qual a família da noiva a entrega para o noivo. Uma vez que o noivo a aceite, os pais da noiva colocam a mão direita dela sobre a dele, e o noivo assume o compromisso junto aos sogros de ser responsável pela noiva perante deus, familiares e amigos.
    Gath Bandhan: um nó é atado entre os cachecóis do noivo e da noiva simbolizando sua união para toda a vida.
    Havan: é acendido o fogo sacrado que significa pureza e eternidade. O fogo oferece purificação espiritual e simboliza a eternidade.
    Saath Phere: esse é o momento mais importante da cerimônia de casamento. Noiva e noivo caminham ao redor do fogo sagrado entoando mantras e afirmando seu compromisso um pelo outro. Eles circulam o foco sete vezes em sentido horário, numa cerimônia conhecida como mangal phere.
    Saptapadi: noivos dão sete passos na direção norte dizendo uma promessa e uma prece a cada passo:
    Primeiro: o casal pede aos deuses abundância de comida pura e nutritiva
    Segundo: o casal reza por saúde mental, física e espiritual e promete levar uma vida saudável
    Terceiro: o casal reza pela preservação de sua riqueza e prosperidade do lar
    Quarto: o casal reza para encontrar felicidade e harmonia em conjunto em todos os momentos da vida
    Quinto: o casal reza pelo bem estar de todos os seres vivos do planeta e para ter filhos nobres, heroicos e virtuosos
    Sexto: o casal reza por uma vida longa, feliz e próspera
    Sétimo: o casal reza por compreensão, lealdade e amizade. Eles prometem ser o melhor amigo e alma gêmea um do outro. Como a finalização das sete promessas, o casal está casado.
    Após as sete promessas, a noiva se senta ao lado esquerdo do noivo, para que ela esteja sempre perto de seu coração.
    Sindoor e Mangalsutra: o noivo coloca um colar na noiva significando que ela agora é sua esposa.
    Ashirwaad: os membros mais velhos das duas famílias abençoam os recém-casados.

    Participação da família
    O envolvimento das famílias varia muito. “No nosso caso, fizeram todo o planejamento e os pais participaram mais nos detalhes”, conta a noiva indiana. E outros casos, a família da noiva organiza e paga pelo casamento, enquanto a família do noivo organiza a festa.
    Os pais e parentes estão presentes em todos os momentos. Do Roka ao Shagun até o dia do casamento, os parentes participam de cada ritual para dar ao casal a sua benção de diferentes formas. Por exemplo, para famílias da região de Punjabi, há uma cerimônia chamada Churda que ocorre com a noiva antes do casamento. Nela, os irmãos da mãe da noiva colocam pulseiras vermelhas na noiva e parentes e amigos penduram enfeites dourados nas pulseiras, recitando orações e desejando um feliz casamento a noiva. Durante o casamento, os pais e irmãos da noiva participam de diversos eventos para “entregar” a noiva ao noivo.
    Preparação da noiva
    Além da cerimônia da Churda já mencionada, a noiva também terá suas mãos e pés pintados com hena. Pela tradição, a artista de hena irá esconder o nome ou iniciais do noivo na pintura, que só poderá dormir na mesma cama que a noiva quando achar seu nome. A celebração com hena normalmente coincide com o Sangeet, noite na qual os parentes do noivo e noiva cantam e dançam para celebrar a união das famílias.

    Historicamente, no dia do casamento, o noivo deve vir a cavalo da sua cidade para a da noiva, numa procissão festiva com sua família envolvendo muitas músicas e danças – o bharat. Atualmente, a procissão normalmente começa no fim da rua onde será o casamento.

    Preocupações da noiva
    Com a união das duas famílias, a maior preocupação a garantir que todos se deem bem e se tornem uma única grande família. Tradicionalmente, como é esperado que a noiva vá viver na casa da família do noivo, há ao fim do casamento a uma cerimônia chamada doli na qual os irmãos da noiva a entregam à família do noivo. Esse é normalmente um momento triste, já que a noiva está se despedindo de sua família. Quando a noiva chega pela primeira vez na família do noivo, há orações e normalmente jogos entre os noivos para ver quem realmente tomará as decisões do casal.
    As roupas da noiva
    No casamento indiano, a noiva normalmente usa 5 roupas diferentes, uma para cada cerimônia: roka, shagun/chunni ceremony, sangeet, casamento e festa.

    Momentos emocionantes do casamento
    “Ver todos os meus primos e amigos dançando juntos na cerimônia do sangeet foi bastante emocionante. Também fiquei emocionada na cerimônia da churda quando vi meu irmão, irmãs e amigos chorando pela primeira vez por que eu deixaria a família e passaria a pertencer a família do noivo após o casamento.”


Uma pergunta. -Sobre alimentos e proibições religiosas!

janeiro 11, 2013

Boa tarde.

Feliz ano novo!!!

Eis me aqui com novas perguntinhas, e esta é um tanto engraçada!
Ontem, comentei com a minha personal na academia que farei caranguejo no sábado. Ela por sua vez,  (de tal pensamento) , bem como seu marido, disseram pra eu não comer, porque são seres que vivem na sujeira, que comem defuntos e isso traria azar pra minha vida. Ah! Tem mais. Eles andam pra traz e minha vida andaria também!!!

Happy New Year!
Happy new questions!

Então

E VAMOS NÓS!

Sobre alimentos e proibições religiosas!

Leitura básica

Novo Testamento

Marcos

7:14 E chamando a si outra vez a multidão, disse-lhes: Ouvi-me vós todos, e entendei.
7:15 Nada há fora do homem que, entrando nele, possa contaminá-lo; mas o que sai do homem, isso é que o contamina.

Velho Testamento

Levítico
11: 1 O senhor disse a Moisés e a Aarão: “Dize aos israelitas o seguinte:
2 entre todos os animais da terra, eis o que podereis comer:

(…) 10 Mas tereis em abominação todos os que não têm barbatanas nem escama, nos mares e nos rios, entre todos os animais que vivem nas águas e entre todos os seres vivos que nelas se encontram.
11 A estes, tê-los-eis em abominação: não comereis de sua carne e tereis em abominação os seus cadáveres.
12 Todos os que nas águas não têm barbatanas nem escamas, tê-los-eis em abominação.

Todos os povos da antiguidade tinham suas restrições alimentares e tabus baseados em suas religiões. Em suas lendas.
Nas orientações de seus magos, de seus sacerdotes, de seus pajés, de seus oráculos.
Parte dos tabus alimentares foram transmitidos através, no caso tupiniquim, das religiões africanas, de movimentos espiritualistas.
Algumas doutrinas esotéricas abraçam restrições e justificam-na com alguma razão.

No caso particular do relacionamento de Deus com Israel, haviam outros interesses divinos envolvidos na tal proibição.
As superstições e as praticas mágicas dos povos ditavam sua conduta com relação aos alimentos. As Escrituras não
declaram o motivo por detrás da revelação, é uma ordem, cumpram.  
Mas, num mundo sem conhecimento sobre doenças parasitárias, ou bacterianas e sem condições de higiene  e os cuidados de salubridade atuais,  a orientação era bem oportuna. Além disso, os povos da antiguidade não utilizavam esses animais somente no intuito de alimentação. Haviam diversas cerimônias e cultos a divindades que se misturavam (na forma, as divindades antigas eram tipo grifos, imagens de animais, aquelas imagens de deuses gregos bonitinhos era uma pequena mostra dentro do panteão sagrado da antiguidade de milhares de divindades, cada uma com um formato e aparência diferente).
Em termos marinhos temos no mínimo Dagon e Poseidon. A expressão “comida dedicada a ídolos” não era uma excepcionalidade,
era um padrão.
Pois o mundo de então, era absurdamente mágico, mistico, ocultista.
Alguns alimentos evocavam, traziam a memória, uma contaminação religiosa.
haviam instruções rituais dadas ao povo Israelita sobre animais puros e animais impuros. Ou sobre os limpos e os contaminados.  Estabelecia-se uma dieta, os que não eram limpos, não poderiam servir de alimentação. Eram para ser considerados como abominação. O que vem a ser uma abominação? Uma coisa que você tem nojo. Que te dá enjoo, ojeriza, arrepio na alma. Tipo, comer barata. Aquilo que você abomina, você rejeita. O lixão é uma coisa abominável.
Não bastaria dizer só: “não comam essas coisas”? Tinha que tornar o alimento proibido, abominação?
Você citou a justificativa de um casal religioso:
- Caranguejos comem defuntos!.
O que gera essa afirmação? Abominação. A gente fica com nojo,
não quer mais saber da criaturinha que anda pra trás.
Mas essa não é uma visão particular, é compartilhada por várias ordens misticas ao redor do globo.

Resumindo  sempre existiram tabus, de razões e origem religiosas, culturais, sacerdotais, mágicas, fruto de preceitos humanos,
em todas as civilizações.
Levitico ordena, de modo semelhante, uma dieta.
No tempo de Cristo, em Israel criou-se uma “industria da purificação” cobrança abusiva por animais puros, e um manual
que tentava ir as raias do absurdo no que diz respeito as questões alimentares, baseado nos textos da Lei os judeus
compilaram o Talmude. O Talmulde seria milhares de comentários acrescidos ao Torá, ao Velho Testamento como nós
conhecemos, e multiplicaram em umas 50 vezes as proibições contidas no VT.

“Vamos considerar as leis do Talmude quanto ao sábado. Todos os detalhes referentes a esse assunto abrangem no Pentateuco o espaço limitado de cerca de quatro páginas, de formato de oitavo. No Talmude requer isso 156 páginas duplas ou, em outras palavras, um espaço 300 vezes maior. Esta lei sabática consiste de 24 capítulos de regulamentos minuciosos e de ordenanças. Seu principal propósito é, comentar e definir aquilo que está escrito no quarto mandamento do decálogo, proibindo o trabalho no sábado. Mencionam-se trinta e três espécies de trabalhos proibidos. Em seguida, o Misná procura definir com exatidão escrupulosa em que consiste o ‘trabalho’ e o que pode ou não ser permitido. 

Por exemplo ‘carregar’ algo é proibido. Após muita discussão foi determinado o máximo de peso que pode ser ‘carregado’ como talvez o de um figo seco. Mas, se fosse carregada a metade de um figo em duas ocasiões diferentes, reunir-se-iam estes dois atos para serem um só e seria isto pecado?

Numa outra parte se lê: Aquele que tiver dor de dentes não pode fazer bochecho com vinagre e lançá-lo fora, pois isso seria como se tivesse usado remédio. No entanto poderá bochechar com vinagre e logo tragá-lo, o que seria como se tivesse tomado alimento.

Regras minuciosas são dadas quanto ao vestuário a ser usado no sábado de manhã, para que não fosse usada alguma peça de vestimenta que induzisse a algum trabalho. A mulher não pode sair com seus adornos, prendedores, colares ou anéis, pois em sua vaidade poderia tirá-los e mostrar a alguma amiga e novamente colocá-los, o que seria ‘trabalho’ e por conseguinte, pecado.

Também estava proibido às mulheres olharem ao espelho no dia de sábado, pois poderiam descobrir algum fio de cabelo branco e querer arrancá-lo, o que seria um grave pecado. 

ENTÃO veio JESUS. Acabou com tudo isso, com quaisquer restrição moral, intelectual, espiritual ou cultural imposta a alimentação.
Não só a alimentação, diga-se de passagem.

Porque?

Quem contamina não só os alimentos, mas como quase tudo que existe, é o homem! Com suas teorias, com seus rituais, com seus preconceitos, com sua malignidade, com sua espiritualidade torta.

Jesus então recebe o mundo como herança e por ele dá graças:

1 Naquele momento Jesus exultou no Espírito Santo e disse: “Eu te louvo, Pai, Senhor do céu e da terra, porque escondeste essas coisas aos sábios e inteligentes, e as revelaste aos pequeninos. Sim, Pai, porque assim foi do teu agrado.
22 Tudo me foi entregue pelo meu Pai.  Ninguém conhece quem é o Filho, a não ser o Pai; e ninguém conhece quem é o Pai, a não ser o Filho e aquele a quem o Filho o quiser revelar”. 23 Jesus voltou-se para os discípulos e disse-lhes em particular: “Felizes os olhos que veem o que vós vedes! 24 Pois eu vos digo que muitos profetas e reis quiseram ver o que estais vendo, e não puderam ver; quiseram ouvir o que estais ouvindo, e não puderam ouvir”.  

A terra inteira, o universo inteiro, é consagrado a Deus em Cristo. Imagine um pai de familia que pudesse se ajoelhar e agradecer de uma unica vez por todo o o alimento do planeta, que existe e existirá,  para sempre?

7:15 Nada há fora do homem que, entrando nele, possa contaminá-lo; mas o que sai do homem, isso é que o contamina.

E também porque nele todo tipo de maldição foi quebrada. Segundo a antiga profecia de Isaias:

Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre 

si; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido. 


Isaías 53:4

E de acordo com PAULO

Cristo nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se maldição por nós; porque está escrito: Maldito todo aquele que for pendurado no madeiro; 

Gálatas 3:13

NADA que eu coma, de valor alimentar,  pode amaldiçoar minha alma.  
Como se através da morte de Cristo, a terra tivesse sido purificada. E os animais impuros, tivessem se tornado limpos. 

Se alguém ofereceu a uva a divindade Dionizio, se outro ofereceu a pesca de camarões a Dagon, se a truta importada foi defumada com oferendas ao deus da destruição e se a sardinha foi fornecida por uma organização do anticristo, tanto faz.  Se a galinha é do aviário de uma família sanguinária, se a batata veio de uma terra tomada a força pelo estado, se a quem  cultivou sua cana e seu açucar são escravos. Se a fazenda que gerou o trigo do qual você come o pão é comprada com dinheiro nazista, e se azeite que você utiliza é de uma fazenda italiana herdada dos sobreviventes do facismo. 

(Isso não significa que vou comprar coisas de origem não-ética, óbvio)

Tudo que há no mundo pertence a Cristo.
Jesus veio resgatar o mundo para Deus. Com tudo que tem sobre ele, incluindo nós.

Ele refez assim os laços, refez os pactos anteriores às religiões humanas, nos reconduzindo até o princípio, até Genesis, até a primeira palavra dita por Deus ao recém criado ser humano:

E Deus os abençoou, e Deus lhes disse:
Frutificai e multiplicai-vos, e enchei a terra, e sujeitai-a; e dominai sobre os peixes do mar e sobre as aves dos céus, e sobre todo o animal que se move sobre a terra. Eis que vos tenho dado toda a erva que dê semente, que está sobre a face de toda a terra; e toda a árvore, em que há fruto que dê semente, ser-vos-á para mantimento. E a todo o animal da terra, e a toda a ave dos céus, e a todo o réptil da terra, em que há alma vivente, toda a erva verde será para mantimento; e assim foi.

Nos conduzindo a uma posição como antes de POLUIRMOS a terra, antes de MATARMOS uns aos outros, antes de MACULARMOS a terra com o PECADO.
Em Cristo nós nos servimos do que há no mundo, como se fosse o primeiro dia em que Adão abriu os olhos e recebeu o direito a toda
fauna e a toda flora.
Então, comer algo ou não não depende mais de leis ou regulamentos, depende só de nós, do que é ou não agradável ou desagradável,
de nossos hábitos e de nossa herança cultural.
Cuidado com as tradições religiosas herdadas, ou adquiridas sobre alimentação, para não limitar a liberdade dada em Cristo
e se tornar escrava de algum preceito humano,
de novo!


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 58 outros seguidores